Guga Chacra ultrapassou a linha da desumanidade tradicional ao acusar a vítima de ser o seu algoz

6
283

Como ja vimos por aqui, o jornalista Guga Chacra, da GloboNews, mostrou que para ele o fundo do poço é apenas uma etapa.

Os posts aqui feitos sobre o assunto são:?

 

Agora uma nota no site oficial da Embaixada da República da Polônia em Brasília declarou que “no dia 11 de novembro do corrente, em Varsóvia, foi realizada a Marcha da Independência, que acontece ciclicamente, da qual participaram milhares de pessoas que puderam, de forma pacífica, expressar os seus sentimentos patrióticos”.

“A Marcha foi uma grande festa dos poloneses, que tem diferentes pontos de vista, porém se unem no que diz respeito aos valores comuns: a liberdade e a fidelidade à Pátria Independente. O Ministério das Relações Exteriores aponta que enfatizar os acontecimentos que foram apenas incidentes é inadequado. Gostaríamos de lembrar também que as autoridades polonesas rejeitam as opiniões baseadas em ideias racistas, antissemitas e xenofóbicas, em função disso o Ministério das Relações Exteriores foi contrário à visita do Sr. Richard B. Spencer na Polônia”, concluiu a nota do MRE polonês.

E ainda assim esse ser vergonhoso que atende por Guga Chacra ainda não pediu desculpas. Ao imputar à uma grande marcha de pessoas – que em sua absoluta maioria repudiam os regimes de Hitler e Stalin – o rótulo de nazistas, esse sujeito simplesmente ultrapassou a linha da desumanidade tradicional ao acusar a vítima de ser o seu algoz.

Anúncios

6 COMMENTS

  1. Rede Globo,

    Está perdendo a confiança da população devido postura ideológica de seus comentaristas …
    Parecem mais militantes esquerdopatas que jornalistas.
    Esse caso do Guga Chacra foi demais…

Deixe uma resposta