Argentina goleia Brasil: Macri retira condecoração que Cristina Kirchner deu a Nicolás Maduro

2
199

Enquanto o Itamaraty vai tratando a ditadura venezuelana a pão de ló – no máximo mandando recomendações para “dialogar com a oposição”, o que é mesmo que aconselhar um estuprador a dialogar com sua vítima -, a Argentina tem agido de maneira muito mais digna.

Mauricio Macri, atual presidente da Argentina, disse em seu Twitter que retirou de Nicolás Maduro, o ditador da Venezuela, a “Orden del General San Martín”.

O título havia sido outorgado ao ditador Maduro pela ex-presidente Cristina Kirchner, também bolivariana e que chegou a implementar uma Ley de Medios para censurar a mídia. Mesmo assim, perdeu o poder, evitando que a Argentina virasse uma Venezuela.

A Orden del General San Martín é a máxima condecoração oferecida pelo país para estrangeiros que mereçam reconhecimento por sua honra. Bem, a retirada da condecoração mostra que hoje Maduro merece reconhecimento por sua desonra.

Anúncios

2 COMMENTS

  1. Distintos amigos; Penso que uma visita pessoal ou vídeo-conferência, entre os Pres.Macri e Maduro, seria mais produtiva e até poderia estancar o derramamento de sangue na Venezuela; afinal : Os grandes e corajosos Generais José de San Martin,(Esse chegou à derrotar tropas de Napoleão Bonaparte) e Simón Bolívar lutaram juntos contra o domínio espanhol.

    Saudações ,
    ANGELO POCI II

  2. E aqui já cassaram as que foram concedidas à todos os criminosos do pt e demais políticos sem um mínimo de honorabilidade?

Deixe uma resposta