Como a escolha narrativa da direita ajuda a aumentar o potencial de votos de Lula?

32
139

Pesquisa do Ibope da semana passada mostroua que Lula novamente seria o presidenciável com maior potencial de voto entre nove nomes testados pelo instituto.

Cerca de 30% disseram que votariam nele com certeza, enquanto 17% poderiam fazê-lo ocasionalmente. Já os que não votariam nele de jeito nenhum chegam 51%. Desde o impeachment de Dilma, a rejeição de Lula teria caído 14 pontos.

As intenções de votos de tucanos como Aécio, Serra e Alckmin caíram para, respectivamente 22%, 25% e 22%. Respectivamente, as taxas de rejeições dos três tucanos são 62%, 58% e 54%.

Doria tem 24% de eleitores potenciais, sendo que metade votaria nele com certeza. O detalhe é que ele é desconhecido por 44% do público, o que é bom para ele, pois o potencial de crescimento é considerável. Ademais, sua rejeição é bem menor que a dos concorrentes dentro do partido: 32%. As informações são da Jovem Pan.

Aqui colocamos a direita diante de duas escolhas psicológicas, sendo a primeira delas negar a pesquisa e fingir que tudo está bem. Outra escolha é encarar que, mesmo possivelmente enviesada, a pesquisa traduz o óbvio: a guerra de narrativas está gerando resultados bons para o líder petista.

Na verdade é muito óbvio. Seres humanos trabalham por comparação e distinção. Para qualquer objeto que se olhe, o animal humano o distinguirá dos outros objetos. A partir daí, a mente faz comparações. Na verdade, isso serve para qualquer espécie animal.

Uma vez que a narrativa de uma parte da direita vai na direção de eliminar qualquer distinção entre petistas e demais corruptos – por olhar apenas sob o prisma da prática de corrupção e fingir que elementos como comando da corrupção e projeto totalitário são inexistentes ou irrelevantes -, não haverá mais comparações desfavoráveis aos petistas.

Com “todos no mesmo balaio”, o petista apelará ao que consegue vender como “diferencial”, isto é, ter supostamente fornecido alguns ganhos sociais.

Podemos até obter anestésicos dizendo que “as pesquisas são falsas” ou que “Lula vai ser preso e todo o problema será resolvido”. Mas será apenas isso: um anestésico. A causa maior do problema da direita está em sua inabilidade de descrever o mundo de forma coerente e alinhada a um projeto de poder.

É urgente que a direita abandone a narrativa de que “todos são iguais” e passe a identificar no líder petista e no PT o diferencial negativo, ou seja, que além de corrupto, o partido praticou a corrupção em escala inédita e tudo servia a um projeto totalitário de poder, esta a mais grave das aberrações morais do partido.

A boa notícia é que está nas mãos da direita abandonar a narrativa fracassada de que “todos são iguais” e finalmente acabar com as chances de Lula em 2018.

Anúncios

32 COMMENTS

    • Eu estou esperando isso faz tempo também. Se fala muito em a direita precisa fazer isso, precisa fazer aquilo, mas candidato que é bom… nada.

      A verdade é que no Brasil a direita são alguns inconformados com esse estado de coisas, mas nenhuma pessoa que de a cara para bater realmente.

      Aí ficamos assim, esquerda, extrema esquerda, esquerda, extrema esquerda…de quatro em quatro esse troca troca

    • Ainda que não seja possível identificar canditados potenciais de direita/libeirais, o principal objetivo agora é manter a extrema esquerda fora do poder. Do contrário correremos o risco de ter essa patota controlando a máquina de estado novamente e condenando o país ao atrazo por mil anos.

  1. Concordo plenamente com a análise, mas o problema é que a “direita” no Brasil não está consolidada. Ela ainda sofre com décadas de difamação por parte dos esquerdistas. Para qualquer um que ande pelas bairros do Rio, por exemplo, não raro verá gente engajada com causas esquerdistas como se isso fosse um atestado de moralidade ou o raio que o valha.

