Ódio da extrema-esquerda contra Moro pode dar a direção correta para a direita

3
99

Um dos equívocos da manifestação deste 26/03 foi ter feito um ato “em defesa da Lava Jato”. A pergunta é: defesa da Lava Jato de quem? Obviamente, havia muita vagueza aí.

Vemos gente como Marcelo Odebrecht e Eduardo Cunha indo para a cadeia sem que isso resulte em qualquer tipo de ameaça à operação ou a Sergio Moro. Mas do lado dos petistas vemos ataques contínuos do tipo mais torpe possível. É evidente que a extrema-esquerda hoje odeia Sérgio Moro mais do que vampiros odeiam o crucifixo.

A essência dos discursos de gente como Lula e seus asseclas se baseia em tentativas de intimidar o juiz curitibano, em total desrespeito à lei e ao Estado de Direito. É por isso que a direita comete um erro terrível ao dizer que temos que defender a Lava Jato “da classe política”. Isso não passa de diluição de responsabilidade.

Precisamos defender a Lava Jato dos inimigos reais, que são os petistas e seus sicários, capazes de fazer de tudo contra a operação, desde organizar milícias para tocar o terror no dia do depoimento de Lula como dizer que “receberiam a operação na bala”. Vale também lembrar que chegamos a um ponto em que a tática de diluição de responsabilidade por ataques à Lava Jato, adotada por uma parte da direita, pode estar inconscientemente cometendo uma injustiça contra Sérgio Moro.

Ao cometer o equívoco de dizer que os adversários estão “em todos os lugares” – e ignorar os fatos nos dizendo que eles estão especificamente no PT e em suas linha auxiliares – os culpados pelos ataques à Moro podem sair limpos nessa guerra. É por isso que já podemos falar até de injustiça da direita contra a Lava Jato e contra Sérgio Moro. E a melhor forma de corrigir esta injustiça é ir para cima dos principais inimigos da operação.

Em relação à Lava Jato, esta deveria ser a direção tomada pela direita: exigir que Lula seja punido imediatamente – e deixe de receber o privilégio de estar solto, enquanto outros estão presos – e que todos os petistas e seus sicários a atacarem a operação sejam moralmente desconstruídos em todos os níveis. A partir daí, deixamos de apenas “defender a Lava Jato”, para focar no principal: defender a Lava Jato de seus principais inimigos, que possuem nome e partido.

Anúncios

3 COMMENTS

  1. Tambem sao inimigos da Lava Jato, procuradores, promotores, juizes e ministros que “sentam” em cima dos processos. Deveria ser considerado abuso de autoridade, sob pena de multa, deixar de dar andamento a processo por mais de 3 meses.

  2. Quem está articulando no Congresso p abuso de autoridade e a anistia ao caixa 2? Esses são os inimigos da Lavajato. É só o PT?

    Só com esse questionamento desmontei seu texto todo

Deixe uma resposta