A derrota do “jornalismo” veio a cavalo

0
25

Se a vitória de Trump representa alguma coisa, certamente é a derrota do “jornalismo”, especialmente dos boçais e arrogantes propagandistas de Hillary aqui no Brasil. Após meses de torcida disfarçada de notícia, toda a grande mídia nacional se vê diante de um fato: ela já não consegue mais fazer tantos de idiota como conseguia na passado.

Ver a cara de quase choro de Guga Chacra, o rosto desolado de Caio Blinder e Diogo Mainardi, o desgosto evidente de Merval Pereira e as manchetes apocalípticas que já começaram a surgir chega a ser gratificante. Esses sujeitos tentaram enganar a todos por muito tempo, abdicando daquela que deveria ser a função de um jornalista: informar. Em vez de notícias e fatos, fizeram propaganda para a psicopata Hillary Clinton e proselitismo new-left.

Neste momento, o clima deve ser de luto dentro da central Globo News de “jornalismo”. Certamente estão planejando o noticiário do dia cheio de apelos emocionais, manchetes sensacionalistas para tentar causar medo nas pessoas, além da análise de “especialistas” que nunca deram uma bola dentro.

Trump venceu, o que pode ser bom ou ruim. A boa notícia mesmo é que Hillary perdeu, e junto com ela toda essa casta de propagandistas que assumiram cargos dentro das redações de jornal, tanto aqui como lá.

Anúncios

Deixe uma resposta