    Infelizmente, acho que a direita deve buscar se fortalecer como mentalidade e fugir das cordas que a esquerda a empurrou ao longo dos tempos. Além do objetivo de fortalecer, resta apoiar os candidatos que pelo menos se situem mais ao centro do que a esquerda, como é o caso do Dória. Teria o Bolsonaro também, mas se fizer uma análise fria, dá para ver que o Bolsonaro é mais de direita no discurso uma vez que ele vem da escola dos militares brasileiros com total enfase no “Estado”, assim, de modo oposto ao que o liberalismo propõe no que mais importa. Pelo menos o Dória ainda dá uns tapas no Lula e privatiza algumas coisas, enquanto o Bolsonaro se enrola com lixos como Maria do Rosário ou Jean Wyllis.

  2. Por isso repito aqui o que disse recentemente na sua página do Facebook: Não seria melhor ter novas eleições?

    A direita brasileira é muita burra.

    Se houvesse novas eleições ainda esse ano, Lula nesse momento estaria fora da mesma devido ao seu envolvimento com a Lava-jato. Esperar até 2018 é o que o Lula mais quer nesse momento, pois a burrice da direita brasileira vai acabar fortalecendo esse homem.

    • Novas eleições seria a pior coisa que poderia acontecer. Não existem candidatos liberais consolidados, e pelo bem pelos mal o Temer está andando com as reformas. Eleições aumentariam a insegurança de investimentos, interromperia as reformas e ainda poderiamos “ganhar” um Lula de presente.

      • “Ganhar um Lula de presente” acho muito difícil. Devido ao envolvimento de Lula na Lava-Jato, ele provavelmente não poderá concorrer.

        Temer não está conseguindo andar com as reformas, pois é muito pateta. É só ver como os projetos originas sobre previdência e leis trabalhistas já foram mudadas tantas vezes que praticamente ficará a mesma coisa.

        Até 2018 acho muito difícil aparecer candidatos liberais econômicos, e mesmo que apareça, provavelmente esse candidato não saberá como explicar ao estatólatra povo brasileiro do porque temos que ter uma economia mais aberta…

        Lula irá se fortalecer até 2018. Nesse momento ele está fraco devido as provas materiais apresentadas pelo Léo Pinheiro. Acredito que a tendencia é dele cair nas pesquisas.

      • O Temer é aquele cara que tem tudo para dar certo só que escute demais os “amigos” e no fim muda tudo que pensou chegando no mesmo ponto do início

        Parece cachorro tentando pegar o próprio rabo, só anda em círculos

        Já o Lula o máximo que ele consegue são seus próprios seguidores, todos que são ajudados pelo estado de alguma forma ou que podem conseguir algo caso ele ganhe

        Praticamente qualquer político que disputar contra o Lula tem a faca e o queijo nas mãos. Ele só ganha se seus adversários foram frouxos como o Aécio… ixi estamos ferrados kkk

    • Pelo contrário, é agora que o Lula vai conseguir concorrer. Muito provavelmente será condenado por Moro e pelo tribunal de 2a instância em pouco tempo e aí legalmente não poderá ser candidato.

      Tanto é que o PT várias vezes tentou emplacar a bandeira de eleições imediatas. Eles sabem que o tempo trabalha contra eles.

      • Que contradição Marcos!

        “Pelo contrário, é agora que o Lula vai conseguir concorrer. Muito provavelmente será condenado por Moro e pelo tribunal de 2a instância em pouco tempo e aí legalmente não poderá ser candidato.”

        Se ele será condenado pelo Moro e pelo tribunal de 2a instância e em pouco tempo legalmente não será mais candidato, por que então não aproveitar o momento para termos novas eleições?

        Se esperar até 2018 você não acha que a maré pode mudar a favor do cachaceiro? Você não acha que a imprensa esquerdista brasileira não vai começar uma “operação salva Lula”, através de matérias exaltando esse homem? Você acha que a burra direita brasileira não vai fazer burrada e fortalecer o Lula? Você não acha que todas as instancias da fajuta Republica até 2018 não irão arranjar uma forma de colocar o Lula na disputa presidencial?

        “Tanto é que o PT várias vezes tentou emplacar a bandeira de eleições imediatas. Eles sabem que o tempo trabalha contra eles.”

        O tempo é aliado nesse momento do PT. Eles pediam novas eleições quando o impeachment de Dilma tinha ainda pouco tempo. Tempo é o que mais o Lula quer. Não vê que ele está fazendo de tudo para atrasar…Até 2018 Lula estará mais forte, ai sim ficará difícil uma oposição forte.

