Juliana Paes defende o direito de ser mulher e irrita feministas

107
397

Em entrevista à Veja, a atriz fluminense Juliana Paes deixou as feministas muito desapontadas.

Ela disse: “Existe uma linha do feminismo com a qual eu não concordo muito. Acho errado esse desejo de igualdade com os homens a todo custo. Somos tão competentes e valiosas quanto eles, mas não iguais. A mulher precisa de mais tempo para se recuperar de uma gravidez, e há outras questões que permeiam nosso universo. A sensibilidade, o lúdico, o caminho da ponderação, o afeto nas relações de trabalho — tudo que faz parte do universo feminino e matriarcal deve ser respeitado”, declara.

Ela ainda disse que a mulher pode encarar papéis de chefia em lugares masculinos, mas que se deve “valorizar mais sua sensibilidade para lidar com tanta testosterona”. Segundo Juliana, o afeto feminino pode ser um “antídoto para lidar com a frieza do mundo do business”.

Ela conclui dizendo que as feministas se equivocam ao não respeitar essas características das mulheres. “Não quero queimar sutiãs. Gosto de sutiãs! Não quero quebrar saltos de sapato em busca de liberdade. Gosto de me enfeitar, e nós, mulheres, não fazemos isso para o macho. Fazemos porque dá prazer cuidar de si e cuidar do outro. Sou uma feminista de saia, sutiã, salto alto e batom vermelho.”

O que Juliana disse é apenas o óbvio, uma vez que já está claro que as feministas não representam a maioria das mulheres há um bom tempo. E por dizer que quer apenas o direito de ser mulher, sem sofrer patrulhamento, Juliana Paes muito provavelmente será vítima do ódio feminista.

Anúncios

107 COMMENTS

  1. Uma correção: A atriz fluminense Juliana Paes, não carioca, pois carioca é quem nasce na capital do Rio de Janeiro e ela é natural de Rio Bonito, no interior do estado do RJ, portanto ela é rio-bonitense e fluminense, mas não carioca.

  2. Perfeito!!! Também não quero me igualar aos homens. Quero apenas respeito em poder seguir minha vida sem preconceitos pelo fato de ser mulher.

  3. Infelizmente o texto só mostra que o autor pouco entende do que é ser feminista, menos inclusive do que a própria Juliana. Ninguém disse que para ser feminista é obrigatório deixar de usar salto alto, maquiagem ou vestido, nem começar a ignorar nosso lado feminino. Ser feminista é defender a igualdade de direitos, não uma homogeneidade de gênero. Ser feminista é acreditar que homens e mulheres têm capacidades iguais e, portanto, devem ter oportunidades iguais, e lutar para assegurar estes direitos. Todos temos o mesmo direito de andar na rua em paz (sem ouvir cantadas nojentas), ninguém deve ser obrigado por lei a casar com seu estuprador, ninguém deve ter sua inteligência medida de acordo com o sexo (afinal, quem pensa é o cérebro, não a genitália), todos devem participar ativamente na criação dos filhos e ser responsabilizamos pelas consequências dos seus atos. É simples assim.

    • Concordo contigo. E a Juliana Paes parece que também. Mas então quem não entendeu o que é ser feminista são estas radicais feminazis. 🙂

    • Tais, você quer ensinar o que é feminismo para nos? Serio? Hahahaha

      O seu discurso é resultado de uma fe cega em outro discurso, o do movimento feminista cooptado pela extrema esquerda ou movimento revolucionario, liciano ayan é um estudioso nisso ok?

      • Ia dizer exatamente a mesma coisa Mábila, a não ser que ele seja trans e esqueceu de mudar o nome do perfil, aí sim o comentário seria válido. E também o “liciano ayan”, um homem estudioso em feminismo, com certeza sabe mais sobre o assunto do que qualquer mulher, afinal os homens são superiores em intelecto, né colegas que se denominam não-machistas. E sobre o “odio” que o autor cita por Juliana Paes, só lhe desejo luz, esclarecimento e amor! #PazePaes

      • Deturparam Marx.
        – O que isso tem a ver?
        – Tudo.

