Final de entrevista com professora Márcia Friggi à Rádio Gaúcha demonstra um perfil assustador

24
815

Fiz uma avaliação do duplo padrão da professora Marcia Friggi (agredida em sala de aula) a partir de um trecho de uma entrevista que ela deu à Rádio Gaúcha.

Me deram a dica para ouvir essa parte da entrevista até o seu final. Fui fazer isso e o áudio da parte final completa da entrevista está no fim desse post. O que se nota é que Marcia Friggi é uma figura ainda mais sinistra do que ficou perceptível no trecho editado.

Ela simplesmente se recusou a dar a entrevista até o fim quando os fatos relacionados aos seus posts no Facebook (incitando a violência) começaram a aparecer.

Quer dizer… diante dos fatos, a discussão é interrompida de forma autoritária.

Acho que vale investigar os fatos a fundo, pois enquanto nada justifica a agressão feita pelo aluno – que deve ser punido com certeza -, é bom checar se ela agiu deste modo com os alunos também.

Tenha medo, tenha muito medo de Marcia Friggi.

Ouça:

Em tempo: este blog vai bloquear qualquer comentário que incentive qualquer tipo de agressão contra a professora. Não devemos nos rebaixar ao nível dela, que pede incisivamente a agressão física de opositores.

Anúncios

24 COMMENTS

  1. Até o momento não vislumbrei nenhum partido político , e sim uma liberdade de expressão jus a todos .
    Julgar uma pessoa por que ela posta na sua rede social comentários pessoais ? Quantas incoerências, pornografias, insanidade, apologia ao crime existe nesse facebook? E de repente um derramamento de críticas se baseando no que ela disse?
    Onde está a prova de que a mesma estava pregando política dentro da escola , ou quiça na sala de aula ?
    Dizer que :
    …. A mesma está colhendo o que plantou ? Eu particularmente adoraria jogar merda em muitos políticos , ovos eu deixaria para fazer um bom omelete.
    Pensemos:
    Será que agradamos em tudo o que postamos nas redes sociais?
    Ela foi entrevistada numa radio provavelmente onde vive , sinceramente no vídeo , eu só ouvi perguntas voltadas ao que ela havia postado no face , sobre aplaudir a “ovada” no Bolsonaro, bla bla bla .
    Vi uma senhora abalada emocionalmente , inconformada com essa podridão política do Brasil , e com toda razão .
    Em que momento lhe foi perguntado como ela estava se sentindo , e o que realmente aconteceu ?
    Inacreditável que as críticas estão voltadas as postagens da mesma .
    Bom , e já que está nesse “pé ” então que todos os políticos safados e inescrupulosos do país colham o que merecem , isso é, que apodreçam na cadeia . Abraços.

  2. Tipica “justiceira social” doida pra viralizar videos na internet mas não inteligente o suficiente para esconder os posts “politicamente incorretos”. Nem sei se ela é realmente vitima, pessoas desse perfil são mitomaníacas se querendo passar por virtuosos.

  3. Ela falou sobre onde surgiu as ovadas no Brasil, na época o pessoal tacou ovo no palácio pra estragar a decoração paga com dinheiro público no palácio, mais um palácio não sente dor , um ser humano sim ou uma ovada não dói? É diferente vc tacar ovo em um prédio e em uma pessoa! Esse exemplo que ela deu não tem cabimento algum!

  4. Tá explicado o soco na cara que essa mulher levou! Quem é capaz de suportar uma pessoa com um nível de ignorância desse tamanho? Com certeza é uma pessoa muito difícil de se lidar!

  5. kkkkkk isso não é professora coisa nenhuma, é mais uma militante de merda que usa salas de aulas para fazer a cabeça de seus alunos. Os pais deveriam ir ao colegio que essa militante comunista está inserida e exigir que seus filhos saiam da presença dela. Um diabo desses não deveria estar em sala de aula. Um filho meu jamais ficaria um dia numa sala de aula com um bicho desses, porque EU não ia deixar.

  6. Está professora foi vitima da própria filosofia que prega, em seu Facebook ela afirma que ” Um pouco de violência é melhor do que Passividade perniciosa” em em outro trecho do mesmo texto ela diz: ” conte comigo, inclusive para partir para porrada tem muita gente merecendo um olho roxo…”, Nada justifica a agressão que sofreu, mas a professora não pensa o mesmo sobre seus adversários, e justifica a agressão sofrida por Bolsonaro.

