Conforme planejado pela mídia, a direita está sendo agredida e esfaqueada nos Estados Unidos. E agora?

2
495

É uma pena que a direita esteja demorando para entender o que está acontecendo – e essa demora de entendimento terá suas consequências trágicas – a respeito do comportamento extremista da mídia de esquerda dos EUA (comportamento copiado pela mídia do Brasil) contra os eleitores de Trump por lá e os eleitores de Bolsonaro e Doria por aqui.

Neste fim de semana, em Boston, aconteceu uma marcha de pessoas de direita pedindo liberdade de expressão. Apoiados pela mídia e demais esquerdistas, manifestantes de extrema esquerda foram às ruas e praticaram diversos atos de agressão.

Eis um exemplo:

Os vídeos estão pela Internet e este é apenas um exemplo. A agressão contra direitistas se tornou generalizada. Claro que isso vai escalar para assassinatos de direitistas muito em breve.

Uma matéria do Jornalivre, mostra que, também nos EUA, Joshua Witt, de 26 anos, foi esfaqueado por milícias de extrema esquerda que usaram a narrativa de que ele era neonazi. Detalhe: ele nunca foi neonazi. Mesmo assim, foi atacado.  Embora tenha sobrevivido, tomou facadas nos braços e nas mãos.

Como não poderia deixar de ser, a grande mídia está se recusando a comentar o assunto, pois está intencionalmente promovendo este tipo de violência.

É fácil entender a motivação da mídia:

1 – A direita está se manifestando demais, aparecendo em todos os cantos
2 – Logo, é preciso fazê-la recuar nessa motivação
3 – Isso só pode acontecer com o uso de violência em larga escala contra direitistas
4 – A melhor forma de fazer isso é uma campanha de estigmatização em estilo nazista (inclusive dizendo que “a direita é nazista) e sustentando que a violência contra a direita é legítima (aí é só chamar os black blocs de “anti racistas”)
5 – O processo deve seguir até o o ponto em que a direita decida se calar por medo de sofrer violência, diante dos vários casos de violência causados pela narrativa definida no item (4)

Enfim, a violência sistematizada (que irá incluir assassinatos, incluindo assassinatos em massa) contra pessoas de direita ou qualquer alvo que seja vulnerável que vai começar a acontecer não será acidental, mas planejada passo a passo por esquerdistas da mídia.

Como avisei aqui, o que a grande mídia busca é adquirir um poder: a violência sancionada. Isso significa adquirir a capacidade de praticar violência contra um grupo a partir do momento em que se convence setores da opinião pública que é não apenas aceitável, como também desejável expurgar este inimigo pela violência. É por isso que eles reagiram tanto ao fato de Trump apontar a verdade (de que havia a violência dos dois lados). Mas quem usa a violência sancionada não pode permitir jamais que sua barbárie seja considerada como barbárie.

Toda, absolutamente toda a cobertura da grande mídia sobre os eventos de Charlottesville foi direcionada a esse fim.

A cada caso de violência vocês já sabem em que conta principalmente isso deve ser debitado: da grande mídia.

Não se trata de “jornalistas vivendo em bolhas” ou “pessoas carentes de informação”. Eles sabem o que estão fazendo.

É preciso começar a denunciar esse tipo de coisa ou então a direita ainda vai apanhar muito, mas muito mesmo. Isso se não ver várias pessoa sendo executadas à sangue frio.

Ou a direita começa a denunciar a campanha de incentivo à violência praticada pela esquerda (principalmente na mídia) ou vai arcar com as consequências de se recusar a enfrentar esse problema.

Anúncios

2 COMMENTS

  1. Dezenas de manifestantes em Detroit contra A SUPREMACIA BRANCA, e vandalizam o busto de CRISTÓVÃO COLOMBO

    http://www.freep.com/story/news/local/michigan/detroit/2017/08/19/demonstration-white-supremacy-christopher-columbus/583189001/

    “Os organizadores disseram que desconheciam os monumentos confederados da cidade, e por isso se concentraram qualquer memorial de outras figuras históricas”

    Bem, quando você é pago por hora para protestar e você fica sem nazistas, você precisa criar algo para manter o dinheiro fluindo. Eles provavelmente nem mesmo são partidários, eles só querem ser pagos.

  2. Ninguém gosta de “democracia”, PRINCIPALMENTE os esquerdistas. Democracia é papinho para passar a ilusão de que você possui algum poder, quando não possui.

    Um grande problema do ocidente é justamente a democracia. Se o ocidente tivesse copiado a URSS, nada disso estaria acontecendo. Em breve, o mundo inteiro vai ser um social-democracia politicamente correta.

Deixe uma resposta