        Também conhecido como: “pegue seu escocês de verdade e leve-o embora. Ele não é bem aceito aqui.”

        Quer parar de ver essa resposta? Simples: mostre alguma declaração pública do feminismo execrando as manxs radicais que dizem que homem é estuprador em potencial, que pregam morte a homens, aborto seletivo, et cetera.

        Se não tiver, vocês não tem defesa. PONTO.

      • Cici, essa lei é antiga e existia no nosso código penal até depois de 2000, não lembro o ano exato que tiraram, mas foi antes de 2005 tenho quase certeza, tive uma conhecida da família que quando jovem foi obrigada a casar com o estuprador dela aos 16 anos, o casamento dela foi do tipo que levou a criação da Maria da penha, por uma graça divina que não acabou do mesmo modo, ela se divorciou dele no mesmo ano que aboliram essa lei.

      • Amiga Taís, o que você falou concordo. Só que essa definição não condiz com o comportamento de umas loucas feministas sem noção , mal amadas e frustradas, que foge totalmente dessa definição que colocou. Elas não querem igualdades, querem ser superiores. Muitas delas dizem que não precisam de homens. O ser humano quando não presta, é questão de caráter , não tem badalado a ver com o sexo masculino. Essas loucas e ridículas denigrem verdadeiramente o propósito de lutar pelos direitos da mulher, e não do feminismo…..

    • Então eu também sou feminista, e grande maioria das pessoas que conheço também são.
      Querer direitos e deveres iguais, ser tratado com respeito é o mínimo que todos queremos.
      Infelizmente no Brasil e no mundo, as pessoas usam a palavra feminismo para dar nome a movimentos sem pé e nem cabeça.

    • Juliana, fala de feminino extremista. Mulheres que achar, ser feminista tem quer se igualar aos homens. Juliana da um show de beleza e inteligência, sem deixar de ser mulher… pq não somos iguais aos homens … podemos e fazemos tudo que eles fazem… mais nem por isso precisamos de deixar de ser mulheres delicados e amorosa… o preconceito vem de nos mesmo pq partir do momentos que as pessoas deixar de achar que tudo machismo, racismo, intolerância, quem sabe começaremos dar um fim a desigualdades. Ex: Vemos todos os dias mulheres gritando e apontando de na cara de homens mais se um homem faz isso é machismo… e hipocrisia falar em direitos iguais… se nós mesmo não aceitamos a igualdade.

      • Deturparam Marx.
        – O que isso tem a ver?
        – Tudo.

        Também conhecido como: “pegue seu escocês de verdade e leve-o embora. Ele não é bem aceito aqui.”

        Quer parar de ver essa resposta? Simples: mostre alguma declaração pública do feminismo execrando as manxs radicais que dizem que homem é estuprador em potencial, que pregam morte a homens, aborto seletivo, et cetera.

        Se não tiver, vocês não tem defesa. PONTO.

    • Errado, longe de ser algo tão simples, você apenas da a definição senso comum de feminismo, sem citar nada de modus operandi muito menos a parte teórica que se baseiam diversas vertentes, coisas como teoria queer e desconstrucionismo vão muito além disso. Observo que muitas feministas que não leram porra nenhuma de autores pós modernistas e endossam seu discurso perigosíssimo de relativismo moral, cultural e epistemológico, utilizando por ex expressões como “local de fala” e “vivência”. Na questão da cantada é chato mesmo mas envolve coisas como liberdade de expressão, sei disso pois quando sou cantado por gays sendo hétero não gosto nada mas também deixo pra lá e sigo a vida.

    • ” Ser feminista é acreditar que homens e mulheres têm capacidades iguais”

      Homens e mulheres são diferentes fisicamente, psicologicamente e biologicamente. Feminismo é uma falsa religião,por isso é que vcs pedem tanto para o estado (homens) protegerem vcs de outros homens.