  7. Deixa ver se eu entendi:
    1) Essa psicopata têm o direito de endossar violência física para coagir ou eliminar qualquer não esquerdista;
    2) Nós, os não esquerdistas, ao contrário, somos proibidos por nós mesmos de fazer o mesmo com essa escória;
    3) Ao contrário, além de gritos, xingamentos e palavras de ordem, tudo o que devemos fazer é TER MEDO dessa corja;
    É exatamente por conta desse comportamento pífio dessa “direita b**da” que temos nessa joça de País Merreca, que nosso destino é inevitavelmente o mesmo da Venezuela e de Cuba: A Civilização Ocidental, também foi cunhada à ferro e fogo e não apenas na moralidade e no direito estabelecido. Psicopatas e seriais-killers com essa corja petralha não temem xingamentos mas temem e muito, pela própria vida.
    Foi exatamente esse comportamento COVARDE, que fez deixar de seguir o Rodrigo B**da Constantino. Simplesmente, não tenho como aguentar mais tanta pusilanimidade! Não falo em se estimular abertamente a violência, mas admitir que a Esquerda já o faz abertamente e que tudo o que podemos fazer é “ter medo”, é covardia demais para meu gosto, senhor!

  8. Ela sofreu oq ela mesmo prega, desde q não seja nela mesma. Agressão nos outros é revolução se for nela é agressão. Esse é o pensamento da esquerda. Veremos muito disso ainda nesse país, infelizmente.

  9. Em país civilizado minimamente até agressões com a voz podem ser retrucadas de forma urbana, segura, sem redundância pior. Em país com precariedade na educação familiar e escolar pode-se ter uma agressão criminosa como essa que atingem vários professores brasileiros (não é primeiro exemplo) e atingem em cheio à estreiteza mental da política brasileira. Que, como se vê, perdeu o rumo e mergulhou o país numa incerteza tamanha!

  10. Mais uma que gosta de falar, ter razão e quando inquirida pelos erros dela sai fora chamando os outros do que ela nem conhece só ouviu falar, essa senhora se achou certo acetarem o ovo em qualquer pessoa o mesmo ovo que é pra se comer, lamento é uma pessoa do mal, pois se pode jogar o ovo em um, pode jogar nela qualquer outra coisa, se não pode jogar ovo em alguém, nela não pode jogar nada, basta ter bom senso. OBS:. Em um governo socialista=comunista=petista, professor ganha igual a um humilde faxineiro, ela que não se esqueça disso.

  11. Eu tenho muito medo dessa gente e destes “educadores”. São fazedores de opinião e fazem as cabeças de jovens adolescentes. Tem claramente dois pesos e duas medidas. Socorroooo!

  12. triste ver isto, a violência pode começar com um ovo, e ir muito mais longe, um educador destes não deve estar em uma escola educando as crianças, o que ela quis dizer que se eu considerar uma pessoa má eu posso bater nele

  13. Primeiro jogar ovos veem da época de colégio, quando chegava o fim do ano e jogávamos ocos nos colegas, e pintavamos e assinavamos as camisas dos colegas, uma simples brincadeira. É o casamento em Curitiba foi sim num Palácio, mas de uma uma Sociedade, particular, a Sociedade Garibaldi, o único detalhe é que o mesmo é patrimônio histórico.

  14. A professora revela pouco conhecimento. Atirar ovos é uma agressão comum mas é uma agressão. E não data de tão pouco, muito menos de um casamento. Em 1960 Jânio Quadros, então candidato À Presidência da República, foi a um comício em Minas Gerais, onde seria recebido por Magalhães Pinto, influente político mineiro. No comício, todos os oradores foram vaiados e agredidos com ovos, gerando um tremendo mal estar entre paulistas e mineiros aliados na disputa. Não acredito que a Ilma. Professora não saiba que atirar ovos nos outros fere a individualidade das pessoas…….

  15. O que dá pra ver é que ela é uma desequilibrada que acha tudo que a esquerda faz muito certo, mas se alguém que for dos “coxinhas” (como a esquerda taxam quem não pensa como eles), ela considera muito errado. Quem sabe, se ela tivesse um pingo de vergonha na cara, ela seria vista como vitima pelo povo brasileiro que tem que acordar muito cedo para ir trabalhar (aqueles que ainda tem um trabalho para ir, pois a esquerda que ela defende os eliminou para dar emprego para os socialistas de Cuba, Venezuela e outros países) e receberem salários de miséria e um abono salarial parcelado (herança da Dona Dilma), por isso é melhor ela ficar quieta. Aqui no RS estamos com problemas para receber os salários públicos graças ao último governador de esquerda, que gastou o que não tinha para não fazer nada pelo estado, e também graças a dívida estadual que foi feita pelo governador de esquerda do mesmo partido que ela apoia (PT) que pediu um empréstimo com juros acima do mercado e que ele sabia que nunca poderia ser pago pela sua administração. Então é melhor ela se informar melhor da situação do país antes de abrir a boca para falar besteiras.

Deixe uma resposta