Bolsonaro diz que tem que pensar 200 vezes antes de privatizar a Petrobrás, mas a questão já deveria estar fechada

9
341

Conforme publicado no site O Anestesista (apelido para O Antagonista), o deputado Jair Bolsonaro não se mostrou muito animado com a privatização da Petrobras e de outras estatais narradas como se fossem “estratégicas”.

Ele diz:

“Tem que pensar 200 vezes antes de privatizar a Petrobras. Quem vai decidir o preço do combustível se colocar na mão de estrangeiros?”

Mais que vender, ele acha que o principal é evitar o aparelhamento político das estatais, que acabam sendo usadas para financiar campanhas e enriquecer partidos e políticos.

Para o deputado, menos intervenção do Estado na economia significa “não ficar patrulhando o empreendedor, quem quer produzir.”

Pensar 200 vezes antes de privatizar a Petrobrás, Bolsonaro?

Aliás, que história é essa de que se cair nas mãos de estrangeiros o preço da gasolina passa a ser decidido na canetada?

E como é decidido o preço hoje?

Tá bem esquerdistinha esse discurso sobre a Petrobrás.

Dá pra melhorar isso aí, e de preferência com análise da leitura corporal.

Em tempo: se for para manter a empresa estatal e evitar o “aparelhamento político”, ele estaria trazendo anjinhos para sua administração?

Difícil…

Essa declaração do Bolsonaro de que tem que “pensar 200 vezes antes de privatizar a Petrobrás” é sintoma de que a opinião pública de direita pendeu muito a favor dele no último mês. Ele relaxou.

Parece que já não se sente obrigado a atender a demandas tão importantes quanto essa.

Esse é o motivo pelo qual é preciso focar num projeto político e ir cobrando continuamente os candidatos, em uma contínua entrega de valor.

Quem não é cobrado, relaxa…

Anúncios

9 COMMENTS

  1. O maior problema de Bolsonaro é não saber manter uma postura equilibrada em suas aparições e declarações. Ele se deixa levar pelas emoções e não pensa no que vai falar causando todo constrangimento e perda de prestigio. Os adversários adoram.

  2. Bolsonaro, está correto, ele deve ser contra a privatização da Petrobras e a reforma da previdência, a maioria dos eleitores é contra essas medidas e ele está em uma campanha eleitoral e não de conscientização… todos sabem que os candidatos vermelhinhos usam a mentira como tática para chegar ao poder, pq Bolsonaro deve ser rotulado como inimigo dos trabalhadores e aposentados!
    Ele deve se concentrar na segurança pública, em como ele vai evitar milhares de mortes ao ano, etc..
    Temer, está melhorando a economia mas só tem o apoio de 5% da população logo não é nada inteligente se concentrar em temas econômicos,a maioria da população brasileira acredita no mito do estado rico e paternalista logo se Bolsonaro quiser ter chance deve alimentar essa fábula, e se ganhar ir mudando lentamente.

  3. Que horror! Alguém que pensa na segurança energética do país. O que seria de nós sem os liberais para nos proteger da sanha estatista? Fico a imaginar onde estaríamos se Getúlio não tivesse chutado a república velha. Se os militares não tivessem construído Itaipu, pq afinal os liberais acham isso um horror. Liberal é quinta coluna.

  4. Está na hora do Bolsonaro parar de falar merda na área econômica. Falar que lugar de bandido é na cadeia é bom mas não é suficiente!
    Seguem algumas sugestões:
    Privatizar a Petrobras, Correios, Eletrobrás
    Reduzir o funcionalismo publico, salários, estabilidade e benefícios.
    Extinguir 20 ministérios
    Reformular as leis trabalhistas. O que foi feito é bom mas insuficiente.
    Reduzir impostos e a burocracia para abrir e fechar empresas.
    Existem muitas leis ambientais que só servem para atrapalhar a abertura e funcionamento de empresas ou só servem para o achque de fiscais. Tem que fazer uma faxina regulamentar.
    Acabar definitivamente com essa ideologia de gênero e com o adoutrinamento esquerdista nas escolas.
    Acabar com o acordo sobre o aquecimento global que visa só arrecadar dinheiro para movimentos esquerdistas. Da mesma forma restringir o apoio financeiro nas áreas de pesquisa que tratam sobre sustentatibilidade e biodiversidade que não são prioridades para o pais. O Brasil tem que investir fortemente em desenvolvimento de tecnologias para o mercado. Hoje pais que não tem e não investe em tecnologia fica para trás, etc.

Deixe uma resposta