Anúncios

Ninguém desrespeitou as FFAA tanto assim

Segundo O Globo, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, afirmou nesta terça (7) que Jair Bolsonaro deu uma ordem à ala militar para “virar a página” e não alimentar discussões com o ideólogo Olavo de Carvalho.

“A postura do presidente é muito clara e acho que muito lúcida. Diante de todos os fatos que já aconteceram, ele determinou que a gente virasse a página disso e deixasse de alimentar essa discussão, que não tem acrescentado nada. A melhor solução daqui para frente é esse silêncio”, declarou.

Isso é simplesmente uma afronta. Vejamos:

  1. Deixar gurus e seus aliados baterem em seus subordinados, que são muito mais renomados do que ele
  2. Esperar a coleta máxima de capital político pela escória das milícias virtuais
  3. A partir desse momento, mandar as vítimas “ficarem quietas”

Nunca alguém desrespeitou tanto as FFAA.

Em 2013, esquerdistas cuspiram na cara de militares próximo ao Clube Militar. Escrevi vários textos protestando contra isso e demandando retaliação. Mas a extrema esquerda não chegou ao ponto de proibi-los de revidar. Agora alguém chegou a esse ponto. Pela direita.

Esse é um nível muito perigoso de humilhação de pessoas próximas. Não é preciso estudar materiais da psicologia social para saber que seres humanos normais possuem senso de valor, senso de honra e senso moral.

Ontem, Bolsonaro já tinha praticado a afronta de elogiar Olavo de Carvalho, mesmo após tanta humilhação lançada sobre os militares. Nada contra elogiar uma pessoa. Entretanto, qualquer pessoa normal sabe que não se faz isso num momento em que seus pares são atacados. Isso, é claro, se a pessoa estiver com boas intenções.

Mas se a intenção é mesmo humilhar pessoas da base, a fórmula é essa: deixar as ofensas rolarem, esperar a máxima capitalização, elogiar o agressor e mandar seus aliados calarem a boca. Mas isso é tão nojento quanto mocotó de ontem.

Nem petista faria uma baixaria assim. Se Jair Bolsonaro não pedir desculpas aos seus aliados militares, vai ficar complicado, mas ele já é bem crescidinho para definir os riscos que quer correr.

Twitter: https://twitter.com/lucianoayan

Facebook: https://www.facebook.com/ceticismopoliticosc/

Anúncios

3 comentários em Ninguém desrespeitou as FFAA tanto assim

  1. A única página que estou ansioso para virar é a página desse governo.
    Nunca se viu um governo tão ruim, autoritário, bagunçado e perigoso.
    Não direi que é incompetente pois estão sendo competentes em atingir os objetivos autoritários deles, que estavam claros desde o início mas vocês que os elegeram diziam “que nada, eles não vão fazer isso que estão falando que vão fazer não”. Está aí. E até o final do ano vai piorar muito ainda, tenho terror de pensar até o final do mandato, se é que um dia teremos eleições democráticas de novo.

  2. 1) A melhor forma de tratar haters covardes é atingir os bolsos deles, ou seja, denunciá-los às autoridades policiais, identificá-los e processá-los. Mas é necessário processar todos, não importa se são milhares ou milhões de haters.
    Uma notificação oficial da Polícia Civil ou Polícia Federal para esclarecimentos a cada um deles servirá inicialmente para separar os covardes de ocasião (aqueles que compartilham posts ofensivos não pensando nas consequências jurídicas), que ficarão amedrontados; restarão os profissionais do ódio, aqueles que ganham fama e dinheiro ameaçando, chantageando e intimidando as vítimas de “bullying” virtual. Além de receber as punições cabíveis, os haters profissionais devem ser denunciados aos responsáveis pelas redes sociais, os quais decidirão se banirão definitivamente os odientos.
    Aguentar calado ofensas, ataques e até ameaças de morte dos haters bolso-olavistas apenas fará com que os criminosos persigam mais vítimas.
    2) Às vezes tenho vontade de dizer “Bem feito!” aos generais reformados que resolveram entrar no barco do Bolsodilma. Quando estavam na ativa no Exército não sabiam quem era o sustentáculo ideológico-apocalíptico do “capitão”?
    Pois o “Parmito” revelou que é fã do Olavo de Carvalho desde 1991!
    O importante agora é que os generais reformados não apareçam em público como se estivessem acuados, uma vez que não fizeram nada de errado.
    Os generais atacados não são pessoas comuns e têm um trunfo que o Olavo de Carvalho não possui. Ainda que fora da ativa, eles podem solicitar aos militares do Exército para que o setor de inteligência investigue os haters e monitore suas atividades criminosas.
    A tarefa de monitoramento caberia à ABIN, mas será que seus “agentes secretos” tem capacidade suficiente para essa missão? Afinal, a ABIN não é o SNI.
    Enfim, ninguém deve ter medo do Olavo de Carvalho e sua seita de lunáticos irresponsáveis.

  3. Não entendo… Até pouco tempo os militares não eram a salvação? Não eram altamente qualificados? Não foram escolhidos pelo Bolsonaro e a escolha elogiada? Agora nenhum presta? E ele ainda diz que eles não devem alimentar a discussão? Quem deveria levar puxão de orelha é o “guru”.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: