Doria ofende eleitores de direita ao relacionar sua ações à "social democracia"

7
239

O que João Doria está fazendo pode lhe custar boa parte do capital político que conseguiu ao iniciar seu mandato como prefeito com uma gestão inovadora, diminuir gastos públicos, reduzir o aparelhamento, propor uma visão política orientada à boa administração do estado e, é claro, rivalizar com o PT.

Algum espírito de porco, ops, de tucano deve ter lhe orientado na direção de que seria bom ele aparecer em público dizendo ser adepto “da social democracia”, mesmo executando várias ações que nada tem a ver com esse sistema. Uma análise preliminar a respeito disso foi publicada aqui.

O pior é quando ele parte para a avacalhação dos eleitores de direita ao dizer que a postura “de esquerda” se preocupa com os pobres e humildes. Nisto, ele está dizendo que os eleitores de direita não se preocupariam com os pobres e humildes na mesma proporção? Será que é assim que Doria quer retribuir o apoio que tem recebido da direita? Partindo para o desrespeito e até a distorcer as intenções da direita?

Vale dar uma lidinha no livro “Who Really Cares?”, de Arthur C. Brooks, que demonstra que a caridade de direitistas é maior que a de esquerdistas.

Aliás, o uso de parceria privadas para melhorar a vida dos pobres é uma ação essencialmente de direita. Já inchar o estado sob pretexto de “ajudar os pobres” é uma ação exclusivamente de esquerda. Cada um que escolha o seu lado.

Assim, João Doria precisa começar a escolher que narrativas buscará utilizar. Se ele quiser se declarar “social democrata”, poderá ser visualizado como alguém que usa os pobres como pretexto para inchamento estatal, mas suas parcerias com a iniciativa privada vão na direção contrária.

Observe que isso não desmerece a até então ótima gestão Doria na prefeitura de São Paulo. Ele decididamente não está agindo como um tucano, nem aqui e nem em Seul. Pena que está discursando sob o mesmo padrão de gente como Aécio e Serra.

Parece que ele anda recebendo conselhos errados e falando cada vez mais em ser um “social democrata”. Se existir um alinhamento entre o que é realmente a social democracia e algum programa futuro a ser implementado pelo prefeito, podemos esperar que muito do que ele está fazendo atualmente será trocado por intervenções estatais excessivas e inchamento da máquina pública. Não foi para isso que apoiamos Doria.

Assim, cabe que o prefeito reconsidere o que tem dito e até pense em se desculpar pela terminologia utilizada. À toda direita que o tem apoiado, usar o termo “social democracia” chega a ser assustador. Pior ainda é sair dizendo que seu pensamento (o “de esquerda”) representaria os pobres e oprimidos, diferentemente da direita. Aí já entramos na seara da ofensa aos eleitores de direita que nele apostam.

Os direitistas devem se rebelar e não admitir serem rotulados de “pessoas que se preocupam menos com os pobres e oprimidos do que os esquerdistas”, principalmente por um prefeito a quem estão dando apoio.

João Doria, preste atenção nas mensagens que você comunica!

Anúncios

7 COMMENTS

  1. Ele se elegeu pelo partido da Social Democracia. Se for candidato a Presidente, parece que pretende sê-lo pelo partido da Social Democracia, nada mais lógico do que vestir a camisa da Social Democracia e se posicionar contra a direita, seja ela liberal, libertária ou conservadora.

    Embora tenha endossado algumas atitudes do Doria, nunca tive a ilusão de que ele fosse um candidato da Direita. Para mim, enquanto estiver ligado à Social Democracia, ele é apenas um upgrade socialista do aécio.0.

  2. Ah! Pelamor!!! Todo mundo sabe que o PSDB é de esquerda e tem acordo firmado com o PT no revezamento do poder, o “Pacto de Pricenton”.

    Ele foi colocado lá pelo Foro de São Paulo para impedir outros candidatos, como o Bolsonaro, por exemplo, tenham alguma vantagem na disputa eleitoral.

    Se alguém se diz de “direita” e cai na conversa do Dória e, pior, vai votar nele, tem mais é que gemer embaixo do esquerdismo mesmo…

  3. O engraçada que ele é perseguido justamente pela esquerda. A mesma que usa os pobres para conseguir alcançar seus próprios objetivos.

  4. Mas gente, ” Se ele quiser se declarar “social democrata”, poderá ser visualizado como alguém que usa os pobres como pretexto para inchamento estatal”!!!!! O cara fala de boca cheia e já falou até na TV aberta q sua ideologia é social democrata. Deu entrevista recente defendendo a social democracia. Fez propaganda do seu plano corujão, q no fim descobriram nada mais q marketing e as propagandas pararam. Até o catraca livre ta fazendo propaganda pro cara!!!! Oq mais falta pra convencer???? Parem de sonhar com o cara!!! É tucano, é psdb, é social democrata; esse papo q os caciques não o queriam é papo de cacique pra bobear a direita q nem sabe oq é direita!

  5. Parece uma piada , socialismo é de esquerda mas a social democracia do PT alemão é de direita né? Esse livro que citou deveria ser traduzido para o português.

  6. Ótima gestão? Será que ele extinguiu​ algum imposto municipal diminuindo o peso do Estado? Se está diminuindo o gasto público mas a arrecadação continua a mesma, de que adianta as parcerias com a iniciativa privada? Ele andou é aprovando uma lei de Haddad que multa em 100% quem ficar devendo impostos e taxou o Uber. Fez 50 acordos comerciais com uma teocracia islâmica que não é
    conhecida por honrar compromissos e até agora não sabemos se é contra o aborto, abertura irresponsável das fronteiras (seu partido é), se apóia o fim do estatuto do desarmamento, se é contra ditaduras comunistas, se quer a desmilitarizacao da PM (sonho dos comunistas) etc. Mas mesmo assim tem gente que o deseja na presidência do país… Tenha paciência!

Deixe uma resposta