Ataque torpe de Janot aos direitos individuais de Reinaldo Azevedo marca fim do Estado de Direito no Brasil

92
627

Neste 23/05 o Estado de Direito acabou no Brasil, pois o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, decidiu revelar um grampo entre o jornalista Reinaldo Azevedo e a irmã de Aécio, Andrea Neves.  Detalhe: a conversa não continha nenhum crime, dando mostras claras de implementação de um estado policial como nos moldes venezuelanos. Com isso, Azevedo pediu demissão da revista Veja, pois nos áudios vazados por Janot ele criticava o veículo. Num telefonema grampeado com a irmã do senador Aécio Neves, Andrea Neves, ele chamou o conteúdo de uma reportagem de capa sobre senador de “nojento”.

A matéria do R7 diz:

A gravação foi feita depois da meia-noite do último dia 13 de abril, quinta-feira. A conversa entre Azevedo e Andrea foi anexada pela Procuradoria-Geral da República aos aúdios do inquérito que investiga o senador e a irmã.

Durante a conversa, eles falaram da Lava Jato e da revista Veja. Reinaldo criticou uma matéria de capa que fala sobre Aécio Neves. Quando o grampo foi divulgado, o colunista pediu demissão.

Veja um trecho da conversa:

Andrea Neves – Agora, que está acontecendo na Veja, o que o pessoal fez…

Reinaldo Azevedo – Ah, eu vi. É nojento, nojento. Eu vi.

Andrea Neves – Assinaram todos os jornalistas e vão pegar a loucura desse cara para esquentar a maluquice contra mim.

Reinaldo Azevedo – Tanto é que logo no primeiro parágrafo, a Veja publicou no começo de abril que não sei o que, na conta de Andrea Neves. Como se o depoimento do cara endossasse isso. E ele não fala isso.

Andrea Neves – Como se agora tivesse uma coleção de contas lá fora e a minha é uma delas.

Reinaldo Azevedo – Eu vou ter de entrar nessa história porque já haviam me enchido o saco. Vou entrar evidentemente com o meu texto e não com o deles. Pergunto: essas questões que você levantou para mim, posso colocar como se fosse resposta do Aécio?

Andrea Neves – Nós mandamos agora para a Veja uma nota para botar nessa matéria.

Reinaldo Azevedo – Não quer mandar para mim também?

Andrea Neves – Mando.

Leia na íntegra a nota divulgada por Reinaldo Azevedo:

“Pela ordem:

Comecemos pelas consequências.

Pedi demissão da VEJA. Na verdade, temos um contrato, que está sendo rompido a meu pedido. E a direção da revista concordou.

1: não sou investigado;

2: a transcrição da conversa privada, entre jornalista e sua fonte, não guarda relação com o objeto da investigação;

3: tornar público esse tipo de conversa é só uma maneira de intimidar jornalistas;

4: como Andrea e Aécio são minhas fontes, achei, num primeiro momento, que pudessem fazer isso; depois, pensei que seria de tal sorte absurdo que não aconteceria;

5: mas me ocorreu em seguida: “se estimulam que se grave ilegalmente o presidente, por que não fariam isso com um jornalista que é critico ao trabalho da patota”.

6: em qualquer democracia do mundo, a divulgação da conversa de um jornalista com sua fonte seria considerado um escândalo. Por aqui, não.

7: tratem, senhores jornalistas, de só falar bem da Lava Jato, de incensar seus comandantes.

8: Andrea estava grampeada, eu não. A divulgação dessa conversa me tem como foco, não a ela;

9: Bem, o blog está fora da VEJA. Se conseguir hospedá-lo em algum outro lugar, vocês ficarão sabendo.

10: O que se tem aí caracteriza um estado policial. Uma garantia constitucional de um indivíduo está sendo agredida por algo que nada tem a ver com a investigação;

11: e também há uma agressão a uma das garantias que tem a profissão. A menos que um crime esteja sendo cometido, o sigilo da conversa de um jornalista com sua fonte é um dos pilares do jornalismo”.

Não é preciso acrescentar algo ao que foi dito acima. Se Reinaldo cometeu um crime, que alguém especifique o que foi. Alguém disse que ele “combinava pauta” em telefone, e qual o problema disso? Qual o crime disso?

O Brasil virou Venezuela e a partir de agora tudo pode acontecer.

Em tempo: já discordei de Reinaldo Azevedo quando ele apoiou a arbitrariedade do STF contra Jair Bolsonaro – que tomou processo por ter dito que Maria do Rosário “não merece ser estuprada” -, mas isso ainda não é motivo para tolerar essa arbitrariedade contra ele. Discordo de várias críticas que ele faz a Sérgio Moro, mas isso ainda não é motivo para violar suas garantias individuais. Há quem possa dizer: “ah, eu não gosto de ser chamado de direita xucra”. Ora, rotule-o também. Isso também não é motivo para violar os direitos à privacidade de Reinaldo.

Não importa se alguém discorda ou não de Reinaldo Azevedo: em nome do Estado de Direito, é preciso ficar do lado dele. Não necessariamente de suas opiniões, mas de seus direitos como cidadão.

Se não tivermos nem isso, de que valem as instituições? Hoje, infelizmente, o Estado de Direito acabou no Brasil. Tudo pode acontecer com qualquer um.

Anúncios

92 COMMENTS

  1. Estado de direito no Brasil? Piada pronta. Agora prá que gastar saliva (ou dedos) defendendo esse sujeito(típico jornalista prostituta)? RA gosta de difamar não é mesmo? O karma é foda…

  2. Janot tem que ser mandado pro hospício ou cadeia. Ou pro Manicômio judiciário.
    A propósito, se Janot, o Maquiavel de galinheiro, que erradicar a corrupção, pq não começa prendendo juiz ladrão?
    Querem o Eike preso, mas o juiz que roubou os bens dele vai ser aposentado com salário integral.
    Pq o Dallagnol, que pensa que é o SuperPsol, não propõe uma lei botando na cadeia juízes ladrôes e aquele juíza que deixou uma menina na cela com 40 homens?
    Vamos fazer uma campanha: prendam todos os corruptos, juiz ladrão primeiro.

  3. Luciano, para! Não nos decepcione. O menos importante aqui é o sigilo de fonte/jornalista. Reinaldo tem atacado dia e noite a Lava Jato. A conversa dele não é simplesmente a conversa de um jornalista com sua fonte e sim de um jornalista a serviço do PSDB, em especial de Aécio – o que todos já sabíamos, pois era óbvio – que alugava sua pena à serviço de uma organização criminosa. Ponto.

    • O maior problema são os precedentes que se abrem se as críticas não forem a altura como você defende.

      O que a partir de agora seria um obstáculo para a PGR revelar áudios de um político opositor do PT que apenas mostrem divergências dele com seu próprio partido?! Sem crimes e apenas para destruir sua base…

      Já descarreguei por algumas vezes meus cartuchos contra o RA mas usei palavras como munição. Isso é uma afronta ao Estado de Direito sim.

      De qualquer forma acredito que RA saia por cima. A Veja com o petralha André Petry na chefia da Redação virou um panfletário comunista de DCE.

      • Achei muito estranha a decisao do Fachin de retirar o sigilo deste caso e fui procurar respostas. BINGO!
        No programa de segunda, 22, o Reinaldo destrinchou as ilegalidades dos atos praticados pelo Janot, Fachin e ate pela Carmen Lucia no caso JBS. Assistam e tirem suas proprias conclusoes.
        Na minha opiniao o Reinaldo recebeu no dia seguinte um cala-boca o que e muito grave uma vez que atinge o proprio exercicio da profissao.

    • Sem ofensa, penso que o menos importante aqui e o teor da conversa gravada.
      Achei muito estranha a decisao do Fachin ao levantar o sigilo deste caso e fui atras de respostas.
      BINGO! No programa de segunda, 22, o Reinaldo destrinchou todas as ilegalidades dos atos praticados por JANOT, FACHIN e ate pela CARMEN LUCIA no caso JBS.
      Assista e tire suas proprias conclusoes.
      Na minha opiniao o Reinaldo recebeu um cala-boca e isso e o mais importante, uma vez que se trata de uma ameaca ao proprio exercicio da profissao.

