Anúncios
Home Blog Page 2

Dr. Ray peita Bolsonaro, chama-o de “conservador fake” em entrevista a Danilo Gentili e divide a direita

4

Este site vem avisando Jair Bolsonaro que ele deveria abandonar a pauta estatista de vez e fazer um discurso mais convincente para aquela boa parte dos liberais e conservadores do Brasil que querem se ver livres das amarras estatais.

Tudo bem que as pesquisas ainda dizem que a maior parte do povo é contra as privatizações, mas o índice (pouco mais de 50% do povo) é fácil de ser revertido. Ademais, Bolsonaro deveria falar para direitistas em vez de focar tanto em petistas arrependidos.

Recentemente ele disse que “pensaria 200 vezes antes de privatizar a Petrobrás para que ela não caia nas mãos de chineses” (ou algo do tipo). Deveria ter dito: “Eu garanto a privatização da Petrobrás, e também garanto que chineses não irão comprá-la”. Isso não deixaria brechas. Do jeito que ele falou, parece que o suposto “medo de venda aos chineses” é pretexto para evitar a privatização.

Seja lá como for, a direita vai ter que adotar alternativas que foquem em um estado reduzido, diminuição de impostos e venda de estatais. Além de João Amoedo, Dr. Rey está fazendo vicejar este tipo de discurso e – ainda que sua candidatura esteja em fase inicial – é complicado para Bolsonaro que apareçam pessoas de direita propondo uma visão economicamente direitista para a economia.

Enfim, veja aos 32:40 Dr. Rey espinafrando Bolsonaro:

Quem dá brechas não pode reclamar que os outros aproveitem, não é mesmo?

Anúncios

Garotinho ganha prêmio após teatro sobre “surra na cadeia”: vai para presídio de segurança máxima

2

O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho será transferido para um presídio de segurança máxima.

O juiz Ralph Machado Mañaes Júnior, do Tribunal Regional Eleitoral da 98ª Zona Eleitoral do Rio de Janeiro, deu a decisão na tarde desta sexta (24) para o ex-governador ser transferido imediatamente do presídio de Benfica para um presídio federal de segurança máxima. As informações são d’O Globo.

O juiz disse, em sua decisão, que Garotinho “causando transtornos” em Benfica e “teria se autolesionado”. Isso foi descoberto após Garotinho ter dito que foi agredido na cadeia durante a noite. O juiz recebeu essas informações antes da queixa de Garotinho.

Garotinho disse que tomou uma surra durante a noite dentro de sua cela na penitenciária de Benfica. O advogado do ex-governador disse que seu cliente relatou que uma pessoa invadiu a cela onde ele dormia e o agrediu com um porrete.

Seja lá como for, se o problema é segurança, está resolvido. Agora ele vai para um lugar de segurança máxima.

Dilma finge solidariedade a Katia Abreu mas não a convida para o PT

1

A ex-presidente Dilma fez uma narrativa nesta sexta (24) para se solidarizar com a senadora Kátia Abreu (sem partido-TO), que foi expulsa do PMDB. Detalhe: o partido ainda não expulsou Roberto Requião, que também tem atuado como representante do PT lá dentro.

Segundo Dilma, a expulsão de Kátia “é um jogo de cartas marcadas com que o grupo que se apossou do PMDB tenta perseguir os políticos sérios, honestos e progressistas que pertencem ao partido e lutam pela preservação de sua história”.

“A expulsão da senadora Kátia Abreu do PMDB é uma violência contra os seus eleitores do Tocantins e contra os brasileiros de todos os estados que a respeitam e admiram”, disse Dilma.

Bem, os eleitores do Tocantins votaram em Kátia a partir do apoio de agricultores e pecuaristas, mas ao se aliar ao PT, a senadora ficou do lado do MST, que vive praticando violência contra a base que a elegeu. Poucas coisas são mais monstruosas em política do que isso.

Aliás, o nível de oportunismo de Kátia conseguiu torná-la persona non gratta até mesmo dentro do PT. Se não fosse assim, Dilma deveria mostrar uma verdadeira solidariedade com Kátia e colocá-la no PT. Por que não fez? Quer dizer que Dilma só quer Kátia lá dentro do partido dos outros?

Esta é Dilma agindo malandramente…

Gilmar Mendes age como masoquista ao permitir que Miller fique em silêncio na CPI

0

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes concedeu hoje (24) habeas corpus preventivo para que o ex-procurador da República Marcello Miller possa ficar em silêncio na reunião da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da JBS, marcada para o dia 29 de novembro. As informações são do Estadão.

Miller foi convocado para prestar depoimento sobre o período em que trabalhou no MPF e auxiliou no fechamento do acordo de total impunidade do empresário Joesley Batista, um dos donos da empresa e do grupo J&F.

A decisão de Mendes permitiu que Miller não possa ser preso durante o depoimento e poderá se recusar a responder aos questionamentos dos parlamentares, além de poder ser orientado por seus advogados.

Miller foi acusado de atuar em favor da JBS durante o processo de assinatura de delação. Janot criou a narrativa dizendo que documentos trocados entre Miller e integrantes do escritório que o contratou comprovariam o “jogo duplo” no caso, mas a suspeita é de que Miller tem muito para falar e enroscar a vida do antigo PGR.

A atitude de Gilmar Mendes é vergonhosa. Ao permitir que Marcelo Miller fique em silêncio na CPI da JBS, acabou ajudando o bloqueio das provas que pudessem surgir em relação ao acordo de total impunidade.

Ou seja, Gilmar acaba por tabela protegendo Janot, que foi um dos líderes do time que se organizou para destruir a reputação do ministro do STF. Assim, Gilmar age feito masoquista.

Raquel Dodge faz o que Janot não fazia: pediu a prisão da senadora petista Gleisi

6

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu a condenação da senadora petista Gleisi Hoffmann no âmbito da Lava Jato. Para a PGR, Gleisi cometeu crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Detalhe: Dodge também quer que Gleisi devolva R$ 4 milhões aos cofres públicos e perca o mandato.

Abaixo estão as alegações de Raquel Dodge:

Ao que parece, com a saída do PGR Rodrigo Janot passou a fase em que havia motivação apenas para tentar prender senadores que fossem adversários do PT.

Estamos exigindo a prisão de Gleisi Hoffmann há muito, mas muito tempo.

Garotinho se supera no teatro ao chutar parede e fingir que foi lesionado na cadeia

0

O Globo noticiou que “a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou à Vara de Execuções Penais (VEP) do Rio que Anthony Garotinho se autolesionou dentro de sua cela na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na Zona Norte do Rio”.

O sujeitinho disse que “foi agredido durante a madrugada desta sexta-feira por uma pessoa que estava com um porrete.”

Bem, esse é o mesmo que deu teatro na maca meses atrás, em sua outra prisão, após a qual ele conseguiu liberdade.

Bem, ele conseguiu se mostrar como o mais repugnante de todos os políticos presos só com essas duas atitudes.

É uma figura assustadora em termos de fingimento. Psicopata é pouco pra descrever.

Kátia Abreu conseguiu a proeza de ter uma biografia mais manchada que a dos petistas

1

Expulsa do PMDB nesta quarta (23) por decisão unânime do Conselho de Ética, Kátia Abreu está choramingando pelo Twitter:

Foi muito pertinente ela ter citado sua biografia, pois é uma biografia muito mais indecente do que a dos petistas. E olhe que as biografias dos petistas são as mais repelentes que podemos encontrar, pois falamos de pessoas que apoiam regimes totalitários. Ou seja, são inimigos da humanidade.

Mas Kátia Abreu é ainda pior que os petistas. A maioria dos petistas nasceu para isso: ocupar poder no estado e escravizar os demais. Por mais que sejam repugnantes, executam sua função.

Kátia Abreu é diferente. Sua biografia mostra: chegou ao poder como representante dos pecuaristas. E todos sabem que pecuaristas e agriculturas são vítimas de terrorismo causado pelo MST, movimento sanguinário apoiado pelo PT.

Só por isso Kátia Abreu deveria ter honrado sua “biografia” e jamais sequer ter apertado a mão de um petista. Mas ela fez o contrário: usou o poder em suas mãos para ajudar o partido totalitário.

Qualquer pecuarista ou agricultor que tenha sido assassinado, estuprado ou tenha perdido sua propriedade para o terrorismo rural precisa se lembrar do nome da pecuarista que ajudou o PT, partido que mais financiou o MST.

Não adianta Kátia Abreu fazer discursinhos piegas.  Já está na biografia dessa senhora: “Kátia Abreu, que chegou ao poder pelo apoio dos pecuaristas, decidiu apoiar o PT, partido aliado do MST, que vive de praticar terrorismo contra agricultores e pecuaristas”.

Qualquer barbárie cometida pelo MST pode ser rebatida com uma pergunta a Kátia Abreu: “E aí, Kátia, o que me diz de seu apoio ao PT, que financia o MST?”. Isso não pode mais ser apagado de sua biografia.

