Esquerdistas dizem que o termo "mãe de todas as bombas" é sexista

4
73

Pode parecer zoeira, mas não é.

O fato é que logo após o lançamento da MOAB (“mother of all bombs” ou “mãe de todas as bombas”) sobre o ISIS – matando 36 terroristas – começou um  novo chorume pela esquerda norte-americana.

É que, segundo vários esquerdistas, o termo “mãe de todas as bombas” seria sexista.

Se você duvida, veja os prints abaixo:

moab_01

moab_02

moab_03

Obviamente, teve gente que não perdoou e partiu para a troça:

moab_05

O The Blaze lembra que o termo “mãe de todos(as)” é comumente utilizado para indicar que algo é o maior dentre os maiores, como lembrou até mesmo o Washington Post que, mesmo sendo de esquerda, saiu do sério.

moab_04

Por exemplo, em 1991 na Nova Zelândia, os deputados falaram da “mãe de todos os orçamentos”. Restaurantes falam em “mãe de todos os hambúrgueres” e daí por diante.

A esquerda fundiu a cabeça de seus funcionais.

Anúncios

4 COMMENTS

  1. Meu deus…. Essa bomba já existe há tantos anos. É o artefato explosivo não nuclear mais poderoso. Por isso foi batizada assim.
    E para os gênios, deveriam saber que os russos desde 2007 tem o FOAB (Pai de Todas as Bombas). É sexista?

  2. Se caísse na cabeça de Israel seria um símbolo de empoderamento. Mãe Rússia manteve esse título durante a invasão da Alemanha Nazista mas também durante o holomodor ucraniano. Nunca vi um esquerdista reclamando dessa alcunha.

Deixe uma resposta