Ao chamar Moro de “covarde” só por ter foro privilegiado, Lindbergh é o grande arregão da história

2
252

A Avenida Paulista assistiu nesta quinta (20) um ato fracassado em favor do condenado Lula. Menos de 8 mil pessoas deram as caras em um evento que teve a participação de vários líderes petistas, incluindo o condenado.

Lá pelas tantas, o senador Lindbergh Farias berrou contra Sérgio Moro: “Sérgio Moro, o senhor é um covarde porque um juiz devia ser imparcial. Queria ver bloquear as contas do (senador) Aécio (Neves-PSDB-MG)”.

Lindbergh é um palhaço, pois Sérgio Moro não teria como bloquear as contas de Aécio Neves, uma vez que ele, por ser senador, tem o mesmo foro privilegiado que… Lindbergh.

Sim, isso mesmo. Lindbergh aparece em delações de propina da mesma forma que Aécio Neves. E se ambos possuem foro privilegiados, não podem ser julgados por Moro.

Aliás, se Lindbergh estivesse para ser julgado por Moro jamais iria chamá-lo de “covarde”. Sabe como é: falamos de um tipo arregão. O covarde dessa história não é Moro, mas Lindbergh.

Anúncios

2 COMMENTS

Deixe uma resposta