        Atualmente se a direita e liberais, ou algo que se pareça com isso, começar a pedir novas eleições, vejamos se os petistas, ou a esquerda brasileira, irá começar a concordar com isso?

  3. Cara, eu curto pra caramba seu site e sou inscrito para receber suas publicações. Mas confesso que fiquei deveras preocupado agora. Não com essa pesquisa, mas por você, um cara que é referência, estar abraçando uma pesquisa completamente irreal. Para começar, essa pesquisa do Ibope é de 50 dias atrás e foi revista agora por dois jornais. Segundo que, já lá atrás ela já era falsa – completamente falsa. Acreditar nessa peça de ficção é estar completamente fora da realidade. Lula – se tiver – talvez tenha pouco mais de 10% – se tiver. Eu também não gosto e combato o discurso de que todos roubaram e todos são ladrões. Mas de forma nenhuma eu acreditaria que isso pode influenciar um resultado eleitoral. O Lula tem uma média de 60% de rejeição total. Outras pessoas não gostariam de votar nele se tiverem outro candidato. Lula está morto. E esse papo de que certos discursos instigam o volta Lula é o mesmo discurso de Reinaldo Azevedo. Totalmente falácia.

    • Falta MUITO pragmatismo aí. Enumerando:

      1 – pesquisa, sendo falsa ou não, é aplicação de narrativa. Serve para pegar quem não conhece guerra política (a maioria da população) achar que “ferrou tudo” por “não ter opção”, Isso faz as pessoas votarem mais em branco/nulo;

      2 – por mais que a pesquisa seja falsa, Lula ainda é o mais forte (e ameaça real) nas eleições. Então, tudo o que foi dito sobre consolidar a direita ainda é 100% válido. Inclusive critiquei outra postagem aqui onde foi mencionada “vitória de Pirro” para a esquerda, já que, na guerra de atrito, eles ainda tem mais poder de fogo (doutrinação escolar, verba estatal, censura da mídia) para queimar do que a direita.

      3 – supor que Lula tenha pouco mais de 10% é uma falácia ainda pior, já que, enquanto os “institutos” (mentirosos) ainda são institutos de pesquisa, esses 10% afirmados não tem sequer fonte. Por mais que pareça correto, é um recorte da realidade que você conhece. Que pode ser totalmente diferente nos municípios mais pobres do país, por exemplo.

      Em suma: o alerta está aí. Se preferir ignorá-lo, firmeza. Mas quem é prudente não desconsidera alertas – afinal, a lei de Murphy não perdoa.

    • Concordo plenamente com você, Sandro. Lula da Silva é, hoje, um cadáver político,. Chega a ser comovente o esforço das viuvinhas do Jararaca nos sentido de lhe dar uma sobrevida, Para livrá-lo da prisão, não para elegê-lo, pois sabem que é tarefa impossível, mesmo com as urnas da Smartimatic. As “pesquisas” caminham por aí. Mas, felizmente, não há cristão que possa ressuscitá-lo. A Lava Jato o matou bem morto.

  4. a questão é simples: “todos são iguais” é narrativa que beneficia EXCLUSIVAMENTE o PT e a extrema esquerda. além disso, é uma MENTIRA: qualquer um sabe que o PT e a extrema esquerda são totalitários, coisa que o PSDB, por exemplo, não é. Além de o PT e a extrema esquerda serem absurdamente MAIS CORRUPTOS do que tucanos ou mesmo PMDBistas ou qualquer outro parâmetro neste país.

    Falam que “é tudo a mesma coisa”, mas Temer tem na estante o ORVIL (pesquisar o que isto significa), meteu teto de gastos, terceirização, quer privatizar, fazer reforma trabalhista, da previdência, quer acabar com o imposto sindical…. é a MESMA COISA que Lula, PT e quejandos, com certeza (ironia).

    “todos são iguais” é ser idiota útil, adotando discurso do PSOL como se fosse próprio. Isto é o que a DIREITA XUCRA tem feito, COM GOSTO.

