Primeiro ministro húngaro diz que George Soros arruinou a vida de milhões de europeus

4
110

O primeiro ministro húngaro Viktor Orbán fez um discurso contundente no Parlamento Europeu nesta quarta, dizendo que a Hungria tem direito a auto-governança e defendeu suas ações em relação a imigração e contra o especulador George Soros.

“Eu sei que o poder, tamanho e peso da Hungria é muito menor do que o do especulador financeiro George Soros, que está atacando nosso país”, disse Orbán.  “A despeito de ter arruinado a vida de milhões de europeus com suas especulações financeira, ter sido penalizado na Hungria por especulações, e que é abertamente inimigo da Europa, ele é tão prestigiado que é recebido pelos principais líderes da União Europeia”.

Orbán ainda disse: “Não pode haver privilégios especiais, e ninguém está acima da lei – nem mesmo a turma de George Soros, que está gastando uma infinidade de dinheiro para dar apoio à imigração ilegal. Para conseguir seus objetivos ele paga várias organizações lobistas que atuam à margem da sociedade civil. Ele mantém uma rede de contatos ativa, com seus próprios promotores, sua própria midia, centenas de pessoas, e sua própria universidade”.

“Eu acredito que George Soros não pode ser subestimado: ele é um bilionário poderoso de enorme determinação que, em nome de seus interesses, não respeita nenhum homem e nem Deus”.  Obviamente, Soros e sua escória estão pressionando a Hungria por não ficar de quatro à imigração ilegal.

Anúncios

4 COMMENTS

  1. Onde se lê ““Eu sei que o poder, tamanho e peso da Hungria é muito melhor do que o do especulador financeiro George Soros” na verdade ele disse “sei que o poder, tamanho e peso da Hungria é muito menor do que o do especulador financeiro, George Soros” (“I know that the power, size and weight of Hungary is much smaller than that of the financial speculator, George Soros, who is now attacking Hungary,” Orbán said.). Fonte: Breitbart.

    É desse tipo de político, que não teme falar a verdade tal qual ela é, e que não tem o rabo preso com os globalistas e o politicamente correto, que o mundo precisa. Tal qual Trump e Bolsonaro.

Deixe uma resposta