      • Então fala pra gente onde que mulheres e homens tem capacidades diferentes? Até hoje sempre houveram mulheres que são cientistas incríveis e homens que são excelentes chefes de cozinha e estilistas. Só olhar pra história para perceber que não existe diferença intelectual entre homem e mulher, o que existe é a diferença de que ambiente ela pode se inserir. Enquanto o homem pode dominar todas as áreas do conhecimento porque tem o direito de ir a qualquer lugar a mulher só é vista como boa naquilo que ela pode fazer dentro de casa que é o lugar que eles pensam que podemos ocupar. Não a toa mulheres são tidas como a cozinheira da casa enquanto os homens são os chefes de cozinha nos restaurantes da vida, nós somos costureiras enquanto eles são estilistas renomados. Acordem mulheres, nos falam que somos melhores como cuidadoras e educadoras pq querem a gente cuidando da casa e dos filhos enquanto eles dominam o mundo, dizem que a gente é melhor nas áreas que exigem delicadeza e feminilidade mas são eles que nos vendem produtos de beleza, dizem que somos mais artísticas pq somos melhores pra expressar sentimentos mas são nomes masculinos que povoam os livros de arte. Nosso lugar no patriarcado é bem específico: Dentro de casa.

    • Ver todos esses comentários só me deu mais a certeza de que cada vez mais o feminismo está cercado por ódio e ignorância.
      Dentro do feminismo existem um milhão de vertente que nós podemos ou não nós identificar, mas independente de qualquer coisa, deve haver respeito.
      A Juliana é uma mulher incrível que usa de sua liberdade pra usar aquilo que ela gosta e se sente bem, mas não são todas as mulheres que se sentem do mesmo modo é as que não querem usar salto e batom vermelho devem ser igualmente respeitadas.

      • Deturparam Marx.
        – O que isso tem a ver?
        – Tudo.

        Também conhecido como: “pegue seu escocês de verdade e leve-o embora. Ele não é bem aceito aqui.”

        Quer parar de ver essa resposta? Simples: mostre alguma declaração pública do feminismo execrando as manxs radicais que dizem que homem é estuprador em potencial, que pregam morte a homens, aborto seletivo, et cetera.

        Se não tiver, vocês não tem defesa. PONTO.

    • As feminazis de plantão não podiam ser mais óbvias e repetitivas. Nem vale a pena pautá-las… A falta de auto-estima e a vontade louca de querer descobrir um processo para transformar a própria genitália e realizar o sonho reprimido de todas elas de trocar de sexo é algo que elas não conseguem mais esconder atrás do palavrório doutrinário…

      Se não gostam de sexo, de se sentirem desejadas, porque não viram freiras… Ih não, isso é outro entulho machista…

      Quer saber? SE MATEM JÁ QUE NÃO CONSEGUEM SER FELIZES!

      E parem de encher o saco do resto do mundo com essa agenda vencida, mofada, rançosa, rancorosa e sem nexo…

      Já deu, viu? Cansamos!

  4. Ela já começa explicitando que está falando sobre uma determinada linha do feminismo e se considera feminista, logo muito provavelmente não será “vítima do ódio” da maioria das feministas. As radicais não falam por todo o movimento assim como o autor aponta que as feministas não falam por todas as mulheres, mas os ideais do feminismo estão sim cada vez mais fortes na sociedade e isso é inegável gostando ou não.

