Petistas dizem que Congresso não tem legitimidade para eleger presidente, mas pode votar PEC do Miro

6
153

Mais uma vez, a total ausência de sendo moral da extrema-esquerda se manifesta.

Desesperados para usar toda a verba de propina adquirida nos últimos anos e tentar antecipar as eleições diretas (“o mais rápido possível”, exige Lula) na tentativa de ver seu líder-mor escapar da prisão, os arquitetos intelectuais do PT ensinaram uma palavra de ordem aos militantes.

Basicamente, eles são orientados a repetir o seguinte mantra: “O Congresso não pode eleger um presidente de acordo com a lei, pois muitos deles estão envolvidos em corrupção. Conclusão: o Congresso é ilegítimo”.

Mas espere aí: se o Congresso é ilegítimo, então como teria autoridade para votar uma emenda constitucional para alterar as regras de votação?

É nesse momento que o petista vai começar a te xingar, pois não tem argumentos.

Anúncios

6 COMMENTS

  1. Não dá para acreditar no que está acontecendo no país. De uma hora para a outra, uma crise terrível é criada e toda a imprensa se mobiliza no sentido de tirar o Temer.
    Acho que ninguém está defendendo o Temer como um líder popular, mas sinceramente acho que ele é o caminho mais seguro até 2018. Já falta um pouco mais de um ano para as eleições, o país estava começando a dar uma melhorada, daí cai um dilúvio. De repente, o Temer é prevaricador, o Temer quer estrangular a Lava Jato, o Temer tem encontros secretos com o Wesley, etc.
    Nem digo que tudo isso não seja verdade. Pode até ser. Mas veja que todas as denúncias estão aí desde muito tempo e ninguém disse nada. Mas quando o Temer se enfraqueceu por causa de um fato criado, aí todos os urubus partem como se a carniça estivesse temperada.
    E o detalhe! Reparem que todas essas denúncias 1) não se relacionam diretamente com a compra do silêncio de Temer (aliás, ninguém toca mais nessa tecla pois o aúdio não deixa isso explícito); 2) individualmente não tem força de derrubar um presidente, por isso é necessário agrupar todas elas e dá-lhe retórica.
    Hoje, o Temer está sendo derrubado mais pela retórica do que por um fato concreto. Não existe um fato concreto. O aúdio foi mal produzido, e nada ali seria suficiente para derrubar Temer.
    O que está acontecendo é realmente uma tentativa sórdida de derrubar o presidente por causa de um fusué criado pelo grupo Globo.

  2. Se o DJ Joesley Remix disse tudo o que disse a Temer, para a PGR com compras de procuradores e o aval do STF, e ainda assim recebeu dos mesmos uma série de benefícios fora liberdade e a oportunidade de usar as informações privilegiadas para enriquecer de maneira criminosa mais do que já havia feito… Como embasar o pedido de impeachment se a punição para este crime sob a ótica da justiça para quem está “delatando” é a impunidade?

  3. Luciano, você reparou que para compartilhar postagens no Facebook agora você precisa preencher Captcha… estou verificando isso em diversas páginas da direita. Isso é uma censura do Facebook e vai atrapalhar o compartilhamento de conteúdo de páginas liberais e conservadoras.

Deixe uma resposta