Anúncios

Bolsonaro cancela (!) pronunciamento em Davos

Conforme o G1, o presidente Jair Bolsonaro e ministros cancelaram um pronunciamento que fariam nesta quarta-feira (23) no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

O evento estava marcado para 13h (horário de Brasília). Conforme a organização do Fórum, seria uma entrevista coletiva, mas o governo brasileiro tratava como um pronunciamento.

Tinha sido preparada uma sala com quatro lugares reservados para autoridades brasileiras, com quatro placas e os nomes de Bolsonaro e dos ministros Sérgio Moro (Justiça), Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Paulo Guedes (Economia). As placas foram retiradas às 13h17, quando foi confirmado que nem o presidente nem os ministros falariam.

Mas como pode isso? Todos cancelaram? Nenhum foi? WTF?

Como é que podemos elogiar algo assim?

Isto só tem um nome: arregada.

Uma explicação teórica surgiu sobre o assunto: a questão das milícias. Independentemente do fato de Flávio Bolsonaro ser inocente ou não, esse tema tende a deixar animada a esquerda identitária, que costuma gostar do clima em Davos.

Talvez algum jornalista pudesse perguntar para ele: “Bolsonaro, como a questão das milícias pode afetar sua economia?”. Qual seria a resposta? Haveria preparo para uma resposta adequada?

Talvez mandassem para Moro: “E aí, meu filho, se tiver milícias no meio, como é que faz?”. Ia ser uma situação difícil, muito provavelmente respondida com um “é, veja bem.”.

E se perguntassem ao Guedes? Talvez a resposta fosse: “Ei, isso você deve perguntar para o chefe, o pai dele… ei, cadê o chefe?”. Mas quando olhasse para o lado, não haveria mais ninguém.

Outra explicação seria a busca de arrumar mais uma treta com a mídia e fazer a militância virtual dizer: “Grande Bolsonaro! Mestre! Fez a midia ficar esperando. haiohaiohaiohaioa…. Chupa, mídia!”. Talvez não cole.

São duas explicações, mas podem ter outras. E aí, o que acham do cancelamento da participação de todos na coletiva? A meu ver, não ficou bem. Desculpem a sinceridade.

Twitter: https://twitter.com/lucianoayan

Facebook: https://www.facebook.com/ceticismopoliticosc/

Anúncios

10 comentários em Bolsonaro cancela (!) pronunciamento em Davos

  1. …Luciano..voce não é o memso que me orientou sobre guerra politica….o affair globo deve ter mexido com sua cabeça…seu comentário é simplesmente ridiculo

  2. Os caras vão para Davos porque é importante para os negócios do País. Aí, chegando lá, em vez de almoçar com empresários e políticos, Bolsonaro vai no “bandejão”; e quando tem a oportunidade de se apresentar desiste, porque precisa descansar. Mas se precisa descansar, então por que viajou? :S

    Os caras são desorganizados até nisso…

  3. Prezado Luciano, tenho lido teus textos e vejo que o seu jeito de escrever está bem diferente do passado…me pergunto se vc quem escreve esses textos ainda é a mesma pessoa que escrevia há um tempo atrás… não estou te criticando, só noto a diferença no estilo da escrita… não é mais a pessoa com o nick name de Luciano Ayan quem escreve esses textos? Quem escreve para Ceticismo Político é outra pessoa?

    • Hurrem,

      Sou o mesmo, mas é claro que mudanças ocorrem. Creio que adotava um estilo mais caótico de escrita no passado, mas fui alterando com o tempo.

      Outra mudança que avisei que ocorreria é que agora a política seria 100% avaliada pela dinâmica social, em relação ao que o ser humano de fato é, e não como gostaríamos que fosse.

      Já era assim no passado, mas sempre ficava no meio do caminho. Agora não mais.

  4. Pode ser uma questão de saúde, mas os outros poderiam participar. Também achei que foi um vacilo cancelar em cima da hora

  5. A equipe do Governo Bolsonaro já tinha cancelado a 3 ou 4 dias, sei que vc ganha com a especulação, mas dá uma pesquisada antes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: