O esquerdismo de FHC justificado: sua fundação teve R$ 6,3 mi via Rouanet e pode captar mais R$ 8,99 mi

0
165

O ILISP informa que a Fundação FHC, criada pelo ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso, obteve R$ 6,3 milhões por meio da Lei Rouanet. Se você achou pouco, então saiba também que a fundação acabou de obter autorização para captar mais R$ 8,99 milhões.

O site lembra que de acordo com a descrição do primeiro projeto, de R$ 6,3 milhões, o dinheiro foi usado para “dar continuidade à descrição, preservação e informatização do Acervo Presidente Fernando Henrique Cardoso (períodos pré e pós-presidenciais)”, além de “continuar os programas educativos e culturais já em curso desde 2007”. Do valor total, quase metade dele – R$ 3 milhões – foi destinado pelo Banco Itaú, enquanto outros R$ 1,6 milhão foram destinados pelo Banco Safra.

Agora a fundação buscou e teve autorizada a captação de mais R$ 8,99 milhões por meio da mesma Lei Rouanet. A descrição do projeto não difere muito da original original: “prosseguir o tratamento técnico do Acervo Presidente Fernando Henrique Cardoso (…) e prosseguir os programas educativos e culturais, em curso desde 2007”.

A ideia legislativa pedindo a extinção da Lei Rouanet pode ser votada por meio deste link.

Seja lá como for, esse parece ser um dos motivos para explicar o esquerdismo tão apaixonado de FHC.

Anúncios

Deixe uma resposta