Bill Maher diz que cancelamento forçado de palestras é a versão esquerdista da queima de livros

1
164

Em seu programa “Real Time” da última sexta (21), o esquerdista Bill Maher falou da tentativa da UC Berkeley de cancelar a palestra de Ann Coulter.

“Berkeley era habitualmente vista como o berço da livre expressão, e agora é o berço desses bebês de merda”, disse Maher. “Esta é a versão esquerdista para a queima de livros e precisa parar”, continuou Maher.

O âncora também refutou Howard Dean, que utilizou a típica narrativa censória ao dizer que “discurso de ódio não é protegido pela Primeira Emenda”. Em resposta, Maher disse: “É sim! Ameaças não são protegidas pela Primeira Emenda. Esta é a razão pela qual a Suprema Corte disse que os nazistas podiam marchar em Skokie. Eles são odiosos, mas isto é o que significa a Primeira Emenda, que não tem nada a ver com ‘cale a boca e concorde comigo’”.

Ao fim, Maher disse ser inacreditável ter que dizer coisas assim aos seus amigos de esquerda.

Anúncios

1 COMMENT

Deixe uma resposta