Governo só está estarrecido com “ingratidão” da ultra esquerdista Flavia Piovesan porque quer

1
202

Finalmente, a ultra esquerdista Flavia Piovesan foi demitida do cargo de secretária dos Direitos Humanos do governo Temer.

O Diário do Poder conta que o Planalto está surpreso com a “ingratidão” de Flavia:

O Planalto está às voltas com um caso espantoso até para os padrões da política brasileira. É que o governo Michel Temer investiu na eleição de Flavia Piovesan, secretária de Direitos Humanos, à vaga na Comissão de Direitos Humanos da OEA, a Organização dos Estados Americanos, mas, depois de eleita, ela desatou a falar mal do governo. Temer gostava muito da moça desde quando orientou sua tese de mestrado. Procurada por meio de sua assessoria, ela não retornou.

Desculpem-me, mas ninguém tem o direito moral de se dizer espantado.

Uma vez que alguém coloque alguém ligado a grupos de extrema esquerda em sua equipe, deve estar preparado para todo tipo de sabotagem, pois é assim que funciona a mente dessa gente.

Qualquer pessoa de extrema esquerda entende que direitistas e centristas são lixo, a serem derrubados na menor oportunidade. Podem até usar violência física se for necessário.

Foi um erro mortal de Temer ter nomeado Flavia Piovesan. Agora é preciso pedir desculpas aos outros por ter descumprido a regra, que diz: “jamais confie em alguém de extrema esquerda”.

Mas a arrogância de quem montou a equipe de Temer foi mais forte, não é mesmo?

Anúncios

1 COMMENT

Deixe uma resposta