Guga Chacra é triturado pelos leitores após tomar paulada da consul da Polônia e se fazer de vítima

Guga Chacra está mais perdido que cego em tiroteio. Este é um dia que ele não esquecerá tão cedo.

Para início de conversa, Guga disse que a manifestação pelo Dia da Independência da Polônia era uma manifestação nazista. Eis o print:

Depois de ser refutado, retornou com outro post vitimista por ter sido refutado até pela Cônsul da Polônia Katarzyna Braiter, que mandou diversas mensagens a Guga Chacra desmentindo a mentira. Em um momento, Katarzyna disse que “como o Senhor persiste nas suas informações falsas a carta do Embaixador da Polônia protestando contra suas acusações em que o Senhor culpa todos os participantes por excessos somente de alguns vai ser enviada a redação do Globo”.

Veja a traulitada de Katarzyna:

E veja o segundo post deletado por Guga:

Aí não teve jeito mesmo. Mesmo com o post deletado (e após ele ter bloqueado a Cônsul da Polônia), o pau torou pra cima do criador de “fake news”:













Anúncios

Deixe uma resposta

    • Não é erro, eles fazem de PROPÓSITO, afim de colocar em pauta, a agenda extremista deles, então eles acusam os outros, do que eles mesmo fazem, é so um truque, o cara é um canalha.

      Como a POLONIA poderia ser nazista? só um canalha para falar isso, a Polonia sofreu nas maos dos nazistas e dos comunistas, eles repelem ambas.

      Esse cara só usa o espaço dele, para ativar termos genericos, e chamar qualquer coisa de racismo, de homofobia, etc.

  1. Alguem se deu ao trabalho de ler o artigo do The Guardian? Só acho que ele precisava ter evitado a palavra ‘nazista’! Meu pai testemunhou o quanto muitos da população polonesa ajudaram os nazistas na caça aos judeus na época e aparentemente não conseguiram resolver a questão ainda! Perguntem á um judeu o que ele acha disso!!!!

  2. Este episódio evidencia outra coisa: toda manifestação de nacionalismo (em contraposição ao globalismo) será acusada de ser “nazista”. Mesmo se for a manifestação do nacionalismo polonês, que é, provavelmente, o mais antinazista que existe. Toda resistência ao globalismo será acusada de ser “nazista”, “fascista”, “racista”, “supremacista”, etc.

  3. Pingback: Abre o Jogo – Viva a Polônia! Precisamos aprender com ela! | Capital Cultural

  4. Este cara é a face da esquerda iphone que existe mundialmente…dizem queos outros devem estudar e diz uma besteira desta ..uma acusação grave..e ainda não foi demitido…é por estas e outras que não assisto a FAKEnews..nem em canal aberto nem fechado.