A extrema esquerda que protege o terrorista Cesare Battisti é uma mancha na história brasileira

0
453

Um dos motivos justificando a possível extradição do terrorista Cesare Battisti – que matou 4 pessoas e deixou m jovem paraplégico – para a Itália é o fato de que ele demonstra todo o padrão típico de um psicopata.

Senão vejamos o que ele disse ao Estadão: “Não sei se o Brasil vai querer se manchar sabendo que o governo e a mídia criaram este monstro na Itália. Vão me entregar à morte”.

Como alguém pode ter a cara de pau de dizer a frase “vão me entregar à morte” depois de ter matado quatro pessoas e deixando um menino de então 15 anos paraplégico, após ver seu pai ser assassinado por Battisti.

Note que Battisti inverte o senso moral em todas suas frases, algo que é típico do comportamento dos psicopatas.

“Entregar à morte” foi o que Battisti fez. Sabendo que ele apenas vai mofar na prisão, diz que estariam “entregando-o à morte”.

Do mesmo modo, mancha na história do Brasil é ter visto Lula impedindo sua extradição, protegendo o terrorista. Sua possível extradição é apenas uma forma de amenizar essa mancha.

Battisti segue perigosíssimo.

Anúncios

Deixe uma resposta