Quando o tucano vergonhoso Goldman chora pela condenação de Lula é motivo para rirmos ainda mais. De Goldman também.

1
197

O vice-presidente nacional do PSDB, Alberto Goldman (ex-governador de São Paulo), nunca enganou ninguém quanto ao seu socialismo retinto. Assim acontece com Requião, temos um petista infiltrado em partido dos outros.

Agora, Goldman deu seu papelão habitual ao tentar constranger os brasileiros que estão comemorando a condenação do ex-presidente Lula a 9 anos e meio de prisão no caso do triplex do Guarujá (SP).

“A condenação (do Lula) nos parece correta, mas nenhum dirigente partidário se regozijou com isso. Há respeito pela história dele. Isso nos entristece. Só o João Doria se regozijou. Esse é um papel de alguém que precisa de forma obsessiva estar nas machetes. Parece um papagaio falando.”

O bobalhão Goldman ainda disse que Doria fala em nome do partido sem estar credenciado para isso: “Ele fala em nome da Executiva, do presidente, do FHC, do Geraldo (Alckmin). Fala em nome de meio mundo. Falou de uma convenção em agosto que não está marcada. Fala como se fosse porta voz de todos, mas não é.”

Doria deu a resposta merecida: “Falo pelos que querem justiça. Se Goldman quer algo diferente, lamento”, disse o prefeito em nota enviada ao Estadão.

Fato é que se o Goldman está tristinho com a condenação de Lula esse é um problema moral dele, não nosso. O cidadão de bem está feliz com a condenação, e vai ficar ainda mais feliz quando Lula for preso. O choro de gente sórdida como Goldman é sinal de que estamos no caminho certo.

Devemos rir enquanto Goldman chora.

Advertisements
Anúncios

1 COMMENT

  1. O velho PSDB acabou de vez. Começou com o “mulher honrada” e só seguiu ladeira abaixo. Doria e Paulo Eduardo Martins são uma esperança.

Deixe uma resposta