R$ 10 mi para Wagner Moura captar recursos para filme sobre Marighella é chamado à guerra contra leis de incentivo cultural

2
196

 

Lemos na Veja que o filme “Marighella” – que contará a história do terrorista e comunista adorado pela extrema esquerda – ganhou aval para captar mais de 10 milhões de reais através de edital do Ministério da Cultura.

A matéria diz: “A produção da O2 Filmes terá a estreia de Wagner Moura na direção e será baseada no livro Marighella: O Guerrilheiro Que Incendiou O Mundo, do jornalista Mário Magalhães”.

Tem mais: “Em maio deste ano, um formulário de inscrições foi aberto para selecionar atores da cidade de Salvador para o filme. Entre as exigências para o elenco, estavam residir na capital baiana e ser natural do Nordeste”.

Por fim, a matéria lembra que a decisão da Ancine foi feita através da lei de fomento ao audiovisual. O longa ainda não tem data de estreia.

Ao que parece, agora o negócio é provocar o povo. R$ 10 milhões de dinheiro do povo para um filme sobre um terrorista é praticamente um chamado ao confronto.

Esse tipo de tapa na cara do povo deve ser respondido com projetos de lei para encerrar uso de “leis de incentivo” à cultura para financiar agendas políticas.

Anúncios

2 COMMENTS

Deixe uma resposta