Lula foi extremamente honesto com os petistas e demais socialistas

0
53

O Antagonista escreve:

Lula é a maior fraude de todos os tempos. Ele enganou a maioria dos brasileiros. Em particular, ele enganou a esquerda. Em seu depoimento, Pedro Novis disse que Emilio Odebrecht era “o empresário de maior proximidade com Lula”. Eles se conheceram na década de 1980. O pelego Lula era convocado por Emilio Odebrecht para sedar as greves na indústria da Bahia. Quando se tornou presidente da República, Lula cumpriu a promessa de entregar o setor petroquímico para seu patrão. Primeiro, ele impediu que os esquerdistas da Petrobras comprassem o grupo Ipiranga. Em seguida, ele mandou anexar a estatal à Braskem.

A coisa é bem diferente. A análise acima traz um tanto de paternalismo.

Decerto Lula enganou a maioria dos brasileiros, mas foi honestíssimo com a extrema-esquerda (que o Antagonista chama erradamente apenas de “esquerda”).

Na verdade, todo o esquemão de corrupção do qual Lula é o cabeça – segundo os procuradores da Lava Jato – é apenas a conquista do objetivo do socialismo: saquear o estado no intuito de conquistar poder totalitário, para depois mamar até quando der.

Obviamente não há grana para todos os socialistas. A maioria é composta de funcionais, que meramente obterão satisfação psicológica ao ver seu macho-alfa viver como um nababo às custas do erário, como ocorre em Cuba, Venezuela e Coreia do Norte.

Mas para os líderes, há grana sobrando, sempre a partir do saqueamento estatal, que foi exatamente o que Lula coordenou. O que está sendo revelado nas delações da Odebrecht é apenas o que se espera de um partido socialista no poder.

Em relação aos socialistas, Lula não os decepcionou nem um pouquinho. Ao contrário: fez o que dele se esperava. Por isso, o povo tem motivos para ficar revoltado.

Anúncios

Deixe uma resposta