      • Acho que há pontos não compreendidos aqui.
        1° A conversa interceptada não foi de um jornalista e sua fonte. Foi a de uma investigada no processo. Isso tem que ficar bem claro.
        2° Cabe esclarecer que, como regra, os processos e seus documentos não são sigilosos. O sigilo é uma determinação do magistrado ou, em algumas situações previamente enumeradas, determinadas por lei.
        3° (apontamento pessoal) Acho que ele mereceu o desfecho da situação. Se de fato ele tem intimidade com a investigada e o irmão dela, sabe da indole de ambos. Se compactua com ambos a ponto de querer “direcionar” o espaço que tem num veículo de enorme acesso nacional, significa que o carater dele também é duvidoso.

  4. Com certeza o vazamento veio em represália aos excelentes textos dele sobre a delação dos irmãos Batista, o flagrante armado ao Presidente da República e o papel da PGR e do Ministro Fachin nisso tudo. E para complicar ele está coberto de razão e voltou a escrever muito bem. O PGR está jogando pesado e atacando sem parar, inclusive passando por cima da lei. Me lembrei de textos deste site sobre a importânciia do ataque na guerra política. Se Temer não reagir com firmeza acho que não vai resistir.

    • Temer está reagindo, botou as reformas para andar para desespero dos petralhas e, principalmente, a reforma trabalhista, abolindo o imposto sindical. È isso que mais preocupava. Minha leitura é que Temer está atacando nos pontos que o Janot junto com a Globo e a petralhada estava tentando obstruir. Antagonista é um ponto aparte. |O que eles fizeram não foi de graça. Todo mundo percebeu. Sem sequer conhecer o conteúdo das gravações publicava posts como este: Acabou, Temer!
      Quando o conteúdo das gravações veio à tona foi um fiasco. Eles continuam tentando desqualificar o laudo do perito Molina que disse que a gravação era tecnicamente imprestável.
      Em outro post o Antagonista diz que o Temer não tem mais força nem para reformar um lavabo. A Carmem Lúcia tem. Qualquer outro que vier a ser presidente tem caminho livre para as reformas. Todos sentimos a sensação de que alguém está nos chamando de trouxas.
      O RA perdeu muita força e credibilidade justamente porque foi contra o impeachment, contra a lavajato, ou seja contra o povo. Escolheu um lado e se deu mal.
      A hora do Antagonista vai chegar!

  5. Mas o Janot não estaria cometendo crime se não revelasse isso? Rsrs. Pelo que eu sei se uma pessoa sabe de um crime e não delata, essa pessoa comete crime de prevaricação ou algo assim então, não foi nada de mais. Além do mais essa bixa comunista e amarga merece o pior.

  6. E o PT tambem nao tem jornalistas e sites que trabalham para eles?Suas fontes tambem nao eram politicos?sites que eram pagos com dinheiro publico?Sr Janot ou outros procuradores se sentiram ofendidos?Processa!!Estes nao deveriam zelar pelas leis?A mim parece que com essa atitude deram razao ao Reinaldo Azevedo.Lembrando a todos que a direçao da veja esta um petista.

  7. Não sou fã do Reinaldo Azevedo e não concordo com algumas de suas idéias. Mas, o que está em questão é a publicação desnecessária, que só comprometia a relação trabalhista do jornalista. Chamar Janot de vovó Mafalda custou caro, não só para o Reinaldo Azevedo, mas, sobretudo para a democracia.

  8. Meu deus, o que aconteceu foi terrível.
    Desde o impeachment, eu parei de ser leitor assíduo do RA pois percebi um desvirtuamento na retórica dele, partindo não raro para ofensas cruas contra os integrantes da Lava Jato DE CURITIBA (importante distinguir as Lava Jatos, do Deltan e do Janot) e Moro. Sempre raciocínios rasos e muitas ofensas estúpidas nos blogs de RA. Nesse momento, migrei para o Antagonista.
    No Antagonista, passei a acompanhar várias notícias que não eram apresentadas nos meios “tradicionais” de comunicação. Logo virei leitor assíduo de lá. Mas surgiram os baques: o primeiro foi a cobertura sofrível da campanha de Trump, e depois a cobertura sofrível da ambuscada contra Temer (sim, agora posso afirmar que o que aconteceu foi uma ambuscada).
    Ironicamente, quando vi o Antagonista torcendo para a renuncia de Temer, tive certeza que o RA seria contra. E dito e feito, e novamente passei a acompanhar os posts de RA sobre a presepada contra Temer. E passando direto nos posts dos Antagonistas em que eles falam asneiras de coisas que eles nem entendem.
    Mas foi pego de surpresa com essa história da divulgação da conversa de RA pela PGR (vulgo Janot). Isso é inadmissível, isso é digno de escárnio.
    Novamente irônico, eu sempre achei balela a suposta luta pelo “estado democrático de direito”. Mas depois que o próprio RA é abatido por uma clara violação ao estado de direito, passo a acreditar que de fato estamos vivendo um risco nesse país. O PT saiu parcialmente do poder, mas novos atores do fracasso brasileiro estão expondo suas asinhas.
    E agora? Estou começando a achar aceitável a idéia absurda do Temer convocar as forças armadas para botar a ordem nesse barraco. Que se congele tudo, inclusive a Lava Jato, e vamos aos trancos e barrancos para 2018. Apenas as eleições de 2018 poderão dar um rumo a esse país.
    2017 está sendo um ano mais longo do que deveria…

    • “O PT saiu parcialmente do poder, mas novos atores do fracasso brasileiro estão expondo suas asinhas.”

      Se o Brasil fosse um filme de terror, esta seria a narrativa ao locutor da Globo anunciando o filme na Tela Quente 🙁

  9. Não morro de amores pelo Reinaldo. Nem me causa qualquer problema seus comentários . O que não pode acontecer é esse tipo de defesa onde juízes entram onde não deve entrar. Incomodados pelas mensagens do Reinaldo. Com ou sem fontes estar a favor ou contra isso não deve ser censurado. Sem julgamento do que o jornalista escreve Censura jamais.

  10. o pior é lêr os comentários ver que tem idiota que ainda fica aplaudindo o crime cometido pelo Janot, como tem idiota nesse país. Aliás o ocorrido só prova que ele sempre teve razão. O texto diz que é o fim do Estado de Direito, mas está um pouco atrasado, o Reinaldo vinha alertando exatamente sobre isso há muito tempo

  11. Não adianta, Luciano, os jumentos aprenderam a usar computador.
    O que eles não aprendem é que Constituição garante ao jornalista, TODOS os jornalistas, o sigilo de fonte;
    Não aprendem que o janot vai cortar a cabeça de TODOS os políticos que estiverem no caminho da ditadura de toga esquerdista que ele quer implantar.
    Não gostam do PSDB? O janot é PT.

    • Você é bem arrogante! Ofensa às pessoas é a arma dos ignorantes inseguro e raivosos. Tente tomar algumas aulas com o Luciano sobre tática de empoderamento. A conversa no áudio não é entre um jornalista e sua fonte. Não! É entre um mercenário que traiu seus leitores vendendo sua caneta e a irmão do patrão bandido. Sabemos que PT é pior que PSDB, mas não temos bandidos de estimação.

      • E vc é um jumento! Vc me acusa de ser arrogante e ofender as pessoas e me chama de ignorante, insegura e raivosa, ou seja, me ofende.
        Estou surpresa que vc saiba escrever.
        Vai fazer um lanchinho no jardim e vai lá pro antagonista, que é o lugar pra xingar o REINALDO.
        A propósito, quando vc diz que Reinaldo se vendeu, infringe o artigo 140 do Código penal e podia ser processado.
        Quando eu chamo vc de jumento, não é injúria, é mera constatação.

