Deputado bizarro do PSOL diz que um adulto ver pornô no celular é pior que colocar menina de quatro anos para tocar homem nu

5
273

Lemos o seguinte no Estadão:

“Não consigo acreditar que tenha algum pilantra, algum vagabundo, dentro desta Casa, que aplauda isso. Porque, se tiver, tem que levar porrada, tem que levar cacete, para aprender. Bando de traidores da moral brasileira, tem que ir para a porrada. Nós não podemos mais aturar isso. Se você apoia patife, se você apoia tarado, é na tua cara que eu vou dar”, disse.

O deputado Edmilson Rodrigues (PSOL-PA) reagiu e, sem citar o nome de João Rodrigues, afirmou que falta de moral era ter deputados que viam filme pornográfico dentro do plenário. O deputado catarinense foi flagrado assistindo a um vídeo com conteúdo explícito em 2015 durante uma sessão de plenário. “Tenham vergonha na cara aqueles que querem puxar a orelha daqueles que têm compromisso com a arte”, afirmou.

Como pode alguém não apenas comparar o ato de um adulto ver um filme pornô no celular com o ato de forçar uma criança de quatro anos a tocar um homem nu em uma exposição?

Mas Rodrigues foi além: ele disse que é pior que um adulto veja pornô em seu celular do que a pedofilia acontecida no MAM.

O detalhe é que ver filme pornô no celular não é crime. Praticar abuso sexual com uma criança de quatro anos sim.

Se o deputado adversário viu pornô em seu celular, o problema é dele. Aqui não é a Coreia do Norte para ele querer censurar o que pessoas adultas fazem com seus celulares. Mas quando alguém obriga uma criança de quatro anos a tocar no corpo nu de um homem, é caso de polícia.

Esse PSOL é um partido de psicopatas mesmo.

Anúncios

5 COMMENTS

  1. Por um bom tempo o problema foi exatamente
    o sufocante autoritarismo do PT…
    Mas em 2016 tivemos um enorme alívio.
    Nos libertamos da adstringente ideologia petista
    devido aos criativos movimentos de rua no ano passado.
    O MBL teve o seu papel empírico, em 2016!
    MBL [Movimento Brasil Livre]
    faz jus ao nome dessa sigla, sem dúvida.
    A diminuição do poder vigarista do PT com
    a saída de Dilma em 2016 foi fortemente
    permitido devido ao MBL.
    Empírico, corajoso e pragmatista,
    o Arthur do “Mamãe Falei” ajudou enormemente
    a desconstruir o discurso ideológico
    do PT através do método socrático.
    Pelo menos MBL e o Arthur lutam contra
    o lixaço da doutrina
    petista (conhecida como Petismo),
    lutam contra o brega, o barangismo petista,
    o mau gosto, o barangão do sertanejo universitário
    do petismo [inventado na Era Dilma-Lula],
    o cafona, o lixo se fingindo de “arte”
    misturado com outras obras para despistar
    em galeria que se vai tornando picareta,
    e lutaram contra o autoritarismo
    sufocante do PT
    e o Kitsch.

  2. Parece que o deputado Aureo (SD/RJ) incluiu uma emenda no projeto de reforma política:

    Permite a qualquer usuário obter a suspensão de conteúdo “de discurso de ódio, disseminação de informações falsas ou ofensa em desfavor de partido ou candidato” sem a necessidade de ordem judicial.

    a informação veio do blog do idiota do Lauro Jardim…

  3. quem sera o macinheiro que escreveu esta materia???? O problema e dele se ver pornografia na casa dele e as custas dele.
    No xongresso com equipamento publico o peovlema nao e so dele.

Deixe uma resposta