Por que Marcelo Freixo e Luciana Genro estão tão calados a respeito da morte do ex-detento americano da Coreia do Norte?

3
303

Como vimos hoje por aqui, o universitário Otto Wambier (de 22 anos) morreu nesta segunda, uma semana após ter sido mandado de volta aos EUA pela ditadura socialista da Coreia do Norte. Ele foi enviado já em coma para sua família. Nota-se que civilização é algo que não existe por aquelas bandas.

Daí resolvi vasculhar algumas páginas de socialistas (apoiadores do regime de Kim Jong-un).

Passei pelas páginas de Marcelo Freixo e Luciana Genro, por exemplo. Não vi uma manifestação sequer de pesar pela morte de Otto Wambier.

Por que não falam nada? Já que inventaram a patranha de que é possível existir “socialismo com liberdade”, não deveriam ter vindo a público detonar o regime de Kim Jong-un por essa barbárie? Mas só ouvimos o barulho do grilo por parte dessa gente.

Nota-se que o tal “socialismo e liberdade” proposto por essa gente é só fachada.

Anúncios

3 COMMENTS

  1. Essa obrigação que você impõe em ter que se manifestar só denota mais uma perseguição ideológica sua do que a real necessidade que a eles deve ser atribuída. Já imaginou se você fizesse a mesma matéria, exigindo manifestação a respeito de todos os políticos que acreditam no capitalismo em virtude das mortes pela exclusão social, falta de assistência pública à saúde e cerceamentos do liberalismo puro e desmedido? Não sou defensor do socialismo, acredito que não há capitalismo sem cunho social e tampouco sociedade sem motivação do capital, enquanto você impor a política como torcida de futebol, nunca chegaremos a lugar algum. O mais importante se esquece, a probidade dos mesmos, até então, é ante uma onda de corrupção da direita e inclusive da esquerda.

  2. Sem conteúdo… Uma verdadeira perda de tempo. A começar que quando se fala de ditadura não existe liberdade seja na direita ou na esquerda, a exemplo da nossa própria ditadura que foi de direita… Sinceramente, não tem muito o que falar, é uma aberração aos direitos humanos. No mais é um assunto entre americanos é coreanos, não tem pq político brasileiro opinar além de lamentar a morte de uma pessoa, como as tantas que os americanos é israelenses matam em nome de dinheiro.
    É realmente uma lástima pra qualquer pessoas nascer nesses países que se alimentam de guerra, vc acaba pagando o pato mesmo sem estar envolvido. Deus nos dos EUA, os próprios americanos e o resto do mundo paga pela sua sede de dominância.

Deixe uma resposta