      • Qualé Sandro? Você paga um esculacho pra Eliane chamando ela de arrogante e ofensiva, mas é você que não considera RA um jornalista e sim “um mercenário traidor”. Você vai ver é no dia que as pessoas do Partido decidirem que VOCÊ é um mercenário traidor. Vai ter sorte se assassinarem somente sua reputação. Jumento.

      • Exatamente!

        Hoje conversando com uma conhecida o assunto caiu em Lava Jato, citei este caso do RA, e ela falou que “adorou” esse vazamento.

        Tá tendo EXATAMENTE o efeito desejado por quem vazou: a população dá risada, encara como algo “normal” e “divertido”, assim os tiranos sentem-se a vontade para fazerem isso de novo com quem estiver atrapalhando os planos deles, e de quebra deixam a imprensa com o cu na mão.

        Diploma de babaca pra quem achou legal esse vazamento.

  12. Hoje é um dia da INFÂMIA, houve um estrupo no ESTADO DE DIREITO – ninguém estará seguro, estamos vendo o nascimento de um estado policial – podemos discordar do Reinaldo Azevedo, ser até ANTAGONISTAS, mas não podemos ser idiotas a ponto de festejar a afronta perpetrada por quem deveria ZELAR pela Constituição e pelas liberdades civis – A Revista VEJA foi comprada pela gente de esquerda com unica intensão de calar as vozes discordantes, de lá retiraram os melhores comentaristas, falta só o Augusto Nunes, vão tentar cala-lo também – VAMOS FICAR QUIETOS GRITAR BEM FEITO, NÃO É COM NOS e daremos liberdade para que coisas muito piores nos aconteçam, a historia está cheia de exemplos,

  13. Mais mimimi… todas as profissoes devem ser respeitadas. Mas se vc tem um posicionamento contra alga coisa, é óbvio que alguém simpatizante com ela irá defendê-la.

    • Um dia o Partido vai decidir que VOCÊ é um bosta e tem que se fuder. Vai ter sorte se assassinarem somente sua reputação. Imbecil.

    • Os tiranos esquerdopatas, que hoje puseram fogo em Brasília e mostraram que estão a disposição de destruir fisicamente o Brasil se preciso, ADORAM comentários como esse seu!

      Quanto mais gente aplaudir esse vazamento ilegal e desnecessário, mais eles se sentirão a vontade para intimidar quem atrapalhar o projeto de poder deles.

      Como dito pelo studiozbr, torça para que NUNCA eles achem que você está no caminho deles, pois aval pra eles passarem por cima você já deu.

  14. Não importa se alguém discorda ou não de Reinaldo Azevedo: em nome do Estado de Direito, é preciso ficar do lado dele. Não necessariamente de suas opiniões, mas de seus direitos como cidadão.

  15. O momento e o acontecido são muitíssimo importantes para RELEMBRAR para todos, Inclusive para o RA, que tanto atacou o juiz Sérgio Moro, o que ele, Moro, havia declarado sobre eventuais VAZAMENTOS, a partir da “lava jato de Curitiba”.

    Noutras palavras, o juiz Sérgio Moro disse que pouco ou nada poderia fazer contra os EVENTUAIS VAZAMENTOS. Isto, porque os vazamentos eram divulgados pelos JORNALISTAS, que tinham suas fontes (que não eram obrigados a revelar).

    Então, ele, o juiz Sérgio Moro teria que RESPEITAR esse direito relativo ao “sigilo da fonte”, o que inviabilizava qualquer investigação sobre eventuais vazamentos.

    Mais uma vez: VIVA O JUIZ SÉRGIO MORO !!!!!!!!

  16. Do outro lado, os Antagonistas traem seus leitores apagando os comentários que apontam as falhas na narrativa do “caso Temer” ou identifiquem as fake news que eles estão publicando.

    • Uma pessoa pode ser extremista em um assunto, e moderada em outro. Lembre-se sempre: “se X não tem a ver com Y, X não justifica Y” – lição esta que a esquerda sempre pula.

      Agora, voltando ao assunto: você nota nos comentários que a separação pessoa X fato está difícil nesse pessoal que comenta.

      1 – Reinaldo Azevedo é odiado (e com razão)? Sim.
      2 – O que foi feito com ele, se fosse com outra pessoa, seria imperdoável? Sim.

      Só que o pessoal se preocupa com (1) e acha que (2) é merecido.

      Quer ver outros exemplos, neste mesmo blog?
      “Marco Feliciano vai perder capital político por ser frouxo” – as críticas ao post diziam “mas como você pode criticá-lo!?!”
      “Bolsonaro foi frouxo no caso do Jean Wyllys” – as críticas ao post diziam “mas como você pode criticar o mito!?!”
      “Trump jogou o jogo e destruiu Hillary no debate” – as críticas ao post diziam “mas como você pode apoiá-lo!?!”

      Percebe a separação? Tudo depende do que eles acham da pessoa. A ocorrência que se dane!

      • Como é bom ver lucidez! Isso anda muito comum aqui.

        Não odeio o RA, pelo contrário, mas é como o filme do Olavo de Carvalho: acho o Olavo um pé no saco picareta, mas se eu achar normal a censura que estão exigindo ao filme dele, colaborarei para a NORMALIZAÇÃO da censura, que ficará cada vez mais “aceitável”, e por que não um dia pode se voltar contra mim?

        Até mesmo um amigo que considero o mais inteligente estava postando sobre o caso RA no facebook, falando apenas sobre como o Reinaldo “cavou a própria cova” etc etc. Não resisti e tive que comentar: ei, sério que não está vendo como o vazamento em si é MUITO MAIS GRAVE do que se RA é gente fina ou não?

        Me assustou também pois como tinha na faculdade algumas disciplinas junto com alunos de Jornalismo, tenho alguns adicionados no facebook e vi ontem alguns deles (veja bem, JORNALISTAS!) achando super legal o vazamento! Não notaram a ameaça à própria profissão no Brasil. Afinal, é claro: “é RA, aécista, blogueiro da Veja, eca”.

        Não sou de me desanimar, mas ando realmente triste com o Brasil.

        Nesse momento é madrugada e um dos motivos de eu não conseguir dormir é pela violência que tomou meu bairro (classe média, zona oeste de São Paulo, até uns anos atrás “tranquilo”, ultimamente terrível). Escutei a pouco barulhos que pareciam ser de arrombamento de portão próximo, carro saindo em disparada, etc. Sou meio paranoico e aí fico muito ansioso e não consigo dormir. Medo do que acontecerá com o Brasil e dessa falta de segurança, essa criminalidade que é defendida por bastante gente. Não temos paz.

    • Também espero que ele continue, que mantenha o blog dele no ar, e se possível dê um jeito de seguir com os Pingos em outro formato no YouTube.

      Já discordei muito do RA, achava ele meio chato em algumas edições dos Pingos ou da TVeja, mas não sou 8 e 80 como o Nando Moura que tinha se declarado leitor, mas o apedrejou quando soube que RA era antipático ao deputado e astrólogo preferidos dele.

      Reinaldo é um dos que melhor escreve dentro do ramo jornalístico que está. Isso de TUDO ou NADA é coisa de fanboy.

  17. Filipe G. Martins
    3 h ·
    A divulgação da conversa do Reinaldo Azevedo com a Andréa Neves nada tem a ver com violação do sigilo da fonte.
    1) A razão do sigilo da fonte é desobrigar o jornalista de revelar suas fontes. Se a fonte é grampeada e o jornalista é pego numa conversa, pode-se dizer que se trata de mero “encontro fortuito”, isto é, o registro do contato entre o jornalista e sua fonte foi apenas um efeito colateral e não pode ser considerado quebra de sigilo da fonte de modo algum, afinal, ninguém obrigou o jornalista a revelar sua fonte.
    2) É preciso esclarecer ainda que não cabe ao Ministério Público omitir o conteúdo obtido com os grampos. Os investigadores devem, necessariamente, anexar TODOS os áudios obtidos e submetê-los à apreciação do juiz, que é quem determinará quais gravações interessam e quais não interessam ao processo e à prova. É o que determina o artigo 9º da Lei Nº 9.296 de 24 de julho de 1996.
    3) Neste caso particular, pode-se questionar o porquê do PGR não requerer a inutilização da gravação da conversa da irmã do Aécio com Reinaldo, mas não é possível saber os motivos sem ter acesso a todo o material que os investigadores têm.
    4) Quem levou a conversa ao conhecimento do público foi o BuzzFeed, que deve ter encontrado o material quase que por acaso, pesquisando pelo nome do site, que é mencionado na conversa em questão.
    5) Quem, dentre os defensores do Reinaldo, se levantou para defender o Alberto Carlos Almeida quando a conversa dele com o Lula foi divulgada?
    6) Se é verdade que o Rodrigo Janot age como um ator político, também é verdade que o Reinaldo Azevedo não é um simples jornalista, mas um agente de influência, alguém que está na mídia com a finalidade de defender e avançar os interesses de uma das facções envolvidas na celeuma.
    7) Criticar toda a Operação Lava-Jato por causa da conduta questionável do Janot, como o próprio Reinaldo está se aproveitando pra fazer, é de uma estupidez imensa e só serve aos interesses da classe política, que, desesperadamente, busca desmantelar a Operação e livrar a própria pele. Se a PGR foi de fato responsável por algum tipo de perseguição ou tentou cercear a liberdade de quem quer que seja, os responsáveis devem ser punidos, mas a Lava-Jato não deve ser jogada no lixo por isso.
    8) Por fim, um apelo. Parem de esvaziar conceitos científicos e de utilizá-los, metonimicamente, como meras ofensas. Quem está falando em “Estado Policial” está fazendo justamente isso — só seria possível utilizar esse temo se o Reinaldo tivesse sido grampeado arbitrariamente, mas a grampeada foi a Andréa, com a devida autorização e por motivos justificados. O que descobrimos sobre o Reinaldo foi mero “encontro fortuito” e não é suficiente para esse alarde todo sobre os supostos riscos à liberdade de imprensa.

    • Parabéns pelo comentário cirúrgico! Estou digitando com os pés, pois estou usando as mãos para aplaudir.

      O Luciano comete aqui a falácia da Falsa Simetria. ao colocar um sinal de igual entre um fato fortuito e isolado com uma situação real de não liberdade, como acontece em Cuba. É o mesmo que dizer que vivemos uma “cultura do estupro”, por que uma mulher recebeu uma cantada na rua.

      Sou fã do blog, não vou deixar de acessá-lo, mas aqui você mandou mal, Luciano!

      Sobre o RA, ele pediu demissão, porque quis se fazer de vítima para atacar Janot. Ele é o menos inocente nessa história toda.

    • Normalmente não me envolvo em debates virtuais, seja pelo baixíssimo nível educacional do público, seja porque raramente aprendo algo de útil no processo, tudo, portanto, resultando num desperdício do meu precioso tempo. Prefiro dialogar com os mortos. Mas vamos lá. Vou, de início, tratar dois pontos específicos da sua resposta porque eles traem vícios que precisam ser devidamente sanados.
      Sua tese de que não se caracteriza quebra do sigilo de fonte é completamente furada. Que os irmãos Neves são fontes do Reinaldo Azevedo é surpresa apenas para quem nunca acompanhou o dito jornalista ou para quem, lendo o que ex blogueiro da Veja escrevia, o fazia como quem lê placas na estrada. Gilmar Mendes é fonte de Reinaldo Azevedo. Arlindo Chinaglia é fonte de Reinaldo Azevedo. Carlos Sampaio é fonte de Reinaldo Azevedo. E por aí vai. Se você acha que há algo de errado nisso, que digo eu? Não vim aqui alfabetizar ninguém. Bons jornalistas não qualificam suas fontes. Reinaldo Azevedo é (ou era) um dos principais analistas políticos do Brasil. Há alguém por aqui que realmente pense que ter como interlocutor a irmã do antes líder da oposição é algo que denigre um jornalista político? É realmente necessário estabelecer esse fato? Se alguém, digamos, o Gilmar Mendes, informa ao Reinaldo Azevedo que a filha do Rodrigo Janot é advogada de partes investigadas pela Lava Jato, o que deve Reinaldo fazer? Não noticiar porque boa parte das pessoas acha que o Gilmar é o demônio encarnado? Por que acreditam que ele só está no STF pra libertar bandido? Se ele escrever um texto criticando a hipocrisia do Janot será agora pena de aluguel do Gilmar? Estará conspirando contra a Lava Jato? Deve ignorar tal fato pois escrever sobre isso seria “defender e avançar os interesses de uma das facções envolvidas na celeuma”? Felizmente, o Reinaldo é suficientemente inteligente para não cair nesse tipo de armadilha infantil.

      Vamos agora à PGR – é função institucional da PGR revelar as fontes de um jornalista? É função da PGR demonstrar que há elementos “na mídia com a finalidade de defender e avançar os interesses de uma das facções envolvidas na celeuma”? Isso agora é crime e compete à PGR combatê-lo? É moralmente responsável sancionar um ato onde um ente, dotado de todo aparato estatal, pode esmagar um oponente, por que esse, mesmo que seja uma pena de aluguel, vil e desprezível, vai contra os interesses de um grupo? Grupo este que apenas é o que é porque lhe foi conferido uma parcela do poder estatal? Você honestamente defende isso?

      O Reinaldo é (ou era) um justo crítico da Lava Jato. Tirando picuinhas que ele criticava, sei lá, motivado talvez por um certo apuro estético, nenhuma crítica dele era infundada. Contudo, a principal crítica que repousava sobre ele era ser tucano. É evidente que se a pessoa tem mais de dois neurônios, percebe que isso não é verdade. O Reinaldo vivia repetindo isso, como se a tática de repetir uma verdade para quem é burro e não quer entender tenha funcionado alguma vez na história. O ato da PGR buscou simplesmente sedimentar esse juízo. Não importa que não é verdade. Parece verdade. Para quem já possuía um juízo negativo sobre o Reinaldo, isso foi mel na chupeta. Ou mel no capim. Nada dá mais retorno na política do que alimentar a estupidez e os preconceitos dos outros. Cada um faz isso conforme suas faculdades intelectuais, e as de seu público: Bolsonaro como um homem das cavernas, a PGR de modo vil e insidioso. Quem fez isso é um profundo conhecedor da psique do Reinaldo. Desde muito tempo ele estabeleceu, como Dante, que a traição era o pior dos pecados. Sabe com é, coisa pra ficar lá no nono círculo. É evidente que uma vez vazada a crítica à capa da revista na qual trabalhava e ao trabalho de colegas, ele pediria demissão. Como de fato fez. Essa era uma aposta de risco zero. O Reinaldo é um excelente analista, mas um péssimo estrategista. E, é claro, como todos nós, susceptível a ser manipulado por outros.

