Secretário pró-doutrinação pode enterrar candidatura de Doria em 2018

12
167

A Gestão Doria tem animado os paulistanos e conquistado a preferência de larga parcela dos direitistas, dos centristas e até de alguns esquerdistas moderados. Só a extrema-esquerda está estrebuchando, pois seu projeto de poder é baseado no saqueamento estatal, enquanto as privatizações propostas por Doria acabam com esse tipo de mamata. É mais do que natural que ele seja a grande aposta para 2018 para nos libertar do jugo da extrema-esquerda, composta por PT, PSOL, PCdoB, PDT e Rede.

Mas sabe-se lá o que deu na cabeça do prefeito para ter como Secretário da Educação um sujeito chamado Alexandre Schneider, que se posicionou claramente em favor dos doutrinadores. Leia a matéria do Estadão, e depois comento:

SÃO PAULO – Após criticar as visitas feitas pelo vereador paulistano Fernando Holiday (DEM), de 20 anos, a escolas municipais de São Paulo para verificar se há “doutrinação ideológica” nas salas de aulas, o secretário municipal de Educação, Alexandre Schneider, de 47 anos, foi alvo nesta quarta-feira, 5, de ataques nas redes sociais do Movimento Brasil Livre (MBL), grupo ao qual o parlamentar pertence e apoiador do prefeito da capital, João Doria (PSDB).

“Ele (Scheneider) foi secretário de Educação na gestão do Kassab e está lá (secretaria) até hoje porque é um poste do Kassab. Não está porque é competente, não está porque tem formação para isso, não está porque é responsável para cuidar da educação, não está por mérito próprio, está por indicação política, conchavo político, e acha que tem moral para falar sobre educação”, disse Kim Kataguiri, de 21 anos, coordenador do MBL, em vídeo publicado na tarde desta quarta-feira na página do grupo no Facebook.

Schneider havia usado sua página no Facebook na terça-feira, 4, para criticar a conduta de Holiday, que publicou vídeo na rede social dizendo que estava visitando as unidades de ensino da Prefeitura para “fiscalizar a estrutura das escolas” e “se está havendo algum tipo de doutrinação ideológica” por parte de professores. O secretário rebateu dizendo que Holiday “exacerbou suas funções e não pode usar de seu mandato para intimidar professores”.

Nesta quarta-feira, após as críticas feitas pelo MBL, Schneider se manifestou novamente dizendo que “o que deveria ser uma discussão democrática sobre educação descambou para uma série de ofensas pessoais a meu respeito”. O secretário contou ter recebido uma ligação de Holiday negando que tenha intimidado professores em suas visitas e dizendo que havia se sentido ofendido com as críticas do secretário.

“Queixou-se por eu não ter entrado em contato com ele antes de escrever o texto. E concordou em retirar de suas redes e das do MBL uma série de acusações infundadas sobre mim. Temos visões diferentes, o que não nos impede de dialogar. Diálogo necessariamente pautado pelos princípios da tolerância, pluralismo e da liberdade de expressão. Combinamos uma conversa na Secretaria”, concluiu Schneider. O vídeo e fotos com conteúdos criticando o secretário foram mantidos na página do MBL.

Também em sua página, Holiday disse que vai continuar “fiscalizando” as escolas municipais e criticou Schneider dizendo que ele defende sindicatos e organizações de esquerda que usam as unidades de ensino para doutrinar alunos. “Infelzimente, aqui em São Paulo, ainda tivemos o secretário de Educação, Alexandre Schenider, se aliando a esses sindicatos, a essas entidades, que estão mentindo sobre tudo o que está acontecendo, porque eles sabem que é na escola o principal núcleo de formação de militância deles”.

É assustador e apavorante o posicionamento de Schneider, pois qualquer pessoa que tente impedir as visitas de vereadores às escolas está agindo de maneira autoritária, e, muito pior, provavelmente escondendo alguma coisa muito grave ocorrendo dentro das salas de aulas. Há muitos professores sérios e todos eles querem as visitas. Mas aqueles que abusam dos alunos e os doutrinam obviamente não querem. Preferem ficar fechados em salas de aulas com os alunos, fazendo sabe-se lá o quê. Gravíssimo…

É claro que a posição de Schneider é uma posição de extrema-esquerda. A doutrinação que ocorre nas salas de aula substitui as aulas de verdade por propaganda política contra qualquer candidato de direita. Ou seja, Schneider está do lado dos grupos – principalmente o PSOL –  que usam as salas de aula para esmagar a imagem do prefeito. Isso não tem outro nome que não traição.

