Caetano/Lavigne mostram tentativa da Casa Grande artística viver acima das regras aplicadas aos demais mortais

2
157

O internauta Thiago Rachid escreve:

Não há qualquer dúvida que Caetano Velloso cometeu um crime se o que foi relatado por Paula Lavigne à Revista Marie Claire for verdade.

Só que Caetano Velloso pertence ao grupo dos brasileiros inimputáveis, aquele grupo de ricos e/ou famosos aos quais a lei penal – que pune negros, pobres e favelados – não alcança.

Quem defende Caetano Velloso nessa situação está defendendo o direito da Casa Grande de seguir a sua vida tranquila sem ser importunada por esses inconvenientes legais.

É isso e apenas isso, mesmo que essas pessoas nem se deem conta disso.

A atitude arrogante da dupla Caetano/Lavigne não passa disto mesmo.

Pessoas que pertencem a uma elite artística, vivendo em uma Torre de Martim, achando-se no direito de não serem contestadas em absolutamente nada, o que é uma regra diferente do que vale para o resto dos mortais.

Anúncios

2 COMMENTS

  1. Não podemos esquecer que o Caetano e um comunista de carteirinha, apesar de não abrir da sua vida de capitalista, por isso, ele não iria ser diferente dos milhares de comunista que nós temos hoje no país, e como os outros não aceita ser contestado

Deixe uma resposta