Custo da crueldade de Dilma é maior do que o da corrupção

0
90

O economista Eduardo Gianetti da Fonseca disse que a crise econômica não tem raiz na Lava Jato, além do fato de que a operação não agravou a crise coisíssima nenhuma.

Gianetti disse que a causa seria o que ele define como “incompetência do governo Dilma”, que causaria muito mais dano que a corrupção:

Acho que seria um erro de análise atribuir a atual crise econômica e o desemprego à Lava Jato. Estaríamos em crise e com alta taxa desemprego, independentemente da Lava Jato. Não foi a operação que criou esse problema. Ela ajudou a agravar, uma vez que as decisões tomadas no âmbito da corrupção que a operação está revelando foram péssimos investimentos. Um exemplo é a refinaria Abreu e Lima. Foram gastos dezenas de milhões de reais e nenhum real de retorno. A Lava Jato não causou a crise econômica.

Em resumo, a Lava Jato não estaria diretamente ligada à crise econômica, como diz Gianetti:

Ela é mais o sintoma da crise do que a causa original. Uma coisa é importante esclarecer: o custo econômico da incompetência do governo Dilma é muito maior do que toda a corrupção brasileira, por mais que você superestime essa corrupção. Estamos falando de toda ordem de magnitude. Mesmo na avaliação mais ambiciosa do tamanho da corrupção no País não chega nem perto do custo que teve para a sociedade o acúmulo de equívocos macroeconômicos e de política microeconômicas do governo Dilma.

O detalhe é que análise de Gianetti é paternal, e por isso ele busca tolos enganados onde só existem enganadores de tolos. Não é verdade que Dilma foi “incompetente”, mas sim que foi até competente na execução do projeto de poder com base no saqueamento do país. Talvez se existiu alguma “incompetência”, foi em não conseguir censurar a mídia em tempo.

Aquilo que Gianetti chama de incompetência na verdade é crueldade. Assim, mais justo é dizer que a crueldade de Dilma – que destruiu intencionalmente nossa economia em seu projeto de poder – foi mais danosa ao país do que a corrupção.

Anúncios

Deixe uma resposta