      Agora, em relação à sua pretensa refutação, ponto por ponto:

      Itens 1,2,3: Vou ignorar o fato que a PGR primeiro tentou vender a conversa mole de que não teve acesso às gravações. Também vou ignorar o fato de que, historicamente, o Ministério Público sempre foi o maior vazador da República. Vou ignorar o fato de que tanto o Fachin quanto o Janot têm razões de sobra pra “enquadrar” alguém como o Reinaldo Azevedo. Por fim, vou ignorar o fato de que, talvez por certas limitações intelectuais, o Fachin esteja sendo usado como massa de manobra do Janot. Nada disso é relevante no presente momento. O fato é que ninguém está dizendo que o grampo é ilegal. Ninguém está dizendo que o grampo é violação de sigilo da fonte. É evidente que a gravação da conversa entre o Reinaldo Azevedo e a Andrea Neves foi uma mera ocorrência fortuita. O que se contesta, e não pode ser chamado de ocorrência fortuita, é a DIVULGAÇÃO das conversas. Essa DIVULGAÇÃO não foi fortuita pela simples razão que a Lei nº 9.296 não permite divulgação fortuita de conversas, como não permite gravação fortuita de conversas, por razões levianas. Nem mesmo a irresponsabilidade da PGR (e do STF) nesse caso é fortuita. Por que eu sou favorável à Lava-Jato devo aplaudir obscenidades como essa? Se eu aceito o “aos amigos, tudo, menos a lei; aos inimigos, nada, nem mesmo a lei” (pra tomar emprestada uma frase da vítima da ocasião), o que me diferencia de um petista? “Não gosto de Reinaldo, não concordo com ele, ele me chamou de xucro, blá, blá, blá”, então está tudo bem? Sinto, mas aí você é mesmo um xucro. O Janot tanto nada tem a ver com esse episódio, como o Lula nada tem a ver com o sítio em Atibaia e o triplex no Garuja. Nada nesse episódio é fortuito, nem mesmo a existência de uma massa de desinformados que não conseguem enxergar o problema no que aconteceu.

      4) Supondo que você está mesmo falando sério, que digo eu? Parafraseando um notável espião, “eu acredito em coincidências, elas ocorrem todos os dias. Eu apenas não confio nelas.” É igualmente provável que o Buzzfeed, assim como o Lauro Jardim com seu “furo”, viu tal “notícia” nas entranhas de um pato. Não, não houve nenhuma mão estatal guiando eles até lá, que absurdo! Foi tudo uma ocorrência… fortuita.

      5) Que relevância isso tem se aquela situação não é nem remotamente comparável ao presente caso? De duas, uma: ou você ignora as particularidades de ambos as situações, e nesse caso devia se abster de comentá-las, ou pratica um ato de desonestidade intelectual, porque pretende igualar o diálogo entre o Alberto Carlos Almeida e o Lula (onde um dos interlocutores orienta um investigado sobre como escapar dos investigadores) com uma situação onde um jornalista debate certas abordagens jornalísticas com uma pessoa que ele não sabia ser investigada e, em momento algum, traça com ela estratégias para escapar do alcance de investigações. É de tal sorte ridícula essa sua afirmação que eu vou fingir que você estava apenas sendo ignorante quando escreveu isso, e não agindo de má fé.

      6) Mesmo que esse seu diagnóstico bizarro seja verdade, então seria justificável? Tenho até preguiça de discutir essa bobagem, mas reflita um pouco: o Reinaldo Azevedo é um ente particular, ele é pago com dinheiro privado, ele pode escrever o que quiser, sempre que quiser, da forma que quiser. Pode colocar sua pena à serviço de quem pagar mais, isso não é ilegal. Todos são livres para lê-lo ou ignorá-lo. Podemos questionar o que ele faz na esfera moral, mas legalmente não há nada de errado no que ele faz. O escopo do Ministério Público Federal é a esfera legal, se você agora quer que eles sejam nossa polícia moral, vá pras ruas pedir isso, rapaz! E depois arque com as consequências. “Ahh, mas o MPF prestou um serviço público ao revelar que esse pseudojornalista é um vendido, como eu sempre pensei, aliás!” – nessa caso, agora você precisa da ajuda do MPF pra avaliar criticamente o que você lê, é isso? Precisa do “certificado MPF” para sancionar seus preconceitos? Deixa de ser inseguro, rapaz. E por acaso é agora papel institucional do MPF fazer isso? Está entre suas competências legais? Olha, já passou da hora de se definir o papel do Ministério Público na nossa República, a Constituição está pra fazer 30 anos e esse papel nebuloso nunca foi resolvido. Também sei que há muita gente no MPF com o rei na barriga e se achando os vingadores da Brasil, mas ainda não vi, da pena ou da boca de ninguém, por mais doido e megalomaníaco que fosse, alguém defendendo isso. E olha que não há escassez de malucos em certos lugares.

      7) Aqui você demonstra de qual fonte é a água que bebe. Dizer que o Reinaldo está “criticando toda a Operação Lava-Jato por causa da conduta questionável do Janot” é coisa ou de leitor de placas ou de gente de má fé. Em momento nenhum o Reinaldo Azevedo defendeu o fim da Lava-Jato, mas sim dos seus abusos óbvios (óbvios pra quem tem um pingo de cultura, não precisa ser “operador de Direito” pra avaliar isso). E outra, criticar esses abusos nada tem com “estupidez imensa” ou ser subserviente “aos interesses da classe política” – se as críticas aos abusos da Lava-Jato servem a essa nossa vil classe política, é porque a defesa de garantias individuais atende aos interesses de “TODOS NÓS”, e a vil classe política faz parte deste conjunto, o “NÓS”. Lamentável ter que estabelecer isso pra qualquer um que já superou a fase das fraldas. Quanto a sua platitude final, ficaria excelente numa redação de escola.

      8) Se estamos na fase dos apelos, também tenho um: pense um pouco mais antes de escrever, preferencialmente com a cabeça, não com fígado.

      Por fim, uma constatação completamente alheia a esse assunto: o tuiuiú era uma ave conhecida por ter dificuldade em levantar voo. Agora ela parece ter uma nova característica: choca seus ovos conforme uma agenda.

      • Nossa senhora! você simplesmente estuprou o infeliz em público! lacrou!! não que fosse muito difícil refutar esse trouxa do Filipe G. Martins devido ao baixíssimo nível argumentativo do otário….mas mandou bem!!

      • Hahaha exatamente, ESTUPROU o infeliz!

        Esse pessoal é muito emotivo, levam as emoções pessoais muito em conta. Por não gostarem do RA (e o único motivo de não gostarem é a antipatia de RA com Bolsonaro) aplaudem o que aconteceu!

        Se a conversa vazada fosse entre qualquer outro jornalista e o Bolsodeus deles, estariam achando um terror – inclusive Nando Moura, que publicou no facebook estes argumentos fracotes do Filipe G. Martins, que só defendem a venezuelização do Brasil normalizando a perseguição e o terrorismo contra a imprensa.

      • Concordo com muito do que você escreveu. Mas você não rebateu os argumentos citados. Apenas saiu pela tangente. Longe de ser um “estupro”, foi mais uma verborragia para mascarar as falhas argumentativas. A sua sorte é que não sou um leitor de placas.

        1,2 e 3) Você acabou concordando que esse vazamento não foi fortuito. O que se questiona não é a casualidade do evento, mas o agente. Ao invés de apontar os dedos para Janot, a primeira suspeita deve recair sobre o STF que foi quem liberou TODO o material aos jornalistas. Como não se tem certeza de quem vazou, o melhor é aplicar-se o princípio da navalha de Ockhan para descobrir quem são os responsáveis prováveis. Na minha opinião, alguém ligado ao STF que não filtrou o material liberado.

        4) Aqui foi levantada um hipótese, e não afirmado que o encontro foi fortuito. Novamente, você cria um espantalho que não existe.

        5) Fingimento de uma falsa ofensa/inconformação para não responder quanto às similaridades – e não às particularidades – de ambos os casos. A questão é que em ambos os casos houve a revelação indevida de uma fonte jornalística. Só que no primeiro caso, não houve a mesma indignação, que neste caso houve. Às particularidades, conversa informal, obstrução de justiça, neste contexto são irrelevantes, já que o assunto em tela é a revelação em si.

        6) Novamente, verborragia para desviar do assunto. A questão não é se ele é pago para escrever ou não. Ninguém aqui é criança para achar que não. E ninguém disse que isso é um problema. O ponto levantado foi, que ele não é inocente nessa história toda. Ele tem sim um papel ativo e, como “player”, corria o risco de se queimar. E se queimou. Ponto. Se por falha dele, ou pelo movimento de algum inimigo, de novo, irrelevante. Não é o que se está discutindo aqui. O foco é que quem tem papel ativo em algo, corre o risco de ser alvo.

