Carmen Lucia toma atitude vergonhosa e arrega em nota sobre "espionagem na ABIN"

4
171

É inacreditável o que acaba de ocorrer!

Em relação à narrativa da “espionagem de Temer usando a ABIN contra Fachin”, a presidente do STF, Carmen Lúcia, fez uma nota de repúdio. O mínimo que se esperava é que ela tivesse as provas em mãos.

Mas agora veja o que ela escreveu:

O presidente da República garantiu não ter ordenado qualquer medida naquele sentido [monitorar ministros do Supremo] […] Não há o que questionar quanto à palavra do presidente da República.

A ministra presidente já esclareceu na nota [de sábado] que qualquer irregularidade vinda de qualquer órgão estatal, de qualquer dos poderes da República, de seus agentes ou da Procuradoria-Geral da República contra qualquer cidadão brasileiro não será tolerada, por contrariar a Constituição.

Espere. Se ela não tinha por que questionar, por que fez a nota?

Tem algo de muito estranho aí. Quem está escondendo provas? Ou as provas não existem?

É preciso olhar isso com muito cuidado, pois se o STF servir para emitir notinhas sem provas, isso é muito grave. E se for para esconder provas, é grave do mesmo jeito.

Será que as instituições não valem mais nada?

Anúncios

4 COMMENTS

  1. Estão atacando o Pres da República porque não conseguiram eleger uma chapa “branca” vermelha e precisaram da capilaridade municipal do PMDB para acessarem o .gov.fed.

    O que queriam é por as patas no orçamento federal e na nomeação dos cargos para financiar os corruPTos e as empresas comunistas para implantarem o socialismo conselheiro (soviético) no país.

    Infiltrados em tudo – veja-se o STF -, esperavam destruir o capitalismo a partir de dentro. Agora que estão … de fora … assistem aos … outros … herdarem o que infiltraram e perderam porque, afinal, como é da natureza de todo socialista, roubaram “além da conta” ….

    Se Michel for inteligente poderá fechar as portas para a próxima infiltração.

  2. Provavelmente a espionagem rendeu frutos saborosos contra a ministra-presidenta, dos quais ela deve ter provado em privado, daí a esquiva e a tentativa de acabar logo com o assunto. Vai que vaza a sujeira dela como está vazando a do Fachin que usou o jato da JBS pra fazer sua campanha à vaga do STF.

  3. Acho quer falou levianamente ( o que é um absurdo em se tratando de uma ministra do STF) e teve que recuar quando se tocou na gravidade da coisa. Aprendeu que não se passam “notinhas” para a imprensa..ainda mais com o Antagonista/Globo na espreita..

Deixe uma resposta