William Waack é afastado por afirmação racista. Agora falta afastar José de Abreu por ter cuspido em uma mulher.

8
337

Já vi gente defendendo o jornalista e apresentador do Jornal da Globo, William Waack, que foi afastado após ter sido pego fazendo uma afirmação racista enquanto achava que não estava sendo gravado. A gravação é de 2016.

No vídeo, Waack está ao lado de um entrevistado, poucos minutos de entrar no ar, em frente à Casa Branca, nos Estados Unidos. Na rua, um motorista começa a buzinar o carro por alguns segundos, o que irrita o jornalista. “Está buzinando por que, seu m… do c…?”, diz o Waack.

Na sequência da gravação, ele se vira para o entrevista e e diz algo parecido como “é preto, é coisa de preto”. O entrevistado ri e o jornalista completa com um “com certeza”.

Basicamente, Waack foi descuidado (e a afirmação é certamente racista), pois sabe que vive na época da guerra de narrativas e do virtue signalling. Basicamente, ele deu brecha e seus opositores aproveitaram.

Leandro Ruschel questiona:

Por que a Globo afastou o jornalista que fez piada racista e não afastou o ator que cuspiu na cara de uma mulher num restaurante em São Paulo?

Agora falta afastar José de Abreu que foi muito além de Waack, que basicamente usou palavras. José de Abreu cuspiu em uma mulher num restaurante.

Mas como se sabe, para quem pertence à extrema esquerda, as regras morais parecem não valer.

Ou seja, Waack só foi punido por sua afirmação racista por não ser da extrema esquerda. Caso contrário, permaneceria impune, como acontece até hoje com José de Abreu.

Anúncios

8 COMMENTS

  1. Globo dois pesos e duas medidas! Afasta um Jornalista que tem uma carreira de mais de 30 anos por ter dito uma grande bobagem! No entanto não afasta José de Abreu que cuspiu em uma mulher nem afasta Fábio Assunção por ter ficado bêbedo, brigado, agredido pessoas, agredido um policial e resistir a prisão! Qual fato é mais grave? Falar uma bobagem ou cometer agressão física e quebrar patrimônio alheio??

Deixe uma resposta