Você não vai acreditar no motivo do Uruguai para espernear contra reforma trabalhista brasileira

2
336

Conforme o ILISP, o Uruguai resolveu pedir uma reunião especial no Mercosul para se opor à reforma trabalhista brasileira que atualiza a fascista CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

A razão deveria ser capaz de envergonhar o Uruguai por toda a sua existência. Algo do tipo até para mudar o nome do país e ser esquecido dos livros de história.

O chanceler uruguaio, Rodolfo Nin Novoa, disse que ficará “difícil competir” com o Brasil quando a reforma entrar em vigor (em novembro).

“Não vamos interferir na legislação interna dos países, mas queremos mostrar nossas preocupações, porque assim (com a reforma trabalhista brasileira) vai ser bem difícil competir”, afirmou.

Opa, opa…

Quer dizer que estão chamando reunião do Mercosul para reclamar de uma medida que vai atrair empregos para o Brasil mais do que atrairá empregos para âncoras como Uruguai?

Esse é o maior sinal de que estamos no caminho certo. Para melhorar, só se sairmos do Mercosul.

A convocação da reunião é mais uma prova do famoso ditado: quem se junta com porcos, farelo come.

Em tempos: ninguém aqui está criticando o povo uruguaio, mas sim o governo bolivariano que infectou aquele país.

Anúncios

2 COMMENTS

  1. Ese comentario e de uma pessoa muito burra mesmo ou coxinha se beneficiando de esses políticos brasileiros que só sabem roubar do povo que já é burro a topo Mundial de povo mais burro do mundo .

  2. Faz assim, escraviza todo mundo logo que o Brasil vai ser top! Vai sobrar dinheiro, pena que não para os trabalhadores….Criar empregos explorando mão de obra humana não é bom, é só a desvalorização do ser humana…
    Países como China fazem isso, tem crecimento do PIB ótimo, mas a qual custo??

Deixe uma resposta