ACM Neto ataca Escola sem Partido com argumento chinfrim

Conforme o Antagonista, ACM Neto deu uma entrevista à rádio Metrópole, de Salvador, onde afirmou nesta terça-feira que é contra o Escola sem Partido.

“No Brasil, não tem essa coisa de professor estar na sala de aula fazendo militância política. Alguns até fazem, mas são exceções. E exceções devem ser tratadas como exceções. Você vai censurar, monitorar o que o professor está falando em sala de aula? Isso é descabido”, disse.

A argumentação é lastimável e bizarra.

Primeiramente, ele diz que “não tem essa coisa de professor estar na sala de aula fazendo militância política”. Mas faltou ele explicar a enorme quantidade de denúncias (comprovadas, inclusive com vídeos) dessa doutrinação.

Para ele, isso são “exceções”. Mas isso não justificaria tamanha revolta.

Ele afirma que seria descabido “censurar, monitorar o que o professor está falando em sala de aula”. Bem, monitorar não é o mesmo que censurar. As duas afirmações não deveriam estar na mesma frase.

Ser monitorado é o ônus de qualquer funcionário público que entrega serviços para o povo. Não há nada de errado nisso. Faltou ele entregar um argumento dizendo porque os professores não poderiam ser monitorados.

Ademais, a exibição de cartazes mostrando aos alunos os direitos que eles já possuem não implica censura.

Twitter: https://twitter.com/lucianoayan

Facebook: https://www.facebook.com/ceticismopoliticosc/

2 comentários em ACM Neto ataca Escola sem Partido com argumento chinfrim

  1. Concordo. Professores devem ser monitorados, mas isso serve para ambos os lados. Tanto para professores da direita quanto da esquerda:

    http://libertoprometheo.blogspot.com/2018/10/ana-caroline-campagnolo-deixa-claro-o.html

  2. Que argumento ridículo!
    Como se censura fosse realmente algo ruim. Passamos os últimos anos censurados, não podendo falar o que realmente pensamos, o politicamente correto nos censurando. Mas agora temos o capitão que foi eleito pelas mãos divinas e isso acabou.
    Se for preciso vai ter censura sim.
    Os professores são culpados pelo horror que está essa juventude e a Educação no país. Vão ter que pagar por isso.
    Espero que o mito cumpra o plano de educação à distância para todos e assim acabe com essa ladainha de professores e tenhamos professores que ensinem para as crianças os valores cristãos e não essa baixaria que todos os professores ensinam.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: