Hillary dá uma de doida e diz que seria presidente se eleição fosse 10 dias antes

2
89

Como se pouca cara de pau fosse bobagem, Hillary Clinton encontrou um novo fator para se desculpar por sua derrota: a eleição ter ocorrido na data certa. Sim, é exatamente isso que você leu.

Em uma entrevista à CNN, ela disse ter assumido total responsabilidade pela derrota, mas, mesmo assim, após lembrar que os e-mails levantados pelo WikiLeaks assustaram alguns eleitores, disse: “Se a eleição tivesse sido em 27 de outubro, eu seria sua presidente”.

O detalhe é que as datas de eleições são previamente marcadas, e ambos os candidatos estão sujeitos às revelações que surgem no transcorrer do processo eleitoral. Por exemplo, as revelações de que Trump havia feito “comentários cruéis” sobre uma modelo apareceram em 8 de outubro. Ele poderia também ter dito: “Se a eleição tivesse sido em 7 de outubro, eu teria ganho com margem ainda maior”.

Em suma, Hillary ultrapassou os limites do ridículo.

Anúncios

2 COMMENTS

  1. Na verdade se Trump perdesse ele estaria inteiramente justificado a não se culpar totalmente pela perda devido a 2 motivos:

    1- Midia mundial corrupta (pró-Hillary);
    2- Governo corrupto (pró-Hillary, e espionagens contra Trump).

    O fato de Hillary ter perdido a eleição com todas essas vantagens mostra o grau de incompetência da mesma. O fato de ela não se culpar pela perda mostra o grau de solipsismo feminino, que se amplifica devido ao esquerdismo cultural(mulheres são mais esquerdistas que homens, o que os direitistas fazem com esses dados?).

Deixe uma resposta