Detenção de homem que criticou Lewandowski ofende democracia

Conforme o Correi Braziliense, a PF prendeu um passageiro que fez críticas políticas a Ricardo Lewandowski, ministro do STF, durante um vôo.

O questionamento aconteceu nesta terça (04) quando um passageiro encontrou o ministro no trajeto entre São Paulo e Brasília.

O homem foi levado para a Superintendência Regional da corporação no Distrito Federal, logo após o pouso.

O passageiro disse que “o STF é uma vergonha”. Foi quando o ministrou chamou a PF.

“O rapaz foi conduzido para a SR DF, onde está sendo ouvido, a ocorrência está em andamento e análise do delegado responsável”, diz um policial.

Para início de conversa, concordo que não é agradável esse tipo de coisa num avião. Não é o tipo de ação política que eu faria.

Por outro lado, não há nenhum precedente para prender alguém que meramente se manifestou. Não existiu nenhuma ofensa pessoal e a menção sobre o STF ser uma “vergonha” é uma opinião política.

Mandar prender alguém nessa situação pode lançar um precedente grave, pois é óbvio que esse tipo de regra é impossível de ser aplicada isonomicamente.

Por exemplo, todo mundo que fizer uma crítica a uma instituição durante um voo será preso? Ou a regra só vale em casos específicos?

É perigosíssimo para o Brasil que, enquanto algumas pessoas possam lançar críticas (dependendo do alvo), outras possam ser coagidas pela lei apenas por lançarem uma crítica política.

Complicado.

Twitter: https://twitter.com/lucianoayan

Facebook: https://www.facebook.com/ceticismopoliticosc/

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: