Trump pode se complicar se não começar a defender seus eleitores da violência terrorista promovida por Soros e CNN

2
466

A administração Trump tem acertado em vários pontos, mas cometido um erro que pode comprometê-lo seriamente.

Ele simplesmente não defende seus eleitores vítimas da violência das milícias black blocs dos EUA – que se auto rotulam “antifas”, mesmo que sejam a máxima representação do fascismo atual.

Em vídeos coletados nos perfis de Twitter do Renova Mídia e de Gabriel Pinheiro, vemos várias cenas de violência contra eleitores de Trump.

Vemos as milícias terroristas jogando urina em pessoas, agredindo pessoas de idade, tentando forçar uma mulher a tirar a camisa, batendo num repórter, tentando assassinar um homem na rua a golpes de porrete e até intimidando um jovem negro, que no fim não aguentou mais de dois minutos de violência psicológica e reagiu.

Nota-se que o Trump que falar em lutar contra o terrorismo praticado pelo mundo está ignorando atos de violência praticados em seu próprio pais contra seus eleitores.

É preciso existir alguma forma de parceria aí: se as pessoas ajudam a promover Trump e o defendem, o mínimo que se esperaria do presidente é que ele lutasse para evitar que fossem vitimadas pela violência.

Torço para que Trump mude este curso de ação e comece a fazer algo para proteger as vítimas de violência black bloc. Caso contrário, pode se complicar…

Anúncios

2 COMMENTS

  1. A chave da questão É A MIDIA!!!

    Se um “antifas” fosse espancado por eleitores de Trump haveria primeiras páginas durante um mês, atacando os “Trumpistas” chamando a todos de… …oh! “fascistas”.

    Que se lembre dos maníacos do Talibã recebendo um tratamento razoável dos soldados americanos. A Midia passou meses dando manchete e primeira página com fotos e charges.
    Contudo quando é da esquerda o silêncio se faz.

    Obama ESPIONAVA CONGRESSISTAS e usava a Receitra Federal para perseguir adversários. Nixon teve que renunciar por muito menos, dada a quantidade de manchetes atacando-o.

    No caso Obama, surge um agente da NSA para denunciar espionagem a outros países e a ESPIONAGEM INTERNA foi esquecida. Snoden (se é assim que escreve) não apresentou NADA de útil, mas apenas falatório e foi se acolher na Russia.

    Hillary com o caso dos emails foi esquecida, mas Trump é investigado por encontrar-se com Russos.

    A MIDIA é a VOZ que TODOS ESCUTAM e orja a ESPIRAL do SILÊNCIO.
    É a propaganda que estabelece a MORAL. É ela que “fala” a TODOS sem dar direito de réplica a ninguém. Com isso parece que o SILÊNCIO é admissão de culpa, mas é que a midia não dá voz aos discordantes.

    A MIDIA atual faz o PAPEL que a IGREJA fazia na IDADE MÈDIO: Martelar a cabeça de todos com a IDEOLOGIA que reivindicava o Poder absoluto para o REI e seuws agregados (para o Estado). Leia-se a Biblia em ROMANOS 13 ou Epistolas de Paulo 13.

    Há que se combater a credibilidade desta canalha midiática que obtém os favores do Estado.
    São doutrinados nas faculdades e CORROMPIDOS nos meios de MANIPULAÇÃO de OPINIÃO.

    Atacar o paiol da tropa inimiga é a tática que mais surtirá efeito. Abalando a credibilidade da MIDIA ao MOSTRAR a CANALHICE e as MANIPULAÇÕES desta em favor do PODER ESTATAL TOTALITÁRIO, desmascara-la, mostrando que esta defende o totalitarismo estatal (socialismo) para obter regalias do Estado é o caminho para desmascarar o banditismo estatal.

    A MIDIA CORRUPTA deve ser confrontada mostrando-se o que ela OMITE, o que ela DETURPA e o que ela EXAGERA para defender seus interesses CORPORATIVOS é a melhor tática para desarmar os CRÁPULAS.

Deixe uma resposta