A ONU que luta para manter doutrinação de crianças no Brasil silenciou diante do horror na Venezuela

3
114

O site JornaLivre acaba de publicar três imagens de uma mulher que se tornou um símbolo mundial da luta contra a tirania após confrontar um tanque da ditadura de Maduro.

Ocorre que o exército de Maduro usa esses tanques para massacrar o povo que protesta contra o racionamento, o caos econômico e o aprisionamento de políticos.

Quando a mulher confrontou o tanque, permitiu a reprodução de uma imagem já vista em 1989, na China, no massacre da Paz Celestial, outra atrocidade praticada por socialistas.

Relembre:

china-venezuela

Agora vemos, nas imagens abaixo, que a mulher foi presa após ter ficado na frente do tanque.

Observe:

Señora-frente-a-tanqueta

Señora-frente-a-tanqueta.jpg3_

 

A ONU protestou a favor dos doutrinadores de crianças no Brasil. Ficaram a favor de pessoas que usam salas de aula fechadas para oprimir e coagir alunos, impedindo que eles tenham direito ao contraditório enquanto são submetidos a sessões de propaganda eleitoral no horário em que deveriam receber aula.

Para defender esse tipo de gente, a ONU agiu de forma rápida e enérgica, embora ao final tenha dado mais argumentos para aqueles que lutam contra a doutrinação, pois hoje em dia ser inimigo da ONU é um mérito.

Enquanto isso, a ONU praticamente nada faz contra a barbárie estabelecida por Maduro contra seu povo. Isso dá o tom da moral apodrecida desta organização.

Anúncios

3 COMMENTS

  1. onu – sim com letras minusculas – é uma organização tão criminosas quanto o pt no brasil que busca alienar as mentes para maior controle – dessa forma disfarçando suas verdadeiras intenções. e que para a humanidade não são nada boas – vai trump tire as subvençoes desses bandidos disfarçados de pseudo intelectuais

Deixe uma resposta