Luislinda agiu como típica esquerdista: sequestrou uma causa legítima e a deturpou para benefício pessoal

1
245

Sempre que vemos a esquerda – e especialmente a extrema esquerda – praticando suas tradicionais instâncias de virtue signalling (encenação de virtude) é bom colocá-los sob teste.

Quase nunca eles seguirão seu próprio livro de regras. Normalmente os pegamos em contradição, raramente seguindo suas próprias normas. Na maioria dos casos, usam as minorias como massa de manobra.

Sobre a ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois – que reclamou de escravidão ao pedir um salário de R$ 61 mil e depois recuou no pedido, tamanha a vergonha -, vemos no mínimo um padrão que se repete.

Bem acertado é este tuíte do internauta Paulo:

Anúncios

1 COMMENT

Deixe uma resposta