        E até acho que o alvo nem era o RA em si, mas Aécio, através da sua irmã. O RA acabou sendo um dano colateral. E repito, isso é apenas uma suposição minha.

        7) O Luciano apregoa aqui no blog: não vale o que você diz, vale o que você faz efetivamente. As críticas ao Janot por conta desse caso servem demais aos que querem o fim da Lava-Jato. Primeiro porque, como dito acima, não há provas de que foi o Janot quem vazou (e supostas evidências “históricas” como as levantadas por você não colam. Ou se prova o que se diz, ou é mera especulação); segundo, por que desmoraliza o trabalho dos procuradores de modo geral. Se foi o Janot quem errou, ele que responda individualmente por isso. É o correto e o legal. Porém, os inimigos da Lava-Jato têm usado esse incidente para atacar TODO o MPF e, consequentemente, a Lava-Jato, enfraquecendo perante a opinião pública.

        8) O texto do Luciano fala sobre o fim do Estado de Direito. Embora esse vazamento tenha tido consequências mais sérias, é um ato que, por si só, não denota o fim do Estado de Direito. O apelo foi no sentido de parar de usar palavras e conceitos de forma leviana. Como quando esquerdistas chamam qualquer decisão que os favoreça de “democrática”, ou “estupro” fazendo com que os termos percam a sua força e, consequentemente, possam ser ressignificados.

        Aliás, “shame” no Franklin e no Cauê que usaram esse termo de forma pejorativa.

        Abraços!

  18. Acho uma temeridade atribuir ao PGR o fato dessa gravação ter sido colocada junto com as outras nos pedidos enviados ao STF. Apesar de ter esculachado o Janot em seu blog, o jornalista Reinaldo Azevedo fazia pesadas crítica negativa a outro membros do MPF que atuam na Lava Jato.

  19. Algur e sandro 2026, concordo plenamente, RA levou o que merece, é um falso vendido para os corruptos. Estado de direito??? Num país governado pelas ORCRIM, à seviço da esquerdalha comunista? Só rindo… A Venezuela é aqui. ACORDA, BRASIL!!!

  20. Me parece que o grampo estava na irmã do Aécio, suspeita de ser a operadora financeira dele. O jornalista está tentando passar uma importância que não tem. Vítima da própria língua, criou uma situação que obrigou pedir sua demissão da Veja.

  21. O que o Reinaldo disse e escreveu contra a lavajato foi imperdoável. Os mafiosos utilizavam brechas da lei para ficar impunes. O Moro utilizou brechas da lei para botar todo mundo em cana! Como pode ser contra?

    • Você pode achar imperdoável o que ele escreveu, mas não pode ignorar que isso foi um “CALABOCA” nos jornalistas do Brasil. Os únicos que estão comemorando são os do Brasil2469, Paulo Trambique Amorim, Paulo Caganeira, estes que são venezuelanos até o talo e adoram ver a imprensa com o cu na mão.

      • Sua postura com jornalistas é igualzinha a de adolescentes esquerdopatas que demonizam a PM: só demonizam até precisar dela, afinal, se precisar, não adianta chamar o Chapolim Colorado né?

        No dia que você precisar levar uma questão séria a publico, esqueça esses que você chama de “prostitutas intelectuais” e peça para seus amigos compartilharem no facebook.

  22. As gravações são encaminhadas em bloco ao processo, não são selecionadas/pinçadas. A da Andrea com ele estava junto para ser analisada e, ao serem anexadas ao processo, se tornam públicas. Sigilo de fonte se dá no fato do jornalista não poder ou não dever ser compelido a divulgar com quem obteve/obtém informações, nada tendo a ver com terceiros divulgando isso.

  23. Ah, então o Estado de Direito acabou no momento em que vazou a conversa de um tucano com uma tucana? Ora, e eu que pensava que o Estado de Direito tinha acabado quando o Lewandóvsky e o Renan rasgaram a Consituição diante do país inteiro, sem que ninguém fizessse absolutamente nada contra eles; ou, então, desde quando o PT começou a comprar o Congresso e as eleições com o dinheiro sujo da Odebrecht e da JBS, entre outras empresas. A primeira eleição de Lula à parte, mesmo já tendo sido um estelionato eleitoral, todas as eleições presidencias posteriores foram fraudadas. como está se tornando cada vez mais claro, e, mesmo assim, o Estado de Direito só acabou agora?

    • O problema não é a conversa e você sabe disso. O problema é uma conversa PRIVADA, que não tem nada que colabore na investigação, ser divulgada para amedrontar os jornalistas.

      Este foi o ato final onde a liberdade ACABOU.

      Diminuir isso a “uma conversa de um tucano com uma tucana” é fazer coro com a petêzada que vai tentar de monte minimizar o GRAVE erro de vazarem propositalmente essa conversa para intimidar jornalistas.

      • Como se jornalistas fossem corajosos e não tivessem rabo preso com a linha editorial dos patrões, lol. O tempo de ter simpatia com prostitutas intelectuais acabou, guarde sua indignação para coisas mais importantes.

      • Calma lá. Separe a “vítima” (que pra mim é criminoso) do problema, e você vai entender a gravidade.

        É comparável a você meter o pau no chefe no Whatsapp e chegar um juiz julgando coisas que não tem a ver com essa conversa e tornar pública.

        Então tem que ter indignação sim. Começa com quem não gostamos, depois acontece com a gente.

      • Esse fnd parece aqueles adolescentes esquerdopatas que ficam pedindo o fim da PM pelo facebook, falando sobre como a polícia é isso e aquilo de ruim, etc etc. Facinho demonizar algo enquanto não está precisando. ESPERA PRECISAR!

        Independente de ter simpatia pelo RA ou não, ignorar que os tiranos estão amedrontando a LIBERDADE de imprensa com atos como esse é de uma ingenuidade pior que a dos adolescentes anti-PM.

  24. Nota de esclarecimento da PGR
    Brasil 23.05.17 22:11
    “A Procuradoria-Geral da República esclarece que a informação veiculada na matéria do Buzzfeed ‘PGR anexa grampos de Reinaldo Azevedo com Andrea Neves em inquérito (…)’ está errada. A PGR não anexou, não divulgou, não transcreveu, não utilizou como fundamento de nenhum pedido, nem juntou o referido diálogo aos autos da Ação Cautelar 4316, na qual Andrea Neves figura como investigada.” do site Antagonista

    Ou seja, ninguém é culpado. A gravação foi divulgada do nada.

  25. A PGR e a PF soltaram notas esclarecendo que não foram responsáveis pela publicação do grampo do diálogo do RA.

    Li na Folha há pouco que foi Fachin quem liberou as gravações para a imprensa quando extinguiu o sigilo. O “cara” irresponsavelmente autorizou a entrega do material sem distinguir o que seria de interesse público do que não seria, julgando que todas as conversas seriam de interesse público. Desse modo, muitos diálogos privados e sem qualquer relação com o objeto da investigação foram tornados públicos.

  26. Bom! Há um exagero aí na afirmação que hoje acabou o estado de direito. Depende do ponto de vista. Ê o mesmo caso das gravações da Dilma e Lula. Não foi o RA que estava grampeado e sim a Irmã do Aécinho.
    Mas enfim, o caso bem serviu para tirar a credibilidade (se é que ainda havia) de um pseudo jornalista que defendia os interesses da tucanada.

    • Hmmm… não. Tá mais parecido com o caso do Lulinha corno. Ou seja: gravação que não guarda nexo com a causa investigada e foi divulgada. Isso não pode.

      Enquanto “bem serviu”, devo lembrá-lo que as injustiças que começam sendo praticadas contra quem não gostamos pode, no futuro, acontecer com a gente.

      Por isso você tem que olhar o problema (tornar pública conversa privada sobre assunto que não faz parte de investigação), e não quem foi afetado por ele.

      • Admiro sua paciência em tentar ensinar essa cambada de marmanjo que aprendeu a usar computador, mas não aprendeu a pensar sem efeito da emoção.

        “Não gosto do RA porque ele não gosta do meu Bolsomito, então pau nele, acabem com ele!!”.

        Não fazem a conta de 1 + 1 pra notar que logo serão vítimas desta tirania que estão aplaudindo! Gostaria de dizer que são inocentes úteis, mas na verdade são idiotas úteis mesmo.

      • Não é nem paciência. Um cara escreveu uma verborragia num post lá em cima para traduzir em “jogo limpo, e bem feito pro RA”. Uns chegaram lá e “lacrou!”. Outro faz outra verborragia para contestar, vários blablablás…

        … mas a questão chave ninguém expõe. E essa questão (que o próximo pode ser qualquer um), ninguém conseguiu refutar até agora.

        TALVEZ porque tenha em poucas linhas o argumento base do post inteiro do Luciano, porém de uma forma que evidencia o óbvio.

  27. Pantafernando, você escreveu: “Estou começando a achar aceitável a ideia ABSURDA do Temer convocar as forças armadas para botar a ordem nesse barraco.” ( a palavra “ABSURDA” , em maiúscula, é de minha responsabilidade).

    Será que é mesmo tão absurda assim?

    O Art. 142 da CF de 1988 reza que:
    “As FFAA, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica são instituições nacionais permanentes (…), SOB a AUTORIDADE SUPREMA do PRESIDENTE da REPÚBLICA, e DESTINAM-SE à DEFESA da Pátria, à garantia dos poderes CONSTITUCIONAIS e, por INICIATIVA de qualquer destes, da lei e da ordem” (as maiúsculas são minhas).

    a DESTINAÇÃO para a “DEFESA da Pátria” tem em vista a atuação das FFAA, sempre e em quaisquer circunstâncias, nas quais a INTEGRIDADE da Pátria esteja AMEAÇADA, seja pelo inimigo EXTERNO ou pelo inimigo INTERNO.

    Já, a DESTINAÇÃO para a “GARANTIA dos poderes CONSTITUCIONAIS” deverá ser considerada, DESDE QUE esses poderes CONSTITUCIONAIS não estejam INFILTRADOS por INIMIGOS INTERNOS que ATENTEM contra a INTEGRIDADE da PÁTRIA, o que evocará a NECESSIDADE da sua DEFESA pelas FFAA (como aconteceu em 1964).

    Por outro lado, a garantia da lei e da ordem é uma destinação PRECÍPUA das Forças de Segurança (polícias militar, civil, Federal, Rodoviária Federal e FNS).

    E, somente em CONDIÇÕES EXCEPCIONAIS, as FFAA atuarão, por iniciativa de qualquer um dos poderes constitucionais, tendo em vista a garantia “da lei e da ordem”

    No entanto, acho que o PRESIDENTE Temer, (seja lá por que motivos de foro íntimo tenham sido), considerou que a INTEGRIDADE da PÁTRIA não ESTIVESSE em RISCO, não necessitando, portanto, ser DEFENDIDA pelas FFAA, sob sua AUTORIDADE SUPREMA.

    E isso, justamente AO CONTRÁRIO do que fez, DE IMEDIATO, o presidente Recep Tayyip Erdoğan, na Turquia, contra uma tentativa de golpe perpetrada contra o seu governo.

  28. Reinado se perdeu completamente depois do impeachment.
    Cunhou o estúpido termo “Direita xucra” chegando o colocar essa “nova Direita” no mesmo patamar da Velha esquerda.
    Isso é imperdoável.
    Junto a isso passou a atacar Moro numa defesa dissimulada de Lula.
    Junte a isso uma arrogância insuportável e a antiga fama de Reinaldo começou a derreter na mesma proporção que passou a ser citado por sites petistas, como defensor dos direitos dos pilantras.
    A meses venho torcendo para que ele perdesse seus muitos empregos, por entender inaceitável o tipo de manipulação que tentava fazer com os seus ouvintes e leitores, além da inaceitável mania que passou a ter de xingar todos que discordassem dele…
    Por trás da defesa intransigente do Estado de Direito (legítima), tinha muita defesa de amigos. Por trás da defesa da estabilidade institucional (legítima), tinha um certo lacaismo, como bem colocou o Prof Vila.
    Mas gostaria que ele perdesse alguns de seus múltiplos empregos, em especial na rádio por decisão de seus patrões, ou melhor ainda, por falta de ouvintes e leitores!
    Ele acusou a Direita Xucra, mas quem o derrubou foram os velhos ratos esquerdistas de sempre.
    O que Janot fez é incabível.
    Os erros de Reinado não justifica esse ato abjeto.
    Depois do impeachment o país parecia que daria uma guinada a direita, mas pra isso o PT e seus braços no estado teriam que ser combatidos até o fim.
    O PSDB como sempre foi contra. FHC alertou para o risco da “onda conservadora”. Reinado fez seu papel de porta voz do partido e passou a defender uma transição suave, sem gestos bruscos como prender Lula.
    Hoje fica claro que estava errado.
    Com essa gente não tem acordo, não pode ter conversa.
    Reinado foi abatido de forma suja, mas quem se surpreende com isso.

  29. Artigo vergonhoso. Aécio é vagabundo,corrupto e na conversa do Aécio, o Senador sugere um assassinato do próprio primo. Hora de calar a boca, vai que isso é umapegadinha pra otário, amanhã aparece mais gravação e tua cara fica estatelada… Né?!

  30. Um velho amigo me dizia nunca tire o olho da bola! No caso do cenário brasileiro a “bola” é sempre o dinheiro ou o poder que concede acesso a grandes quantias de dinheiro. Nosso dinheiro. Gostaria de compartilhar com vocês a perspectiva a partir desse ponto de observação , abordando cada um dos atores políticos:

    > Janot
    Nas altas esferas do poder são todos atores políticos. O Janot certamente tem um projeto político que garantirá a sua sobrevivência e acesso a grandes quantidades de dinheiro (o que realmente pode ter obtido com o salvo conduto pros irmãos Batista, afinal ele tinha a chave da cadeia).

    Não me surpreenderia, se em breve, tivermos o nome Janot na urna eletrônica mais próxima, pesadamente apoiado por dinheiro de origem duvidosa.

    Para Janot resta pouco tempo até o final do seu mandato (Set/2017) e jogou sua melhor carta para colher todos os frutos antes da sua saída de cena e da entrada de um novo negociador na PGR.

    Além de tudo isso, Janot sai com munição de sobra para que não tenha suas ambições ameaçadas. Deve ter um verdadeiro arsenal de denúncias engavetadas e o apoio de uma boa parte do staff da PGR.

    > PSDB, PT e PMDB: modo de sobrevivência
    Políticos possuem um olfato mais sensível para sangue do que os tubarões. Qualquer sinal de fraqueza é interpretado como sangue na água e a possibilidade de ganho de capital político (que mais tarde vira dinheiro). Escândalos como os que atingem Lula, Dilma, Temer, Aécio, Serra, Palocci, Calheiros, etc, são encarados pelos seus pares como grandes oportunidades para renegociar posições, acordos, apoios e outras moedas correntes na política.

    É fácil imaginar que o custo de qualquer transação no universo político tenha aumentado substancialmente. A explicação é a mesma que no mercado financeiro: numa crise a liquidez sofre um aperto severo e o capital passa a custar muito mais caro. Na nossa crise política uma grande quantidade de capital político está se desintegrando, o que torna essa moeda ainda mais valiosa para os poucos que a detém. Nas crises financeiras dizem “cash is king”, na nossa crise política a “popularidade/credibilidade é o rei”.

    O vácuo criado por essa situação é de dimensões tão grandes que permitirão o surgimento de uma nova liderança político partidária, apartada da estrutura tradicional da política brasileira. Meu palpite é que poderemos testemunhar a aparição de novos partidos com forte base “judicialista” em ambos lados do espectro (esquerda e direita).

    >Globo / Mídia / RA
    Como será que a Globo conseguiu ficar de fora de todas essas denúncias? Seus principais anunciantes estão no centro de todos esses escândalos. Ela flexiona seus músculos dirigindo os plantões jornalísticos no melhor estilo do testemunho de Nayirah que ajudou a desencadear a operação desert storm (1992) https://en.wikipedia.org/wiki/Nayirah_(testimony) .

    Será que a Globo já tem negociado e precificado seu plano de aquisição de capital político?
    Se os irmãos Batista, que são “novatos”, negociaram termos ultra favoráveis, o que devem ter obtido os irmãos Marinho?

    Nesse jogo não seria impossível que diante de um cenário de delações e investigações, a Globo atingida ficasse sob fogo cerrado de adversários. Esses atores políticos percebendo uma possível fragilidade da empresa dos Marinho, aproveitariam esse momento para utilizá-los como plataforma de aquisição de capital político.

    Nesse caso a reação da Globo seria uma investida na desmoralização generalizada da classe política e a investida na criação de uma via alternativa, costurando esse acordo com os ocupantes dos altos cargos com capacidade investigativa (MPF, PGR, PF, STF).

    Infelizmente é muito provável que a própria Globo tenha sido a artífice do acordo dos Batista e que tenha negociado algo muito melhor para si mesma.

    Quanto ao Reinaldo Azevedo é uma casualidade da guerra política, mas está muito longe de ser considerado um civil inocente.

  31. Para cada acao ha uma reacao. Acabei de encontrar as respostas no programa Pingo nos Is de segunda feira. Facam isso tambem e tirem suas proprias conclusoes.

  32. ACABOU! O Brasil acabou.

    Muito triste ver como tem gente nos comentários comemorando, bolsonetes nas redes sociais achando super divertido isso…

    Não me surpreende ver esquerdopata comemorando, afinal agora a Venezuela é aqui, mas ver gente que se diz direitista, jornalista que não gosta do RA, COMEMORANDO isso, é medonho!

    E com os aplausos da bolsonarada junto à petêzada, a democracia no Brasil acaba hoje.

    • Petralhas e bolsonaros não são chegados ao Estado de Direito,por isso quando dizem que são conservadores eu acho engraçado,porque o respeito à Lei é um dos preceitos dos mais caros aos conservadores.

      • Exato! Os bolsonetes, na verdade, não são conservadores e sim um bando de CAROLAS.

        Carolas preocupadas com o que o vizinho faz na casa dele, querendo regular o que ele faz na cama, o corte de cabelo, a saia curta da outra… os tais bons costumes de quem vivia há dois séculos atrás.

        Como existe o Bolsonaro com aquele ar de vilão da Sessão da Tarde, que fala um monte de carolice e num tom caricato, eles aplaudem e idolatram!

        A única coisa que concordo com Bolsonaro é o fator que bandido bom é bandido mortinho da silva. Mas não tenho visto nem Bolsonaro nem bolsonetes falando a respeito da segurança, e sim discutindo livro de sexo e etc.

        Enquanto isso, os tiranos usando RA como motivo para descumprir a lei e amedrontar a liberdade, e a bolsonarada aplaudindo porque “RA merece, não gosta do meu candidato então que se foda”.

  33. Alguns ignorantes, escravos da lei, têm de aprender que a lei é feita para o homem e não o homem feito para a lei. Muito mais ganhamos sabendo do envolvimento de R.A. com Aécio do que perdemos do tal “estado democrático de direito” pela divulgação da conversa de um vassalo com seu chefe tucano bandido. Conversa de jornalista com fonte uma ova. Se tem idiota que acredita nisso, então seja jumento sozinho. O jornalista que não quer ser grampeado não seja bandido. Quem não deve não teme. Me desculpe, Luciano, mas tem muita gente arrogante e alienada se sentindo gênio por aqui e que partem para a ofensa por ter quem não pense igual a eles. Este é o único motivo para eu ser mais duro neste comentário.

  34. Eu também odeio o Reinaldo Azevedo, mas tá na cara que os inimigos da pátria, atualmente, são Janot e Fachin.
    Alguém tem que deter esses dois loucos bolivarianos, que só agem contra os adversários do PT.

  35. Luciano,
    Bom dia! Enviei ontem um comentário no intuito de contribuir com o debate desse tópico. Por algum motivo não foi publicado mas recebi um email de confirmação. Imagino que os comentários possam ser mediados…
    Poderia confirmar se recebeu meu comentário hoje à meia noite e vinte e dois minutos?

  36. Não me compadeço pelo RA , para mim isso é uma querela sem ‘mocinhos’ . O que é para se destacar é o atentado a liberdade de expressão e , como o título da matéria diz, estado de direito . Se isso virar regra comum , não se poderá criticar nada e ninguém , e quiça, expressar sua ideologia.

    • ESSE é o ponto chave. Estou vendo muita gente postar “Reinaldo mereceu, crápula apoiador de bandido”, se preocupando com QUEM se ferrou, e não POR QUE se ferrou.

      É só fazer a simulação: “o Procurador Geral da República decidiu revelar um grampo entre ______ e ______. Detalhe: a conversa não continha nenhum crime. Eles falavam sobre __________”.

      Vai completando… complete com , e nos 3 campos para entender qual é o problema disso.

      • Exato . Hoje , o alvo foi um sujeito muito desapontador por suas atitudes nos últimos meses, e amanhã pode ser qualquer um , inclusive alguém de nossa admiração OU NÓS MESMOS .

        Exagero ? Talvez , mas a súcia , da qual Fachin e Janot fazem parte, a curto, médio e longo prazo são capazes de comemterme muitos exageros em prol de suas ideologias e interesses .

        É aquela história que falam que muitos não se importaram com os avanços de um certo ditador por não pertecerem ao primeiro grupo de vítimas , e seguiam não se importarem enquanto os números dos gurupos vitimados não tinha nada haver com os que não se importavam com nada , até o dia em que estes últimos entram no rol de vítimas .

  37. Quem liberou a gravação foi o Fachin. Não foi o Janot…
    Pergunto: nada vai acontecer com o ilustríssimo ministro?
    Quanto ao bolsonaro… essa história da JBS tá bem mal contadinha

  38. Eu pensando aqui com meus botões, será que o fato dos vazamentos desses áudios não está relacionado à parte do vídeo em que Joesley comenta que havia freado a mídia? Qual mídia seria esta? Ou quais? Será que os investigadores não descobriram que alguns setores da imprensa também estão envolvidos com recebimento de propina para combinarem pautas para abafar determinados assuntos e desenterrar outros em favor deste ou daquele político? Fica a pergunta.

  39. Não defendo RA, pois não acredito em tolerância para intolerantes. Por várias vezes ele se mostrou inimigo da liberdade e agora está provando do próprio veneno. Além disso, está sendo fritado por ficar provado que ele de fato está do lado do PSDB.

    Mas de fato isso precisa gerar algum tipo de reação, pois um procedimento como esse não pode virar regra. O problema é o mesmo de sempre: como punir alguma coisa que o STF ou a PGR fazem? No sistema brasileiro é muito difícil.

  40. Total apoio a você, Luciano. Por mais que desgostemos de RA, por mais vendido e sem vergonha que seja , o que aconteceu foi muito grave e não há raciocínio que consiga justificar isso.
    Foi uma clara INTIMIDAÇÃO. Um CALA A BOCA. E quem faz intimidações ou cala a boca de jornalistas são regimes totalitários que não respeitam leis.. Aliás, é a primeira coisa que fazem.
    Mas o que mais me estarrece é ver que um certo tipo de direita (graças a Deus, não toda) ainda está justificando isso!
    Só sei de uma coisa: com essa direita não componho. Porque, para mim, não faz sentido nenhum lutar contra algo tão horrendo como os regimes esquerdistas e cair em uma direita que não respeita a Lei. Essa direita está cavando o seu próprio buraco e não percebe isso. Que decepção!

Deixe uma resposta