Cineasta de esquerda Joss Whedon faz piada sexista e cruel contra vítimas de câncer para atacar Trump

3
90

O nível do cineasta esquerdista Joss Whedon é aquele que nós já conhecemos: da boca do lixo. Seus filmes até são divertidinhos, mas seu discurso político é uma afronta à civilização.

Agora, conforme o The Blaze, vemos que ele fez uma piada grosseira e cruel envolvendo garotas adolescentes que cumprimentaram o presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Paul Ryan.

Whedon disse: “Esta noite na Caça às Esposas na Casa Branca, Donny faz com que o apresentador P. Ryan dê a suas competidoras a carta ‘Not a 10’”. Ele fazia referência a carreira de Trump como produtor e apresentador de um reality show.

2017-04-27-twitter-josswhedon-paulryanpedophile_0

O detalhe é que as garotas da foto haviam superado o câncer e estavam sendo cumprimentadas por sua luta. Ryan havia postado: “Essas adolescentes do Wisconsin compartilharam comigo algumas histórias comoventes a respeito da luta contra o câncer durante a infância”.

Como não poderia deixar de ser, Whedon foi esculachado no Twitter:

foto1

foto2

foto3

Anúncios

3 COMMENTS

  1. Divertidinhos? O cara é um péssimo diretor, seus filmes são uma porcaria cheios de pedaços soltos e historinhas infantis mal contadas. Só na sociedade atual mesmo – onde a incompetência é supervalorizada – pra um merdinha desse adquirir status de celebridade.

Deixe uma resposta