Maioria do TSE rejeita coagir Luciano Hang e Havan

Conforme o Antagonista, a maioria do TSE votou pelo arquivamento de uma ação do PT para declarar Jair Bolsonaro inelegível, por suposta coação do empresário Luciano Hang sobre funcionários da Havan.

Jorge Mussi, relator da ação, disse não haver provas de que um vídeo em que Hang apoia Bolsonaro tenha causado constrangimento ou ameaça sobre seus subordinados.

“Foi acompanhado por Og Fernandes, Admar Gonzaga, Tarcísio Vieira Neto e Luís Roberto Barroso. O julgamento, no entanto, deverá ser suspenso por pedido de vista de Edson Fachin”, diz a matéria.

O fato é que não pode existir coação num discurso de Hang aos seus funcionários em que ele narra suas preocupações. Todo cidadão, na posição em que estiver, pode transmitir suas preocupações a quem quiser, desde que não esteja restrito por lei (por exemplo, no caso de militares e ministros do STF).

O que a maioria do TSE rejeitou foi, no fundo, uma tentativa de coagir Luciano Hang em seu direito legítimo de dar opinião.

Twitter: https://twitter.com/lucianoayan

Facebook: https://www.facebook.com/ceticismopoliticosc/

1 comentário em Maioria do TSE rejeita coagir Luciano Hang e Havan

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: