Berkeley peida na farofa e reverte cancelamento de palestra de Ann Coulter

0
129

A Universidade de Berkeley caminha a passos largos para se tornar uma inimiga da civilização ao promover a censura. Recentemente, a escória que dirige a universidade havia inventado um falso motivo – de falta de segurança – para cancelar uma palestra de Ann Coulter no local.

Depois de intensa pressão, os totalitários foram obrigados a voltar atrás. O diretor da universidade, Nicholas Dirks, disse que Ann Coulter poderia palestrar por lá em um “recinto seguro”. Outro membro da universidade, Dan Mogulof, disse que a palestra ocorrerá no campus, mas a localização exata será divulgada posteriormente.

Dirks surge com o mesmo papo-furado de sempre: “A preocupação realmente tem a ver com a segurança dos estudantes, independentemente da visão política dos palestrantes”. Ele também disse que a política “tem elementos de inteligência para tratar de ameaças que podem gerar ameaçar a palestrantes”, sua audiência e os manifestantes.

Coulter tinha agendado sua palestra originalmente para 27 de Abril, mas os administradores disseram que não conseguiriam garantir a segurança em tempo. Ela disse: “O que eles vão fazer? Vão me prender? Eu vou com certeza dar a palestra”. A palestra deve ocorrer em Maio.

A Universidade de Berkeley tem sido acusada de incentivar os grupos de extrema-esquerda contra os manifestantes de direita. O pico dos ataques aconteceu quando Milo Yiannopoulos foi impedido de palestrar em Berkeley, no início de fevereiro, devido à ação violenta – de tons marxistas e fascistas – de grupos de extrema-esquerda.

Anúncios

Deixe uma resposta