Ao contrário de Lula, ex-zelador do triplex pode dormir tranquilo: “A justiça foi feita”

0
247

Poucas pessoas foram tão perseguidas pelo PT como José Afonso Pinheiro, de 47 anos. Ele foi zelador do triplex no Guarujá (cuja propriedade é atribuída a Lula) e deu um depoimento ao Ministério Público (MP) no qual relatava visitas do ex-presidente e de sua mulher, Marisa Letícia, ao imóvel.

Enquanto Lula era acusado de crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo juiz Sergio Moro, José Afonso foi demitido do local no ano passado.

Sobre a condenação de Lula, o ex-zelador disse: “Achei justo. Temos que pagar pelos nossos erros”.

Em sua decisão, Moro lembrou que Pinheiro afirmou ser de “conhecimento comum” no prédio que o tríplex era de Lula. “(…) todos sabiam lá que o apartamento pertencia ao ex-presidente Lula, inclusive até os condôminos sabiam também que era dele o apartamento, sempre houve esse comentário lá”, disse o juiz.

José Afonso ainda disse que os corretores de imóveis usavam o nome do ex-presidente na hora de oferecer apartamentos no prédio, além de confirmar que nunca o tríplex recebeu a visita de qualquer interessado e que “ele era dado como o apartamento do senhor Luiz Inácio.”

No depoimento, Pinheiro ainda lembrou que um dos executivos da OAS, o engenheiro Igor Ramos, pediu – “ele foi bem enérgico comigo” – para que ele não dissessem que o apartamento era de Lula nem que o ex-presidente e sua mulher, Marisa Letícia, tinham visitado o imóvel.

Claro que ninguém espera que Lula tenha qualquer consciência, mas agora dorme todos os dias com medo, pois o TRF-4 pode condená-lo. Aliás, se o TRF-4 quiser pode até decretar a prisão preventiva de Lula. Quanto a isso, ele não pode dormir tranquilo, ao contrário de José Afonso.

Anúncios

Deixe uma resposta