Idoso falecido recentemente dependia do Uber para fazer hemodiálise. Temer se preocupará com casos assim?

4
75

Raphael Schmidt escreve, no Facebook:

Meu avô, que faleceu fazem quase 2 meses, usava, com a ajuda da minha avó e tia, o aplicativo Uber para ir fazer hemodiálise todas as segundas, quartas e sexta-feiras. Assim ele tinha mais comodidade e pagava muito mais barato.

Hoje, a Câmara dos Deputados decidiu, de forma vergonhosa, em tirar a descrição do serviço como “uma atividade de natureza privada”, definiu que cada ente municipal deverá “emitir uma autorização específica” para cada motorista Uber, bem como que serão cobrados impostos e taxas, entre outras burrocracias sufocantes do século passado.

Os usuários, entre eles pessoas como meu avô, irão pagar a conta por conta de um corporativismo primitivo, reacionário e retrógrado. Vergonha, quem votou à favor das emendas daquele Petista deveria se envergonhar!

Já viu como os deputados do seu estado votaram? Vai ficar DORMINDO aí ou vai pressionar os Senadores e o Michel Temer para vetar esse retrocesso retumbante????

Acho que essa é a questão: vamos tolerar uma lei fascista que é feita por psicopatas para prejudicar usuários de um serviço e, além disso, tirar a oportunidades de muitos desempregados?

Pelo menos esse idoso podia contar com um transporte a custo acessível. Quem quer proibir o Uber deseja tirar esse benefício do cidadão. É o retrato da monstruosidade moral.

A lei fascista implementada ontem significa a aplicação do sadismo para prejudicar a vida de seres humanos. A proposta foi levada à frente pelo petista Carlos Zarattini, cujo nome deve figurar numa galeria de monstros. As vítimas dessa tipo de gente sem a menor empatia pelo ser humano devem ser expostas, até que Temer decida se ficará contra o povo ou irá proibir o Uber.

É só isso que está em questão…

Anúncios

4 COMMENTS

  1. E mais. A votação na câmara dos deputados mostrou que PT, PCdoB, PSOL e Rede votaram massivamente, quase que de forma unânime pelo “SIM” que diz que vai regular o funcionamento do UBER e demais serviços de transporte, mas que na realidade vai apenas acabar por inviabilizar o mesmo. Isso é um ódio misturado com desprezo pelo trabalhador que está tanto precisando trabalhar em uma forma alternativa pois milhões perderam seus empregos nessa crise institucionalizada e outros milhões precisam economizar o dinheiro suado de cada dia.

    É muito ódio da extrema esquerda pelos trabalhadores.

  2. Faço químio , tenho muitos efeitos colaterais, tenho dificuldade de locomoção e uso o UBER com frequência pra ir a a todos lugares que preciso pois sai bem mais em conta do que os táxis . É um absurdo esses deputados votarem contra o UBER . Não temos mais o direito de escolher um meio de transporte mais acessível . Dá nojo esse Brasil. Tudo que é para nos beneficiar eles querem tirar. Nojo, nojo, nojo.

Deixe uma resposta