  5. Mais uma vez: feminismo é querer a igualdade de direitos. Vc tem o direito de se enfeitar e usar vários sutiãs de uma vez, Juliana Paes. Vc tem direito de fazer e ser o que quer e esse é o ponto. Falou da gravidez: e todas as mulheres devem engravidar? Falou da sensibilidade no trabalho: conheço homens mais sensíveis do que eu. Não generalize e estereotipe que todas nós somos como vc. Pior ainda quem escreveu o texto e sua esdrúxula conclusão

  6. MIGXS: Feminismo não é igualdade entre o home e a mulher, é DIREITOS IGUAIS respeitando as diferenças. Aconselho Juliana Paes a ler mais sobre isso, assim como todos os que acharam que ela fez bonito dizendo isso 😉

      • Bruna, aparentemente e é simples sim, mas é inegável as várias vertentes que existem dentro do movimento chegando ao ponto de existirem aquelas que agora estão chamando de femistas. Não dá pra negar que muitas feministas estao agindo muito alem ate da propria definicao que vc mesma explanou.

        Quando se pergunta sobre o ódio de uma determinada parte do feminismo o que por exemplo prega morte aos homens escuto argumentos como os muitos citados aqui, que isso faz parte somente de uma ala feminista, mas não vejo ao mesmo tempo uma preocupação no sentido de deixar claro o tanto quanto o feminismo original e é contra estes tipos de abordagem sabe, se posicionar de forma clara e forte.

        Parece as x que o silêncio sobre estas questões mostra certa conivência.

        Caminhar somente com base nas emoções nunca foi produtivo para ninguém, pensar com a razão ter senso crítico me parece também oportuno.

      • Bruna, a questao q vc nao entende e q a realidade e é diferente da definicao que estão nos livros e em muitos outros lugares. Pare de defender cegamente por favor , seja crítica e vc vera que esse discurso tá ultrapassado. Na prática o feminismo ja deixou de ser a muito tempo o q vc cita repetidamente de maneira até desrespeitosa e arrogante o cópia e cola de um livro dizendo que as pessoas não entendem q é fácil entender. Mas a verdadeira dificuldade aqú e vc enxergar a realidade, analisar fatos. Talvez vc pudesse dizer isso para as feministas que pregam a morte do macho , essas sim talvez precisem de uma aula pra aprender o q de fato e o feminismo pq na realidade agem muito diferente.

    • Só querem igualdade, mas chamam de ignorante, machista, fazem matérias comparando-a com o abusador da globo ( esqueci o nome ) e o agressor do Victor, fazem matérias sensacionalistas a taxando de ignorante, e colocando sua ideia e seu pensamento no lixo, simplesmente porquê não está de acordo com os parâmetros do feminismo. Acho que vocês deveriam pesquisar um pouquinho mais, analisarem, e estudar o feminismo, pq o mesmo é contraditório, e é contra o direito das mulheres que pensam diferente, é contra quem pensa diferente… um exemplo: a figurinista da globo assediada, teve total força do movimento e apoio, apenas pq faz parte do movimento e o defende, já Raqueç Shrehazede ouviu de um homem feminista, esquerdista, que deveria ser estuprada para entender a causa feminista.
      Se isso é sinônimo de “direitos iguais” (que é algo q já temos perante a lei, desde 1988) , acho melhor vcs darem uma pesquisada no significado desse termo, pra depois virem defender que feminismo é paz e amor e luta por direitos iguais!

  7. Excelente falar sobre igualdade de sexos… Então é o seguinte: quando você homem ver uma mulher carregando enormes e pesadas sacolas, não ofereça ajuda, afinal você não oferece ajuda para homem. Quando gritarem “mulheres e crianças primeiro”, salve as crianças e dispute sua sobrevivência com as mulheres da mesma forma que faria contra homens. No transporte coletivo, não ofereça seu lugar a elas, já que elas são tão capazes de suportar desconforto físico quanto você. Não a trate de forma diferente da que você trata homens, ignore a TPM e enxurrada de reclamações, choros e crises que ela causa.
    E antes que eu me esqueça: homem que se respeita não joga cantada pra mulher nenhuma. Nem todos os homens se deixam levar por beleza ou apelo sexual. Sexo é bom, mas não é melhor que companheirismo. Beleza é bom, mas não é melhor que inteligência. Fiquem com Deus! Paz.

