Bill Maher detona vitimismo de Hillary e diz que sua derrota não decorreu da "misoginia"

1
135

Na última terça, Bill Maher – no programa “The Lead”, da CNN – disse que Hillary não perdeu por causa da “misoginia” (alegação da amigona de George Soros).

Sobre as razões, Maher disse: “Eu acho que a raça está mais na superfície e as pessoas falam sobre isso e existem movimentos como Black Lives Matter e eu fico feliz que eles existam, mas eu acho que nós fomos longe demais com a questão feminina em relação ao que deveríamos. Há cerca de 80 países que possuem mulheres na liderança, mas isso não ocorre com os Estados Unidos. De alguma maneira nós ficamos para trás nisso.  E uma porção de gente diz que votaria numa mulher, mas não especificamente em Hillary Clinton. Então vamos ver da próxima vez se há outra mulher para concorrer à presidência. Eu não sei quando isso irá ocorrer de novo, e nem sei se ocorrerá tão cedo”.

Ele lembrou que o Paquistão é liderado por uma mulher, mas não os EUA.

Anúncios

1 COMMENT

  1. Acho incrível a ignorância das pessoas, especialmente dos que se dizem “cultos” e “formadores de opinião”, quando dizem porcarias como “Há cerca de 80 países que possuem mulheres na liderança, mas isso não ocorre com os Estados Unidos”. Não existe nenhuma relação entre gênero e competência, mas os imbecis formadores de opiniões idiotas defendem que colocar uma mulher – mesmo sem merecer – num cargo de líder ou numa presidência de um país irá resolver todos os problemas do universo. Burrice surreal, pára o mundo que eu quero descer!

Deixe uma resposta