Justiceira social surta ao ver a Mulher Maravilha em barrinhas de proteína

3
101

As barrinhas de proteína Think Thin estão sendo perseguidas por justiceiros sociais por estarem promovendo o filme da Mulher Maravilha.

Jenanieve Hatch, uma justiceira social que escreve para o Huffington Post, fez um artigo chamado “Wonder Woman’ Partnered With Think Thin In Tone-Deaf Branding Move”.

Hatch disse que a parceria manda uma “mensagem muito conflitante às mulheres” e questiona “por que um filme de ação com uma mulher poderosa iria promover a ideia perigosa de que a magreza é sinônimo de saúde?”.

Aparentemente ninguém deu bola para esta narrativa.

Em tempo: a atriz Gal Gadot é costumeiramente perseguida por justiceiros sociais por ser israelense e já ter lutado no Exército de Israel.

Abaixo as barrinhas com as quais eles não estão sabendo lidar…

thinkthin

Anúncios

3 COMMENTS

  1. Sinônimo de saúde é a gorda mamute, né? Aquela que foge dos padrões patriarcais e do regime. Afinal de contas, o que é um infarto ou um diabetes quando o que está em jogo é “a causa”

Deixe uma resposta