      • Concordo com vc Manoel. E vale lembrar que o conceito de feminismo diverge em muitas opiniões, por exemplo que seria o caso das aposentadorias. Agora o governo estipulou o mesmo tempo para ambos os sexos o que antes as mulheres levavam menos tempo para obterem. Mas claro que isso resultou em revoltas tantos para as feministas quantos para a classe trabalhadora feminina. Isso só me faz ver que é um direito adquirido das feministas pelos “direitos iguais como alegam”. Acho que a Juliana foi um pouco infeliz nos comentários dela pq ela falou em ser feminina e não feminista. Independente do sexo tem que haver é RESPEITO entre eles ai sim ficariam no mesmo direito de igualdade de generos. Não sou adepta de movimentos, somente vejo que cada vez mais acaba sendo um tiro no pé de quanto mais reinvindicam.

    • Ela está certíssima mulheres e homens são muito diferentes principalmente na capacidade de ser mais sensíveis. Por isso que a maioria dos assassinos e psicopatas são homens, a violência é natural neles e precisa ser contida pelo sensibilidade feminina. O feminismo quer torna as mulheres tão insensíveis, logo, violentas e cruéis como os homens. Homem e mulher se complementam para o Mundo não ser violento como está. Porem mulheres também não podem ser totalmente silenciadas como no Oriente Médio por exemplo, enquanto aqui há violência pq as mulheres querem se igualae aos homens lá os homens perderam o controle da violência pq não houvem suas mulheres.

  8. Ela só errou em uma coisa: ao ser contra um igualitarismo forçado, ela não é feminista. Ou será que alguém aqui engole que o feminismo é benevolente e só defende a justa igualdade de DIREITOS? Só rindo mesmo dessas feministas que vem destilar essas bobagens aqui, mas nunca leram uma autora. As autoras feministas e o feminismo, em sua essência, são puro ódio ao masculino disfarçados de paz e amor.

  9. Perfeito, concordo plenamente. Podemos querer as mesmas oportunidades, mas temos caracteristicas peculiares e distintas, que ao meu ver se cimplementam! E que comece o mimimi contra a posição dela….

  10. A atriz e o autor do texto desconhecem o que é feminismo.
    O feminismo não tem nada a ver com determinar o que a mulher deve ou não fazer…como se vestir ou se portar. Ele defende igualdade de gêneros.
    Esse tipo de fala distorce o objetivo do movimento.

  11. Estou completamente em desacordo com Juliana. Como assim “desejo de igualdade com os homens a todo custo”, nenhuma feminista prega que temos que usar terno ou gravata. Apenas queremos direitos iguais ao pleitear um posto de trabalho, nas atividades doméstica. Por que a casa é unicamente responsabilidade da mulher? E o marido? Não pode cuidar da casa?
    Sou feminista sim porque sou mulher e tenho uma filha. Luto por uma sociedade mais justa e igualitária em que “as pessoas” independente do seu gênero tenham os mesmos direitos. E sim, adoro usar um salto alto e batom.

  12. Falou tudo em poucas palavras.
    passei a gostar muito mais de vc. sua beleza e agora sabedoria.
    tu sempre vai ser feliz e amada em todo lugar e trabalho que presenciar.
    Obs. Tem muita mulher que sofre a vida toda por pensar diferente.

    • No meu local de trabalho (em casa) faço isso que tu falou… E nunca precisei pedir a um me ajudar………………. Obs.: E obviamente sou uma mulher (:

  13. Feminismo é tão somente uma grande jogada do capitalismo selvagem, unindose esquerdismo idiota! Mulher é uma coisa sagrada! Nunca deveria deixar de ser simplesmente…mulher…ao se unir ao homem…podre…bem dentro da lama…do esterco…ela não subiu na escala social…ela se deleitou com as impurezas do masculino! Mulheres…desculpem-me…vocês perderammm…

