Chantagem emocional está sendo utilizada para constranger analistas no caso da professora agredida

2
668

Para quem ainda não leu sobre o caso da professora Marcia Friggi, que foi agredida em sala de aula, clique aqui e aqui.

Porém, quando apontamos todas as declarações feitas por Marcia de incentivo à violência, alguns espertinhos surgem com técnicas de chantagem emocional.

Veja como funciona o padrão:

(1) Uma professora é agredida em sala de aula
(2) Você denuncia que isso é um barbarismo
(3) Surge, pela web, uma série de evidências mostrando que a professora defende agressões contra adversários, inclusive dizendo que “é bom deixar gente com olho roxo” (como ocorreu com ela)
(4) Você exibe essas notícias mostrando a contradição moral da professora
(5) Aparece uma turma dizendo: “Quer dizer que você quer justificar a agressão contra a professora?”
(6) Você questiona: “Em que parte de meu texto há qualquer defesa de agressão?”
(7) Barulho do grilo…

E lá vamos nós…

Por exemplo, uma leitora afirmou: “Procure saber o certo antes de fazer julgamento …as coisas não são bem assim..acredito que a professora foi mal interpretada”.

Perguntei: “Qual a interpretação correta?”

Resposta: ” Sou contra qualquer tipo violência seja física ou psicológica. Mas entendo que as pessoas precisam se defender e infelizmente vivemos num país onde você é ouvido se vc falar mais alto.tento me colocar no lugar da professora”. 

Eu, de novo: “Certo. Mas você disse que havia uma interpretação errada das palavras da professora. Qual seria a interpretação correta?”.

A partir disso, só ouvimos o barulho do grilo…

Anúncios

2 COMMENTS

  1. Eu ouvi mais cedo o programa do Reinaldo Azevedo na rádio. Nesses programas, ele normalmente começa lendo um de seus textos publicados, antes de ler/comentar notícias e atender ouvintes.

    Bom, partilho da visão de Ayan de que o Reinaldo é uma pessoa do tipo que se deve consumir com parcimônia. Ele produz muitos textos bons, porém em outros ele totalmente se perde. E se perder é um eufemismo. Na verdade, uma análise mais acurada do comportamento dele revela que ele não atua de acordo com uma ideologia, mas de acordo com seus objetivos pessoais, e para atingir este fim, abusa de fake news (como citar que a Venezuela de Maduro promove o livre acesso de armas), abusa de ataques histéricos, violentos e desproporcionais (como os 25 minutos de ofensa contra a Joice Hasselman – SÓ ofensas, nenhum contraponto) e finalmente, de duplo padrão (por exemplo, criticar qualquer suspiro de Sergio Moro e se calar quanto aos habeas corpus concedidos por Gilmar Mendes a quem é totalmente suspeito de atuar nestes casos). Mas destaco o brilhantismo dele no combate ao petismo como oposição, ao apoio ao impeachment e finalmente, ao combate ao PGR petista, doido para derrubar Temer.

    Então, hoje o editorial foi referente a citada professora. Porém, o que fez Reinaldo? Atacar Bolsonaro. Eu pessoalmente não gosto de Bolsonaro, e concordo com muitos pontos do Reinaldo quanto a ele (por exemplo, que o Bolsonaro tem posições que nada são de direita em temas como a terceirização, privatização, Temer, etc.). Porém, o que se viu hoje foi uma série de ofensas ao Bolsonaro porque um idiota agrediu a professora. Quase dando a entender que o culpado é o… Bolsonaro! Atacou também os textos de Feliciano, que citou Paulo Freire, e lascou a pecha de fascista nos dois.

    Assim, pessoalmente acho que comentar esse episódio é queimar vela boa com defunto ruim. O cara é bandido, e parte da culpa dele ser bandido é da defesa desavergonhada das esquerdas do “menor”. O cara já deveria estar preso pelo histórico dele, mas certamente seria protegido por gente do naipe de Maria do Rosário (que por sinal, defendeu estupradores pois menores). Ao invés de ficar posando de vítima, esta professora deveria tratar da expulsão deste mal elemento que certamente prejudicará o ensino dos outros. Será que ela fez isso?

    Bom, mas o ponto é que o Reinaldo tem na sua agenda o ataque ao Bolsonaro. Qualquer mal da sociedade é rapidamente associada ao Bolsonaro pois ele “representa” a parcela de idiotas que o Reinaldo convenientemente atribui a extrema direita (nem para ser de esquerda, mas enfim…). Comportamento similar quando Reinaldo atribuiu a culpa dos incidentes de Charlottesvile ao… Trump.

    Quer dizer, agora os políticos são os responsáveis pelas cagadas que as pessoas fazem. Aliás, certamente houve uma apuração pormenorizada para o isentão conseguir atribuir seu veredicto ao Bolsonaro e ao Trump, ao invês de atribuir a culpa dos incidentes aos próprios meliantes.

    Mas ele tem uma agenda, e para cumpri-la, mortos em Charlottesvile e agressões físicas são meros pretextos para tacar a pecha de fascista na cara de pessoas que nada tem a ver com a situação.

    Algumas vezes o Reinaldo consegue ser até pior que os petistas…

Deixe uma resposta