Para piorar, a questão do Escola sem Partido está gerando clamor nacional. Nada mais justo, já que é um instinto humano dos pais quererem a proteção dos filhos. O nível de indignação é altíssimo quando se sabe de um caso de doutrinação. Se Doria não tomar uma posição quanto a Schneider, pode ter sua candidatura inviabiliza. No momento atual, caso não exista um pedido de desculpas no qual o secretário retira tudo que disse, a presença de um secretário pró-doutrinação vai começar a danificar a candidatura de João Doria para 2018, o que seria uma pena.

Creio que é momento de Doria se posicionar e dar uma resposta ao povo.

Anúncios

12 COMMENTS

  1. Apesar de tudo o que já foi dito, essa pode ser a primeira prova “real” de que Dória não é só propaganda. Por enquanto, ele não teve que lidar com questões de conchavo político.

    Será a atitude dele nesse caso que vai consolidá-lo como novo político ou torná-lo apenas um “belo discurso”.

    • Não, pois Doria continua TRABALHANDO, trabalha até de final de semana e DOA o salário que recebe como prefeito para a caridade.

      E o teu querido Bolsonaro?
      FALTA AO TRABALHO em dias importantes, não doa para caridade o salário PAGO PELO POVO e sim usa para comprar casas de luxo e carro esporte pros filhos, usa verba pública para VIAJAR A LAZER em dias de trabalho, em anos e anos de política nunca teve contribuição relevante, só ficou famoso por dizer que minorias precisam morrer.

      Bolsonaro vale menos que a ramela do olho do Doria ou até que a ramela de um cachorro.

  2. Quero ver na hora que o Doriana tiver que lidar com questões como:

    – Redução da Maioridade Penal

    – Estatuto do Desarmamento

    – Escola sem Partido

    – Aborto

    – Liberação das Drogas

    – Demarcação de terras indígenas

    ……… Ficar por ai fazendo videozinhos e chamando Lula de bandido é fácil quero ver se posicionar contra o “politicamente correto”……. Alias ele já se declarou 100% Hillary Clinton.

    • Parabéns, aprendeu certinho com o Nando Moura.

      O único argumento contra o Doria é ele se declarar pró-Hillary né? Nem foi bem isso, ele apenas falou que não há muitas semelhanças entre ele o Trump, e não há mesmo GRAÇAS A DEUS. E se declarou mesmo apoio para Hillary, FODA-SE, pois Doria trabalho, coisa que Bostanaro nunca fez na porra da vida dele de velho inútil.

      Doria TRABALHA, até de final de semana. Já o teu mito Bostanaro FALTA AO TRABALHO num dia importante como o dia da votação do Uber, pois estava usando verba publica para uma VIAGEM A LAZER, isso é vagabundagem.

      Pra mim tanto faz a posição do Doria quanto aborto, desarmamento, drogas… o país tem um problema econômico fudido e que precisa ser resolvido. Bolsonaro só entende de economia quando é pra usar verba publica pra viajar ou quando é pra ganhar salário pago pelo povo e comprar casa de luxo e carro esporte. Um verme.

      • ROMULO_SJC ISSO SÃO BANDEIRAS COMUNISTAS QUE SÓ INTERESSAM AS ESQUERDAS QUE QUEREM A IMPLANTAÇÃO DO REGIME COMUNISTA. qUALQUER CANDIDATO SÉRIO NEM TOMO CONHECIMENTO DESSAS PROPOSTAS RIDICULAS, NO QUE FAZEM MUITO BEM

  3. Dois pontos relevantes:
    – Dória foi eleito pelo PSDB e aliados, suponho que ele tenha feito muitas concessões, como essa do secretário. Deve ter outros podres nesse governo, mesmo que ele seja bem intencionado
    – até onde eu sei, não sabemos qual o posicionamento do Dória sobre o assunto, educação. Será que ele é contra a doutrinação na escola?
    O Dória tem feito um bom trabalho, mas é bom ter cautela

  4. PURO DESESPERO PETRALHA. JÁ COMEÇARA A QUERER DENEGRIR A IMAGEM DE DÓRIA, MAS ELE É MAIS FORTW PORQUE NÃO É POLITICO, NÃO TEM O RABO PRESO E AINDA COMBATE O LUA, NÃO ROUBA IGUA AOS PETISTAS E TRABELHA MUITO, DIFERENTEMENTE DOS ESQUERDOPATAS. DÁ-LHES DÓRIA1

Deixe uma resposta