Temer sairia livre se a Justiça seguisse a dica de Dilma quanto a "gravações de presidentes"

2
99

Como sempre, os petistas morrem pela boca.

Quando Dilma foi pega em gravações obstruindo a Justiça, ela esperneou até dizer chega, dizendo que aqueles que gravam presidentes e divulgam as gravações deveriam até ser presos.

Se a Justiça atual seguisse a regra estipulada por ela, Joesley deveria ter sido preso só por ter gravado um presidente e aqueles que autorizaram a divulgação das gravações iriam se ferrar.

Por sorte, a narrativa de Dilma foi refutada, e agora seu vice, Michel Temer (que a substituiu), foi pego pelas gravações. Isso só pode acontecer porque ninguém deu ouvido ao que a ex-presidente petista pediu.

Assista o vídeo editado por Felipe Moura Brasil:

Anúncios

2 COMMENTS

Deixe uma resposta