    Falar a VERDADE, que “todos NÃO” são iguais, além de tudo é uma questão de princípios, mas vejo a direita mentir descaradamente (alguns são idiotas úteis) só porque ACHAM que isso beneficia o Bolsonaro.

  5. É que nem o tempo que a direita xucra perde com o Doria… todos sabem o “efeito negativo do Trump”. pois é, embora injusto ele existe… e os bobinhos ainda queriam que o dória entrasse numa briga em que não ganharia nada e perderia muito. o doria tem mais é que lacrar um “sou 100% hillary” e NEM COMEÇAR essa discussão besta.
    o tempo do doria tem que ser gasto ADMINISTRANDO e CHAMANDO O LULA DE LADRÃO e não se posicionando sobre supostas preferências sobre presidenciáveis dos EUA.
    o dória deu um chapéu na imprensa e os bobinhos queriam que ele metesse os pés pelas mãos.

    • Depende… enquanto concordo que, se ele se posicionasse a favor de Trump perderia alguns votos, ele poderia simplesmente contornar a questão. Ainda acredito que o “sou social democrata”, “prefiro a Hillary”, entre outros, é para amenizar o impacto dentro do PSDB. Finge concordar com tudo para que concordem com ele – e, diga-se de passagem, já está mostrando resultados.

      Mas existe sempre o risco dele se tornar o que diz ser… como sempre, fiquemos atentos.

  6. Perfeita análise, o Reinaldo Azevedo vem falando isso há muito tempo e sendo massacrado por isso, pelos idiotas. A realidade é que os bolsominions são responsáveis por isso, junto com os cegos que batem palmas para o MPF sem ressalvas

    • Sua análise está correta, porém quem faz isso é a extrema direita nacionalista, que na verdade não é direta coisa nenhuma, nada a ver com a verdadeira direta liberal

  7. TOCANDO FLAUTA DE JOELHOS. OU; DIREITA “XUPA”

    Tucanaldo Azevedo, o “Paulo Henrique Amorim dos tucanos”, representante máximo da direita “xupa”,dp PSDB, teve mais um ataque de pelanca. “Ah!”, “Oh!”, exclamou, entre gritinhos e esgares histéricos, o nosso “cavaleiro impoluto”, na sua ânsia incontida de agradar os próceres da Mela Jato e fazer a defesa prévia dos políticos tucanos delatados. Vejam a que ponto chegou o abestado, ao comentar um trecho do livro do Deltan Dallagnol (em “Deltan junto com o PT: impeachment só queria golpear a Lava Jato”).

    “Em 12 de maio de 2016, o clima de instabilidade política levaria ao afastamento provisório da presidente Dilma pelo Senado Federal, mas não seria capaz de parar a Lava Jato. Ainda que esse fosse o plano. Apenas 11 dias depois, veio a público a gravação de uma conversa de março entre Sergio Machado, ex-presidente da Transpetro, e Romero Jucá, recém-empossado ministro do Planejamento e um dos principais líderes do PMDB”.

    Tucanaldo Azevedo, o Numinoso, abusa desse texto do Dallagnol – estupra-o, na verdade! – para dizer que o procurador estaria afirmando que “o impedimento da agora ex-presidente foi só uma tentativa de barrar a Lava Jato”. Uma interpretação digna de quem quer “ganhar curtidas de imbecis”. É “uma insanidade”. Ora, semelhante interpretação só se justificaria por obtusidade córnea ou má-fé cínica. Em se tratando do “Paulo Henrique Amorim dos tucanos”, fico com as duas alternativas. Fora disto, o analfabetismo funcional. Ou ele, também. Vamos corrigi-la, então.

    É de uma “obviedade ululante” que, para qualquer que tenha pelo menos dois neurônios no cérebro – e o tucano em questão alega que “tem tutano” – fica mais do que evidente que Dallagnol – em se tratando de quem é, inclusive – está dizendo que os adversários da Lava Jato (não os que a apoiavam, nem os que apoiavam o impeachment) poderiam querer se aproveitar do clima de instabilidade gerado pelo afastamento provisório da presidente para parar a Lava Jato. Mas, segundo ele, não seria possível, ainda que fosse esse o plano – um plano de que a gravação que flagrou o Jucá falando em “estancar a sangria”, divulgada 11 dias depois, poderia ser uma indicação.