  14. também ñ conseguir entender a colocação juliana em relação ao feminismo. ela defende a sensibilidade, o batom, o salto alto e cita a gravidez. mas nenhuma feminista quer andar por aí caracterizada de homem. em relação a gravidez nos dias atuais é opcional, existem várias mulheres q são feministas e desejam ser mães, outras ñ são feministas e também não desejam, e virse versa.
    conheço homens que são mais sensível que muitas mulheres, assim como conheço mulheres mais brutas q muitos homens. então tudo isso q ela colocou nada tem a vê com o movimento.
    eu defendo o direito de igualdade entre homens e mulheres em questões sociais, cargo, salário, domésticas, etc… esse lado doméstico então… meu Deus! existem ainda nos dias de hoje muitos ze achando que a mulher é a única responsável por todo o serviço doméstico e criação dos filhos, escola e tudo que permeiam a gerência de um lar. o triste é q existem muitas mulheres q se submetem a todo estresse de tudo isso. trabalham em jornada dupla dentro e fora de casa. São desrespeitadas, desvalorizadas e eles que se dizem sexo forte não conseguem ou não aguentam essa dupla jornada. carregar uma sacola pesada é fácil, agora carregar essa jornada dupla que é massante.
    pois eu defendo tudo isso de salto 15, batom vermelho Matte, roupas sensuais pq adoro e não tenho o mínimo desejo de usar uma gravata e descer do meu salto 15. sou delicada, mas sei ser bem bruta quando é preciso…

  15. Juliana falou tudo! Esse negócio de querer ser igual ao homem, só vale pra quem não tem noção do que é ser mulher…Eu nunca me senti igual ao homem! Eu sei bem que o lugar da mulher é um lugar pra lá de especial, onde só as mulheres chegam! Homem é homem e mulher é mulher! Mulheres que querem se igualar aos homens, perdem a noção do que é ser mulher!

  16. A juliana só falou em ser feminina e não feminista. E não entendi pq as feministas de plantão iriam odiar os comentários dela? As feministas não sabem o que é respeito afinal? Vc pode não concordar com a opinião do outro, mas que tenha respeito pela opinião alheia mesmo que seja do mesmo sexo. Ninguém vai ter a mesma opinião que vc em determinados assuntos. Só falta as feministas exigirem que o time de futebol ou partido e religião que caracterize as feministas seja a única de uma mulher a se seguir, pq senão serão consideradas odiadas pelo movimento. Cada uma…

  17. Só sei dizer uma coisa: pela teoria do criacionismo e do evolucionismo, o homem é macho e a mulher é fêmea. O resto, é a regressão da espécie que provocou.

  18. Vim aqui ler os comentários sobre o que as pessoas pensam da afirmação dela, e o que achei foi uma discussão se ela é fluminense, carioca ou riobonitense, ahhh vão se ferrar.

  19. A questão é que talvez nem tds foram molestadas, assediadas, pelo José Mayer, mas o apoio é fundamental. Pois muitas podem ter sido assediádas por outros homens tb fora do mundo artistico. A mulher desde pequena faz parte de fantasias das mentes doentes desses homens. Esse problema é bem maior que muitos imaginam. Quase sempre empregadas ou filhas das empregadas são molestadas pelos patrões ou filhos dos patrões. Meninas nas escolas, secretárias, enfermeiras,……… e isso ñ é apenas com as mulheres, homens, jovens, meninos são tb assediádos pelo professor, médico, patrão, pai, babá, amiga da mãe…… temos que nos unir mesmo p protejer nossos filhos, nós mesmas.

  20. Eu sigo a vida do jeito que dá. Trabalho em uma corporação 90% de homens. Cada dia é um dia pra você sobreviver. Um dia eu sou Maria e outro eu sou João pra por pão e leite na mesa.

  21. Na verdade eu acho que ela expos a opniao dela e cabe a nós fazermos a leitura apenas. Sem haver nenhum tipo de comentário a respeito pois ela é livre para se expressar e cabe as pessoas respeitarem a opniao dela apenas.

Deixe uma resposta