Linguagem corporal de Taís Araújo complica a atriz durante narrativa vitimista em programa da Globo

24
622

A Caneta Desesquerdizadora publicou um vídeo desmascarando a atriz Taís Araújo. Leia mais, a partir do site:

Caneta Desesquerdizadora resolveu desmascarar Taís Araújo. Em 2013, Tais afirmou que era neta de austríaca, filha de pai “brancão cheio de sardas” e morava em uma casa onde o “preconceito nunca foi discutido”. Mas em 2015 as coisas “mudaram”.

Tais fala sobre um suposto caso de racismo pelo qual passou em uma das “escolas particulares e tradicionais no Rio” (ou seja, caras) onde estudou. Note que Tais afirma que “negro brasileiro passa por isto diariamente” (enquanto o corpo nega com a cabeça) e que passou por isto “a vida toda, passo até hoje” (o corpo nega novamente com a cabeça e os olhos se fecham para não ver a mentira).

O fato é que Tais Araujo sempre foi rica (“peguei as joias da minha mãe”) e agora se vitimiza para aparecer.

Enfim, não preciso acrescentar muito ao que foi dito acima.

Veja o vídeo de 2013:

Agora vejamos o vídeo mais recente:

Note o que acontece entre os momentos 0:13 e 0:16.

Taís Araújo mexe a cabeça negativamente enquanto faz a declaração simulando que ela sofreria o mesmo preconceito que se abateria sobre as pessoas da periferia. Além da prova já trazida pela Caneta Desesquerdizadora (com o vídeo de 2013), quando alguém balança a cabeça negativamente enquanto faz uma afirmação isso significa que ela está mentindo. É um reflexo inconsciente. Quem já leu Paul Ekman percebe isso logo de cara.

Outra evidência de linguagem corporal é que a atriz fecha os olhos enquanto faz a narrativa. Ou seja, as provas da mentira estão em dobro.

Anúncios

24 COMMENTS

  1. Essa aí é a que esta decepcionada porque sua filhinha brinca com coisas de menina, normal. Que rejeita carrinhos e brinquedos masculinos. Que ela está achando estranho o comportamento da filha, fujindo à ideologia de gênero. Hipócrita.

  2. Vocês poderiam investigar coisas úteis como ajudar a polícia a desvendar casos, ou até a sociedade, do que perder tempo falando da vida de pessoas individuais e famosas só pra ganhar leitores.

  3. Lembrando que não precisa ser “Negro”para ser discriminado. Discriminação existe em todas as áreas seja por cor da pele,preferência sexual ,religião, no trabalho etc… Quis dizer que se vc nunca passou por isso, não tem como “Desesquerdizar” a atriz. Ou seja , falar que é mentira da atriz por um gesto , NÃO apaga o que ela passou na vida meu caro.

  4. Matéria ridícula. Sem fundamento. Ela foi bem clara que na casa dela Pai mãe irmão nunca teve esse tipo de comportamento ou assuntos. Afff sem noção a matéria na moral!

  5. “depois que eu saí de casa eu descobri que nem todo mundo é minha mãe e meu pai”

    Ela até pode ter inventado essas coisas, mas que existe é muito, isso é um fato. Uma pessoa negra estudando em uma escola de elite do rio… Não acho difícil gerar o tipo de comentário que ela descreveu

  6. Nooossa acharam uma nova pessoa pra encher, todo mundo fala com esses tipos de repressões fechando o olho balançando a cabeça, e dai q ela é rica o racismo se vem devido a cor principalmente e nao pela condiçao financeira, o fato é que todas as pessoas tem o preconceito de q todo negro é pobre.

  7. Gente o que tem isso de mais, a maioria das pessoas conversam mexendo a cabeça, a mão, a perna….. Isso não significa negativa do que ela contou, ninguém pode duvidar do que as pessoas falam…. Ridículo a reportagem.

  8. Nossa que triste taiszinha , uma vez meu professor falou – quer prioridade vai pagar escola particular! Fiquei abalada, triste pois meus pais não tinham boas condições ! Mas se minha mãe tivesse jóias eu tbem tacava na cara dele !!!

Deixe uma resposta