    Como se pode verificar, a interpretação dada ao texto pelo “Paulo Henrique Amorim dos tucanos” é de uma estultícia palmar ou, então – o que seria pior ainda -, de uma perfídia digna de alguém desprovido de escrúpulos e muito mal intencionado. Se perguntar não ofende, para quem esse desinformante de esquerda estaria “tocando flauta de joelhos”?

    Lucas Daniel

  8. O problema é que essa cultura de malandragem que é enraizada no Brasil, serve de adubo e água para a agenda esquerdista. As pessoas aqui querem se dar bem a qualquer custo e é dessa imbecilidade que a esquerda se aproveita.

    • Ou seja, temos o terreno fértil para a praga vermelha crescer e se instalar: falta de ética (especialmente com a coisa pública), de cidadania, de moralidade e de caráter.

  9. Luciano, nessa você pisou na bola. Você falou de direita. Não entendi qual direita é essa? No texto você só fala de PSDBistas. São esses o clã da direita?? Se for, sou obrigado a dizer que nesse artigo você defecou pela cloaca. PSDB nunca foi de direita, né? Direita no Brasil, não tem partido, apenas alguns políticos como a família Bolsonaro. Meu voto será para direita. A direita de verdade. Bolsonaro 2018!

  10. A “popularidade” de Lula da Silva – sabemos, agora, mercê das bombásticas revelações de Emílio e Marcelo Odebrecht – , nunca passou de uma lenda urbana, inflada por sórdidos e poderosos interesses, uma vez que foi eleito e reeleito de modo ilícito, com dinheiro desviado dos cofres públicos.

    Na verdade, ele nunca teve mais do que de 30 % de popularidade e intenções de votos, que é a cota dada pelos petistas ou seja, por aqueles que, tenha ele feito ou faça o mal que fizer, vão segui-lo tão bovinamente quanto o fizeram na época em que ainda tinha alguma credibilidade. O que passou de 30%, foi “popularidade” superfaturada, a fim de que o projeto criminoso de poder pudesse ter o curso que teve, sob um aparente respaldo da população ao “Guia Genial dos Povos” que o comandou, pelo menos no veredicto do MP. Agora, as viuvinhas estão tentando resssucitar o morto, que está bem morto, mortinho da silva

    Assim sendo, qualquer pesquisa que não retrate a profunda repulsa que o povo brasileiro sente por esse “sindicalista de resultados” e muitos pixulecos, pode e deve ser questionada, pois não resiste aos fatos. Aliás, mesmo a rejeição que os seus patronos da mídia admitem para ele – e que é, por certo, muito menor do que a real -, já o torna inelegível.

    Portanto, não há que temê-lo, mesmo porque ele será, como costuma dizer o Villa, candidato a Presdiente Bernardes – presídio de segurança máxima! E se for candidato – hipótese não totalmente descartável, já que aqui é Bruzundanga – será triturado pelo Dória

    Lucas Daniel.

  11. Ou seja, vc prefere ressaltar que seus políticos corruptos de direita são mais honestos pq tem um projeto de poder mais virtuoso, afinal são de direita e mesmo sendo corruptos isso lhes possibilita mais virtudes.

    É patético, o seu “diferencial negativo” é dizer que os corruptos do PT tem um projeto de poder deletério que os seus corruptos de estimação não tem.

    Afinal, por qual motivo a alma corrompida dos seus políticos de estimação, que não demonstram ter esse diferencial negativo (essa alma totalitária), teriam um projeto de poder mais virtuoso? Pelo que me parece o projeto de poder de todos os corruptos é: – angariar dinheiro para vencer eleições futuras em seu nome e em nome do seu partido; – aumentar o seu próprio patrimônio e; mais importante! – aumentar o seu poder para se manter no poder.

    Me explique como pensa um corrupto de direita e o que o torna mais virtuoso.

  12. Não estão no mesmo balaio?? Tá defendendo bandido, cidadão?? Fhc, o da amante em Paris à propina e seus tenentes aecio serra e alkmin todos corruptos iguais a lula e dilma roubando dinheiro do povo, não são a mesma merda? ? Farsante!
    VIVA BOLSONARO!
    VIVA O BRASIL LIVRE DO ESQUERDISMO!

Deixe uma resposta