Por isso mesmo ela consegue ser até pior do que os petistas, em termos morais. Os petistas são conhecidos pelo barbarismo, a incivilidade e o totalitarismo. Kátia Abreu foi além: se aliou aos totalitários mesmo tendo chegado ao poder por gente que sempre sofre atrocidades nas mãos do MST. Isto é traição dos seus aliados.

Em política, não é possível descer mais baixo do que Kátia Abreu.

Advogado alega “economia de dinheiro público” como justificativa para tentar tirar Joesley da CPI. Não é piada.

0

A defesa do empresário Joesley Batista protocolou pedido, nesta quarta-feira, para que a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da JBS cancele o depoimento do empresário ao colegiado, marcado para o próximo dia 29 de novembro.

No requerimento, os advogados indicam que o dono da empresa de frigoríficos usará o direito ao silêncio e, portanto, não responderá aos questionamentos feitos pelos parlamentares. Por conta disso, a defesa argumenta que manter a oitiva “poderá acarretar elevados e desnecessários gastos públicos”. As informações são do Estadão.

O pedido é direcionado ao presidente da CPMI, senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO). Nele, os advogados lembram que, se mantida a oitiva, Joesley Batista será o quarto convocado pelo colegiado a ficar em silêncio desde que os trabalhos começaram.

“Por três vezes, portanto, este órgão de investigação preliminar utilizou-se de toda estrutura do aparato estatal para que os colaboradores previsivelmente e para o reclamo de alguns parlamentares – exercessem, pois, e novamente, o direito ao silêncio”, lembrou o documento. “Assim, e diante do cenário acima descrito, a decisão de manter a oitiva do ora requerente poderá acarretar elevados e desnecessários gastos públicos pela 4ª vez”.

Os advogados destacam também toda a estrutura estatal que será usada no caso da manutenção do depoimento de Joesley Batista: “Fato é […] que tem custado muito caro aos cofres públicos – que não são nada senão o bolso dos cidadãos brasileiros – seja em termos de mobilização de recursos humanos -equipes da Polícia Federal, por exemplo – seja em termos de elevados custos para o transporte dos colaboradores que estão custodiados – o uso de avião da Polícia Federal na transferência (ida e volta) dos custodiados, custos com estadia dos agentes, preparação da estrutura desta Casa Legislativa e etc”, justificam os defensores.

Parece até comédia, mas é isso mesmo: agora vemos o advogado de Joesley dizendo que seu cliente não deveria ir à CPI para “economizar dinheiro público”.

Que redenção, não? O sujeito cuja empresa levou R$ 9,2 bilhões do BNDES (após pagar meio bi de propinas) agora quer nos ajudar a economizar.

Não é emocionante?

A Kátia Abreu que choraminga por ter sido expulsa do PMDB não explica porque não vai para o PT

0

A senadora Katia Abreu foi expulsa do PMDB nesta quarta (23). A decisão foi unânime do Conselho de Ética. A filiação partidária da senadora está sendo cancelada.

O senador Romero Jucá, presidente nacional do partido, disse que acatará de imediato a decisão do Conselho de Ética. Ele disse que a medida “demonstra nova fase de posicionamento do partido”.

Ela decidiu choramingar no Twitter:

Kátia Abreu conseguiu chegar ao poder pelo apoio de setores pecuaristas. Ela própria é uma pecuarista.

Por isso, cometeu uma das maiores indecências políticas ao ser apoiadora retinta do PT, partido que sempre teve um projeto totalitário. Com o apoio do PT, o MST invade terras, levando violência a agricultores e pecuaristas. Tudo o que a senadora Kátia Abreu tem feito redefine o conceito de oportunismo político.

Se ela está chorando tanto por ter sido chutada, deve explicar: por que ela não vai para o PT? Ou será que por ser tão oportunista ela não teria mesmo mesmo no partido que tanto ama?

O Emicida que não tem limites para a arrogância também começa a sofrer humilhação ilimitada

18

Socialistas retintos como o rapper Emicida possuem uma especialidade: intimidar aqueles que deles discordam.

Utilizando tons arrogantes de discurso, pessoas como Emicida acham que podem escravizar as mentes alheias e forçá-las a ficarem caladas unicamente pela força da intimidação.

Mas em relação às polêmicas raciais do momento, Emicida teve surpresas desagradáveis nos últimos dias, como vemos a seguir, após tentar intimidar o pugilista Esquiva Falcão:

Quem é este Emicida para dizer que o outro disse “pá de bosta” e até tentar avaliar a inteligência alheia?

Então xablau:

Anúncios
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: